Blast from the Past

Pokémon Trading Card Game (GBC): seja um mestre (das cartas) Pokémon

Jogo para o portátil da Nintendo tem como objetivo principal introduzir o jogador ao mundo das cartas colecionáveis Pokémon.

Em meados dos anos 1990, a febre dos jogos de carta colecionáveis (trading card games, ou TCG) crescia no mundo inteiro, com o sucesso avassalador de Magic: The Gathering. Várias franquias tentaram entrar nesse ramo e uma das mais bem-sucedidas foi o Pokémon Trading Card Game, lançado em sua versão física (cartas de papel) em 1996 e em sua versão digital para o Game Boy Color no Japão em 1998. Dois anos depois, o jogo chegava ao Ocidente.

Pokémon, mas com cartas

Ainda que seja um jogo de cartas, é notável o quanto o jogo segue a identidade da franquia clássica de Pokémon. Já no início, o jogador tem que conversar com o Professor Mason que oferece, em seu laboratório, três opções de escolha para seu deck inicial: Charmander, Bulbasaur ou Squirtle. Soa familiar?


Essa é uma mímica dos jogos clássicos de Pokémon contemporâneos à época do TCG. Tudo o que é familiar nos outros títulos da série está presente: líderes de ginásio e medalhas que provam sua conquista, uma elite de quatro jogadores poderosos e um rival para derrotar.
Ainda que o jogador não tenha experimentado o TCG em sua forma física, jogar Pokémon TCG traz uma sensação de familiaridade para quem já está acostumado com os títulos clássicos: é sabido que se deve derrotar treinadores antes de enfrentar o Club Masters e que é necessário ter todas as medalhas antes de enfrentar os Grand Masters. Se o deck inicial é o Charmander & Friends, por exemplo, o jogador já sabe que levará vantagem contra decks do tipo Grass e encontrará dificuldades contra os do tipo Water. Este é o diferencial deste TCG para os outros: já existe conhecimento prévio do seu universo e suas mecânicas.

Colorido, animado e conectado

O jogo eletrônico consegue reproduzir com fidelidade as mecânicas de sua versão física por meio de uma inteligência artificial razoável. A parte artística conta com lindos gráficos coloridos que reproduzem muito bem as 226 cartas das três primeiras séries do card game, com boas animações e uma trilha sonora envolvente. Considerando as capacidades técnicas limitadas do pequeno Game Boy, o Pokémon TCG é um milagre tecnológico. Um ponto interessante é que o título foi projetado para ser retrocompatível, o que permite que seja jogado em preto e branco nas versões mais antigas do portátil da Nintendo.
Outra inovação tecnológica foi a possibilidade de jogar multiplayer, o que permitia aos jogadores duelar e trocar cartas, assim como nos demais jogos da franquia Pokémon. Isso exigia dois aparelhos e dois cartuchos, além de um cabo Game Link, mas, para uma época em que a conectividade entre consoles praticamente não existia, o fator multiplayer em um jogo portátil era algo fascinante e arrojado.

Para todas as idades e estratégias

Antes de ser dada a possibilidade de escolher o deck inicial, o Professor Mason sugere um duelo contra seu assistente, Sam, para que o jogador se familiarize com a mecânica do TCG. Mas se engana quem pensa que o jogo não dá a opção de customização: é possível modificar e criar decks à medida que novas cartas são obtidas.
 

Com os booster packs que são premiados ao derrotar treinadores, o jogador adquire novas cartas para completar o álbum. As cartas de cada pacote são aleatórias e podem vir repetidas, do mesmo jeito que acontece no mundo real, mas é esse o fator que garante ao Pokémon TCG rejogabilidade. É possível enfrentar mais de uma vez os NPCs, incluindo os Club Masters, e colocar em prática novas estratégias e combinações.
 

Legado

Em 2011, mais de vinte anos após o lançamento do jogo no Game Boy, surgiu a versão online oficial do jogo, Pokémon TCG Online, também conhecida como PTCGO, lançada para PC e smartphones.

Hoje, com toda a conectividade da Internet e a potência dos aparelhos que carregamos no bolso, um jogo digital de cartas colecionáveis com multiplayer pode não chamar tanta atenção. Não podemos esquecer, porém, de que essa façanha já foi realizada há décadas, em pequenos portáteis de 8-bits, que, com toda sua simplicidade, conseguiram trazer um divertido jogo de cartas colecionáveis com todo o charme e a magia do universo Pokémon.

O sucesso de Pokémon TCG foi tão grande, que o jogo até recebeu uma continuação intitulada Pokémon Card GB2: Here Comes Team GR!, mas, infelizmente, o jogo nunca foi localizado para o Ocidente.

E se quiser jogar…

Pokémon TCG está disponível para o Virtual Console do Nintendo 3DS, porém, assim como os outros jogos que receberam port, a função multiplayer foi desativada. No entanto, o título é uma boa pedida para quem quiser revisitar o início de uma febre mundial ou, simplesmente, aprender o básico do TCG.

Revisão: Davi Sousa

Também conhecida como Lilac, não consegue viver sem música. Livros e quadrinhos fazem parte de sua biblioteca. Adora filmes, jogos, animações e experiências culinárias, sobretudo doces. Prefere ser chamada por Ju.

Comentários

Google
Disqus
Facebook