Pokémon Blast

Genética e Tecnologia: conheça os temas por trás da primeira geração de Pokémon

Fique por dentro de tudo que envolve a temática principal dos jogos da primeira geração dos monstrinhos de bolso.

A franquia Pokémon teve início no ano de 1995 e desde então enche nossos corações de alegria. Para quem começou lá atrás, assim como eu, lembra de cada detalhe da primeira geração, que se tornou uma febre enorme e criou uma base de fãs ativa na comunidade.

O que muitos treinadores não sabem (ou não pararam para analisar friamente) é que cada geração possui uma temática única, ditando o rumo de certos eventos da história, trio de iniciais, ferramentas do jogo e muito mais. A região de Kanto foi a que deu início ao padrão e, como sempre, começaremos por ela.

Curioso para saber mais sobre a base para a primeira geração? Então vá até o PC mais próximo e boa leitura!

Genética

Mew e Mewtwo

Recentemente, com o lançamento das versões Brilliant Diamond/Shining Pearl, tivemos a introdução do Ramanas Park, local onde podemos capturar os Pokémon lendários, como o Mewtwo por exemplo. A placa do Mewtwo é chamada de Genome Slate e seu desenho contempla o símbolo do DNA, conhecido como Ácido Desoxirribonucleico. A origem desse Pokémon é um dos assuntos que mais aparecem na região de Kanto: experiências genéticas nos Pokémon.

O Pokémon conhecido como Mewtwo (Mew Dois em uma tradução livre) é o resultado de experiências utilizando o Pokémon chamado Mew, que possui o gene de todos os Pokémon. Os responsáveis pela criação de um dos Pokémon mais fortes desse universo é o Team Rocket.

Giovanni e seus comandados conduziram diversos experimentos até conseguirem alterar o código genético de Mew para criar um Pokémon mais forte e capaz de subjugar qualquer um que tente pará-lo. A pesquisa foi realizada na cidade de Cinnabar, no porão da Mansão Pokémon. No local, é possível encontrar registros de que Mew nasceu no dia 06 de fevereiro.


Agora, o que muitos não sabem é que o Mewtwo não foi o primeiro: diversas tentativas foram realizadas, e todas falharam. Ao que tudo indica, o resultado desses experimentos é o Pokémon conhecido como Ditto. Por coincidência (ou não), Mew e Ditto compartilham o mesmo tom de cor (seja em sua forma normal ou shiny), mesma massa (4 kg) e são os únicos Pokémon capazes de aprender o golpe Transform naturalmente.

Uma vez que o Mew possui o gene de todos os Pokémon, esse Pokémon é capaz de aprender qualquer técnica, enquanto que Ditto, por saber apenas Transform, pode, virtualmente, aprender todos os golpes. Ah, na versão Yellow, os locais onde podemos encontrar o Ditto são justamente a Mansão Pokémon (provavelmente sobras dos experimentos) e também na caverna de Cerulean, lar de nada mais nada menos do que Mewtwo.

Eevolução

Em Kanto, há outro Pokémon cujo tema principal está relacionado à genética: seu nome é Eevee. De acordo com o Pokédex, o Eevee é capaz de evoluir para diversas formas em virtude de seu DNA instável, e que, quando exposto a certas condições, seu corpo reagirá da forma mais próxima ao ambiente.


Por exemplo, quando utilizamos a Fire Stone, ele evoluirá para um Flareon, enquanto que, quando treinado próximo a uma pedra coberta de gelo, se tornará um Glaceon. Atualmente, o Eevee é o Pokémon que possui o maior número de evoluções, e mesmo que não sejam sequenciais como a maioria, ser capaz de evoluir em oito formas diferentes é um feito que só ele conseguiu.

Fusão entre humanos e Pokémon

Tanto na série animada como nos jogos, de alguma forma, nos é apresentado o conceito de que é possível a fusão entre os seres humanos e os Pokémon. Em ambas as exibições do feito, uma pessoa em comum é exibida: Bill, o pesquisador Pokémon, que vive ao norte da cidade de Cerulean.

Uma das cenas mais icônicas dos jogos é justamente a transformação do Bill de volta à sua forma humana, pois ele estava dentro de um Nidorino. Inclusive, na versão Yellow, o susto que o Pikachu leva ao presenciar o processo de reversão é extremamente cômico. Tivemos uma releitura dessa cena nas versões Let’s Go Pikachu/Eevee, agora contando com os recursos gráficos do Nintendo Switch.

Trio de Iniciais

Nem mesmo Bulbasaur, Charmander e Squirtle escaparam. Aliás, é com eles que temos o primeiro contato com o tema de genética. Não entendeu? Então a gente explica:

  • Bulbasaur - O termo "Bulbasaur" pode ser uma combinação de 'Bulb', órgão de armazenamento subterrâneo arredondado presente em algumas plantas e do termo ‘saur’, sufixo usado em nomes de répteis extintos, derivado da palavra grega que conhecemos como lagarto;
  • Charmander - O termo “Charmander” pode ser uma combinação de ‘Char’, referenciando as queimaduras e salamandra, réptil que representa em diversas mitologias (principalmente grega) o fogo, chegando até a ter sua origem ligada a este elemento;

  • Squirtle - O termo “Squirtle” pode ser uma combinação de ‘Squirt’ (esguicho) e tartaruga. Muito parecido com Wartortle, sua cauda é uma referência às lendas japonesas do Minogame (蓑亀), uma tartaruga que viveu por 10.000 anos e desenvolveu uma cauda feita de algas marinhas.

O ponto em comum para três Pokémon iniciais da região de Kanto é que todos eles são répteis, ou seja, são próximos em termos de espécie e possuem uma genética parecida: não possuem temperatura corporal constante (sangue frio), são rastejantes e possuem a pele seca, que pode ser composta tanto por escamas como por placas ósseas.

Tecnologia

Monocromático x Colorido

O mercado de portáteis sempre foi dominado pela Nintendo. Desde o Game Boy até o Switch, tivemos vários avanços tecnológicos em termos de hardware e software. Quando a primeira geração era a sensação do momento, as versões Red/Blue não eram completamente coloridas. O primeiro Game Boy possuía apenas controle de contraste, ou seja, mais ou menos brilho, variando de acordo com o ambiente em que estávamos.

Ao jogarmos essas duas versões no Game Boy Color, a coisa muda um pouco de figura: na versão Red, o mapa todo é vermelho e nosso personagem é verde (já que no Japão são as versões Red/Green), enquanto que na versão Blue (Ocidente) o mapa todo é azul e nosso personagem é vermelho.


Quando a versão Yellow foi lançada, houve uma remodelagem dos sprites dos Pokémon para se parecerem mais com a versão animada da série. Contudo, o que realmente difere a versão definitiva de suas irmãs mais velhas é a capacidade de exibir uma paleta de cores mais diversa. Paleta…onde será que já vimos esse nome? Partindo dessa premissa, temos o seguinte cenário:

Cidade de Pewter - O termo Pewter significa “estanho”, uma pedra que dá origem ao metal utilizado em ligas metálicas que previnem a corrosão. Como o estanho é uma pedra, vai ao encontro do tipo ROCK, especialidade do ginásio da cidade;


Cidade de Cerulean - O termo é derivado do tom de azul conhecido como cerúleo, ou o famoso “Azul Céu”. A especialidade desse ginásio é o tipo WATER, portanto, faz total sentido ser azul;


Cidade de Vermilion - O termo "Vermilion" significa vermelhão,  pigmento de cor vermelho-alaranjado produzido a partir do mineral cinábrio. Há outra cidade* nos jogos da primeira geração que possui relação direta com esse minério. O ginásio da cidade é do tipo ELECTRIC e a insígnia é em formato de sol;


Cidade de Celadon - A palavra Celadon representa a peça de cerâmica chinesa e que possui um tom verde jade, idêntico ao da cidade no jogo. A especialidade do ginásio local  é o tipo GRASS;

 Cidade de Lavender - Há uma espécie de flor chamada de Lavandula latifólia, utilizada normalmente como aromatizante de ambientes e que possui o tom de roxo conhecido como púrpura;

Cidade de Fuchsia - Tom de rosa originado através da espécie de flor Fuchsia triphylla e é bem próxima a cor do tipo POISON, especialidade do ginásio local;


Cidade de Saffron - Muitos conhecem a palavra Saffron como Açafrão ou Cúrcuma, tempero utilizado na culinária e que possui um tom bem forte de amarelo. Geralmente, a cor amarela é relacionada a poderes da mente, combinando perfeitamente com o tipo PSYCHIC, especialidade do ginásio dessa cidade;

Ilha de Cinnabar - O termo Cinnabar vem do Cinábrio, que é originado do mercúrio, metal de cor vermelha com certa influência do marrom. O mercúrio é constantemente associado ao fogo, e na Ilha de Cinnabar, o tipo do ginásio é FIRE;


Cidade de Viridian - O nome da cidade é uma referência ao tom de verde de mesmo nome. Essa cor é derivada do processo de oxidação do cromo, um minério encontrado na terra, logo, há relação direta com o tipo GROUND, especialidade do ginásio local;


Indigo Plateau - A Elite Four da região Kanto está situada na montanha mais alta e sua cor é próxima ao azul anil, o mesmo que temos no arco-íris.


*Vermilion e Cinnabar são nomeados com a mesma cor nas versões em inglês dos jogos Pokémon, mas não nas versões japonesas, uma vez que vermelhão (クチバ kuchiba, "folhas decompostas") refere-se a um tom de laranja enquanto carmesim (グレン guren, "lótus carmesim") refere-se a um tom de vermelho. Isso explica por que Vermilion é de cor laranja enquanto Cinnabar é de cor vermelha nos jogos da primeira geração.

Percebeu que as cores citadas acima são parte da paleta de cores do Game Boy Color? Por conta de sua capacidade de exibir cores variadas, o portátil da Nintendo permitiu que cada cidade tivesse sua cor baseada em seu nome em vez de todas terem a mesma tonalidade.

Master Ball

Localizada na cidade de Saffron, a Silph Company é uma das empresas mais importantes de Kanto e também uma das mais conhecidas do universo Pokémon. Por meio de diversas pesquisas da principal ferramenta dos treinadores, a Pokéball, que inclusive foi aperfeiçoada pela empresa, descobriram que é possível criar uma variante com taxa de captura em 100%, tornando-a infalível.
 

Acredita-se que a Master Ball tenha algum tipo de relação com o Mew, pois conforme exibido no primeiro filme da franquia, um fóssil desse Pokémon foi utilizado para criar o Mewtwo. Devido ao seu alto poder, uma Pokéball comum não teria chance alguma de captura. Sendo assim, e se parte do DNA do fóssil fosse usado para criar uma Pokéball capaz de não só capturar o Mewtwo (caso perdesse o controle) e por consequência, todos os Pokémon?

Outros tipos de Pokéball, como a Dive Ball, são eficazes contra Pokémon do fundo do mar, enquanto que a Heavy Ball tem altas chances de sucesso em Pokémon mais pesados, como o Snorlax. Seguindo essa linha de raciocínio, o DNA de Mew poderia “acalmar” os Pokémon capturados com a Master Ball a ponto de garantir que eles não consigam escapar.
Após todas essas ideias expostas, garanto que muitas de suas perguntas foram respondidas e alguns clicks foram dados em seu cérebro. Isso mostra o nível de preocupação dos desenvolvedores ao criarem uma geração e o tema que será referência para os acontecimentos da história. Uma simples escolha pode (e vai) influenciar diretamente a forma como encaramos o jogo e de como vamos aproveitar esse conteúdo.

Deixe nos comentários se você já havia percebido alguns desses pontos ou se todos são novidade. Ainda, gostaria de compartilhar alguma teoria sobre a primeira geração? Não fique com vergonha e manda a ver no teclado!
Revisão: Thais Santos
Referências: Bulbapedia


Fã de carteirinha dos monstrinhos de bolso desde os oito anos de idade, teve seu primeiro contato com a franquia no Game Boy Color e desde então, são mais de 20 anos de alegria. Fanático por vídeo-games, gostaria de poder jogar mais tempo do que trabalha.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google