Atualização de Spiritfarer versão 1.10 chega para Switch

Além de várias correções de bugs, a atualização contém algumas melhorias importantes para o gameplay e mais.




Spiritfarer (Switch) é um título altamente criativo, único e sensível como poucos indies na biblioteca do híbrido da Nintendo, e foi atualizado mais uma vez com melhorias significativas. Dessa vez, o jogo está agora na versão 1.10. Continue abaixo para ver as notas completas da atualização.

Correções de bugs:
  • Corrigido comportamento defeituoso no modo de compilação;
  • Respingos reaplicados quando a tartaruga voltar a cair;
  • Corrigido caso do jogador preso jogando como narciso no modo single player;
  • Verifique que o prompt de música está sendo exibido no menu de pausa;
  • Stella pode voltar a ficar ociosa no final da conversa se ela terminar com uma expressão;
  • Os ícones do controlador se adaptam ao último controlador usado;
  • Impede a religação do botão A do gamepad como o botão Voltar devido a problemas com o minijogo de música;
  • Modificadas as condições de abertura da porta da mansão de Gwen;
  • Corrigido o bug da câmera no coop em Gurenu Fields após sair do modo de construção;
  • Série de pequenas correções para gerenciar um caso extremo com a revelação de Lily;
  • Corrigido um pequeno problema em que Lily frequentemente parecia descentrada enquanto dormia;
  • Salvamento automático desativado durante a sequência de revelação de Lily;
  • Lily agora brilha quando ociosa à noite para se parecer mais com seu estado de borboleta interativa brilhante;
  • Mudou a iluminação da Lily para não ser muito afetada pela luz do jogador.
Melhoria da qualidade de vida:
  • O minijogo da serraria não falha mais completamente se uma prancha falhar;
  • Adição de um ponteiro na tela para a sequência de boas-vindas das borboletas.


Doutorando em Filosofia que gasta quase todo seu tempo livre com piano, livros e JRPGs da Square Enix. Em videogames, interessa-se principalmente por produções de maior apelo artístico e/ou narrativo e mecânicas de puzzle e RPG. Suas principais reflexões sobre o mundo dos jogos podem ser encontradas em thegamelogicist.medium.com (PT/EN); e suas sinapses ainda quentes, no Twitter.


Disqus
Facebook
Google