Yuji Naka é preso em investigação sobre insider trading, segundo imprensa japonesa

De acordo com o Ministério Público de Tóquio, Naka teria adquirido ações usando informações privilegiadas de quando trabalhava na Square Enix.

Imagem de Yuji Naka, um homem de meia idade asiático, com cabelos curtos e levemente grisalhos, óculos, paletó com listras finas, camisa rosa e gravata azul. Ele está de pé contra um fundo claro. Há parte de um quadro no lado esquerdo da imagem.

O portal de notícias japonês FNN Prime noticiou, no final desta quinta-feira (17), que o desenvolvedor Yuji Naka – conhecido por ser um dos responsáveis pela concepção da série Sonic the Hedgehog – foi preso pelo Ministério Público do Distrito de Tóquio em um caso de suspeita de insider trading, crime em que pessoas usam informações privilegiadas para obter lucro no mercado financeiro.


De acordo com a instituição que investiga o caso, Naka teria adquirido 10 mil ações da desenvolvedora Aiming por volta do fim de janeiro de 2020, quando ele trabalhava no desenvolvimento de Balan Wonderworld na Square Enix. O desenvolvedor teria gasto ¥ 2,8 milhões nos papeis, cerca de R$ 108,5 mil.

Nessa época, a Square Enix e a Aiming estavam trabalhando juntas no desenvolvimento do jogo mobile DRAGON QUEST TACT, informação que ainda não havia sido anunciada publicamente. A suspeita do Ministério Público é de que Naka teria comprado as ações sabendo internamente sobre a produção do game e esperando que, com seu anúncio, o valor de mercado da Aiming subisse, permitindo que vendesse seus papeis com lucro.

Além dele, outros dois ex-funcionários da Square Enix foram presos sob a mesma suspeita. Taisuke Sasaki e Fumiaki Suzuki teriam comprado juntos cerca de 162 mil ações por ¥ 47,2 milhões – em torno de R$ 1,8 milhão.

A Square Enix se pronunciou oficialmente sobre a prisão desses dois antigos colaboradores, dizendo:
"Hoje, alguns veículos de mídia reportaram que antigos contratados da Square Enix estão sob investigação por suspeitas de insider trading.

Estamos cooperando completamente com os pedidos da Comissão de Títulos e Fiscalização de Câmbio. Enquanto a investigação do Ministério Público do Distrito de Tóquio perdurar, vamos continuar a cooperar integralmente à investigação.

Lamentamos profundamente a grande preocupação que isso causou a todos os envolvidos. Lidamos com este incidente estritamente, incluindo ações disciplinares internas tomadas contra os funcionários suspeitos."

Yuji Naka deixou a Square Enix em abril de 2021. No início deste ano, o desenvolvedor afirmou que havia entrado com uma ação contra a empresa, alegando que foi removido da direção de Balan Wonderworld antes de sua finalização.

Fontes: FNN Prime/VGC


Jornalista, analista de mídias, PcD e entusiasta de games desde que jogou Pokémon Azul no Game Boy Color nos anos 90. De lá para cá, tenta aproveitar ao máximo todos os consoles no pouco tempo que a vida adulta permite. Se não está escrevendo para o Blast ou demorando anos para zerar um jogo, está no Twitter (@DanielMorbi) e no Instagram (@danielmorbi_)


Disqus
Facebook
Google