CEO da Illumination comenta rumores sobre The Legend of Zelda: "não sei de onde veio isso"

Chris Meledandri reduziu expectativas sobre um novo projeto em parceria com a Nintendo.

Imagem de Chris Meledandri, um homem branco, careca e de olhos claros, vestindo um blazer azul, camisa branca e um pingente com o cogumelo de Mario. Ele está na frente de uma arte de Bowser.

Em declaração ao site TheWrap, publicada nesta quinta-feira (15), o fundador e CEO do estúdio Illumination, Chris Meledandri, se pronunciou pela primeira vez sobre rumores de que a Universal Pictures estaria fechando um acordo com a Nintendo para realizar um projeto de The Legend of Zelda em conjunto com a produtora de animação.


Meledandri está no Festival de Cinema de Animação de Annecy, na França, para receber um prêmio de conjunto da obra e para divulgar o próximo filme de sua companhia, chamado "Patos!". Durante sua presença no evento, ele foi questionado sobre o suposto projeto de Zelda, ao que respondeu:
"Não sei de onde veio isso. Digo, posso entender como as pessoas podem supor todo tipo de coisa porque, obviamente, tivemos uma ótima experiência trabalhando juntos. Meu relacionamento com a Nintendo agora inclui estar em seu conselho de diretores, então entendo como as pessoas podem supor essas coisas. Mas em termos de detalhes, isso foi apenas algo de que ouvi muitos relatos. Isso é só sobre o que vem a seguir entre a Nintendo e a Illumination."

Segundo a matéria, o diretor de "Patos!", Benjamin Renner, também disse que vê relatos parecidos "todas as semanas" e que, desta vez, os rumores foram sobre Zelda.

Chris Meledandri não só foi coprodutor de Super Mario Bros.: O Filme com Shigeru Miyamoto, como também faz parte do quadro diretivo da Nintendo, trabalhando como Diretor Externo da empresa.

Os rumores trazidos à tona pelo crítico cinematográfico Jeff Sneider dizem que, após o sucesso do longa-metragem de Mario, a Universal Pictures estaria gastando "um bom dinheiro" pela licença de Zelda.

Fonte: TheWrap


Jornalista, analista de mídias, PcD e entusiasta de games desde que jogou Pokémon Azul no Game Boy Color nos anos 90. De lá para cá, tenta aproveitar ao máximo todos os consoles no pouco tempo que a vida adulta permite. Se não está escrevendo para o Blast ou demorando anos para zerar um jogo, está no Twitter (@DanielMorbi) e no Instagram (@danielmorbi_)


Disqus
Facebook
Google