Square Enix anuncia venda dos estúdios Crystal Dynamics, Eidos-Montréal e Square Enix Montréal

O grupo sueco Embracer adquiriu as desenvolvedoras e IPs como Tomb Raider, Deus Ex, Theif e Legacy of Kain.

Square Enix Crystal Dynamics Eidos Montreal

A Square Enix anunciou, nesta segunda-feira (02), que entrou em um acordo com o grupo sueco Embracer para vender três de seus estúdios ocidentais: Crystal Dynamics, Eidos-Montréal e Square Enix Montréal. A transação também transfere a propriedade de franquias como Tomb Raider, Deus Ex, Theif e Legacy of Kain da companhia japonesa para a holding europeia.


Segundo o anúncio, a Embracer Group adquirirá as desenvolvedoras pela quantia de US$ 300 milhões, previstos para serem pagos em sua totalidade quando a compra for aprovada por órgãos reguladores, algo que está previsto para acontecer entre julho e setembro deste ano.

A Square Enix justificou a venda afirmando que o negócio ajudará a empresa a alinhar seus esforços de publicação fora do Japão, aumentará seu crescimento no entretenimento digital e permitirá investimentos em blockchain, inteligência artificial e serviços na nuvem.

Confira a declaração da companhia:
"A Transação ajudará a Companhia a se adaptar às mudanças em curso no ambiente de negócios global, estabelecendo uma alocação mais eficiente de recursos, o que aumentará valor corporativo, acelerando o crescimento nos negócios principais da empresa no mercado de entretenimento digital. Além disso, a Transação possibilita o lançamento de novos negócios ao avançar com investimentos em campos como blockchain, IA e nuvem. O movimento é baseado na política de otimização da estrutura de negócios que a Companhia estabeleceu na estratégia de negócios de médio prazo revelada em 13 de maio de 2021.

A Transação também proporcionará uma oportunidade para alinhar melhor nossa função de publicação no exterior com nossa organização em Tóquio, revisitar a atual estrutura de governança e linhas de relatórios associadas e avançar no gerenciamento integrado do grupo com o objetivo de maximizar a receita mundial gerada a partir de futuros títulos lançados pelos estúdios do grupo no Japão e no exterior."
A Square Enix reforça que IPs como Just Cause, Outriders e Life is Strange permanecerão de sua propriedade.

De acordo com a Enbracer, a Crystal Dynamics continuará a produzir o próximo jogo da série Tomb Raider, anunciado no início de abril. Já a Eidos-Montréal e a Square Enix Montréal — que deve mudar de nome em breve — estão trabalhando em títulos AAA e mobile, respectivamente.

A Embracer Group já possui uma série de subsidiárias, como Asmodee, Dark Horse Media, Gearbox Entertainment, Koch Media, Saber Interactive e THQ Nordic.


Jornalista, analista de mídias, PcD e entusiasta de games desde que jogou Pokémon Azul no Game Boy Color nos anos 90. De lá para cá, tenta aproveitar ao máximo todos os consoles no pouco tempo que a vida adulta permite. Se não está escrevendo para o Blast ou demorando anos para zerar um jogo, está no Twitter (@DanielMorbi) e no Instagram (@danielmorbi_)


Disqus
Facebook
Google