Dicas e Truques

Digimon Survive (Switch): cinco dicas para extrair o máximo de sua jornada pelo Digimundo

Como visto em nossa análise , Digimon Survive (Switch) é um excelente jogo que apresenta uma visão única para a saga dos monstrinhos digita... (por Alan Murilo em 16/09/2022, via Nintendo Blast)

Como visto em nossa análise, Digimon Survive (Switch) é um excelente jogo que apresenta uma visão única para a saga dos monstrinhos digitais. Desenvolvido para celebrar os 25 anos de existência do anime, o game é um verdadeiro presente para os fãs com uma narrativa madura e uma mistura de gêneros ousada, mas eficaz.


Porém, não é porque esta é uma jornada apaixonante que a sua aventura pelo Digimundo será exatamente fácil. Pensando nisso, separamos aqui algumas dicas para que você, digiescolhido, possa aproveitar o máximo de sua jornada. Vamos nessa?

1 — Use a sua câmera sem parcimônia

Não é preciso muito tempo para Takuma e os demais jovens perceberem que há algo estranho com seus celulares no estranho mundo em que se encontram. Afinal, os aparelhos não fazem chamadas, mas tampouco descarregam e, surpreendentemente, conseguem captar a presença de diversos elementos em um ambiente com suas câmeras digitais.

Logo, a dica aqui é você aproveitar essa função nos momentos de exploração de Digimon Survive. Sempre que possível, utilize o botão ZR para explorar os espaços com a sua câmera e descubra segredos como itens de suporte e outros Digimon escondidos. Com um pouco de sorte e um olhar atento, é até possível encontrar alguns colecionáveis que ajudam a explicar a verdade sobre a realidade paralela em que os jovens estão.

2 — Recrutando Digimon

Com mais de 110 Digimon disponíveis in-game, um dos mais interessantes recursos de Survive é a possibilidade de montar uma equipe a seu gosto. Só que, como nem todos os Digimon são adquiridos naturalmente por meio da história, é preciso ter uma postura ativa para recrutar novos monstrinhos sempre que possível.

A melhor forma de adquirir novos Digimon é por meio das batalhas livres que podem ser feitas no período de exploração. Os monstros que aparecem variam de acordo com a parte da história em que você está, então cheque frequentemente para ter a chance de conversar com e recrutar seres úteis, como Patamon, Fangmon e, quem sabe, até um Megadramon!

3 — É hora da digievolução

Tão útil quanto conseguir novos Digimon é digievoluir aqueles que você já possui. Sem entrar no mérito de spoilers, algumas digievoluções (como as da linha de Agumon) são alcançadas por meio da progressão na história do jogo, mas outras precisam ser desencadeadas com suas ações.

Acessar o menu “Status” do jogo lhe permitirá olhar todos os Digimon que você possui. Clique em um deles e você poderá acessar o submenu evolução, que mostra as possíveis linhas evolutivas da criatura. A partir daí, basta ter os itens necessários (que podem ser conseguidos via batalhas ou exploração) para mudar a forma de seu companheiro definitivamente.

4 — Atenção ao posicionamento

Apesar de Digimon Survive ser muito mais uma visual novel que um RPG estratégico de fato, ter bom desempenho nas batalhas é importante para conseguir prosseguir no jogo.

Se o seu objetivo é vencer os confrontos com o mínimo de dor de cabeça possível, há diversos subsistemas que demandam atenção, como as fraquezas particulares e a capacidade de movimento de cada Digimon. Porém, posto que as arenas do jogo são em formato de grid, de longe nada impacta tanto no resultado como o seu posicionamento no campo de batalha. Assim, recue quando for possível e planeje as suas investidas — ficar em uma posição de vulnerabilidade após um ataque pode custar caro, especialmente nas dificuldades mais altas.

5 — Três rotas e muito mais do que um final

Sem tocar em spoilers, as escolhas que você faz em Digimon Survive vão moldando a sua experiência. As respostas decisivas que você concede como Takuma se enquadram em três rotas principais (Moral, Colérico e Harmônico) e são capazes de alterar não apenas  aspectos como a evolução inicial de Agumon como também o final do jogo.

A dica aqui é seguir o seu coração, já que grande parte da graça de Survive está em notar o peso de suas decisões. Porém, saiba que, com mais de três finais diferentes, para extrair o máximo de sua jornada pelo Digimundo, convém jogar o game mais de uma vez!

E essas são as nossas dicas para Digimon Survive. O que acha, caro leitor? Você já completou a jornada de Takuma e seus amigos? Conhece alguma outra dica que não tenha sido mencionada aqui? Não se esqueça de comentar!

Revisão: Juliana Paiva Zapparoli


é bacharel em Produção Cultural pela UFF e estudante de Comunicação Social pela FSMA. Na infância, ganhou um Super Nintendo dos pais e, desde então, nunca mais deixou o mundo dos games. Ainda sonha em ser um Mestre Pokémon.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google