Vem aí

Prévia: Detective Pikachu Returns (Switch) promete uma nova dose de casos para resolver no universo de Pokémon

Continuação do jogo de 3DS precisa lidar com pontas soltas intencionalmente deixadas pelo seu antecessor.

Pokémon é uma franquia com vários títulos em gêneros diferentes. Embora boa parte deles gire em torno do combate, temos também aquelas obras que tentam explorar lados diferentes sobre esse exótico mundo de criaturinhas com superpoderes. Esse é o caso da subsérie Detective Pikachu, que também teve uma adaptação de sucesso nos cinemas.

Detective Pikachu Returns é uma continuação direta do jogo de 3DS e promete trazer ainda mais mistérios para resolver. Como um jogo de aventura focado na resolução de casos criminais, teremos a oportunidade de ver Tim Goodman e Pikachu novamente em ação e a expectativa é que pelo menos um dos grandes mistérios do original seja finalmente explicado.

Seguindo os passos do pai

O conceito de Detective Pikachu envolve um jovem rapaz chamado Tim Goodman que acaba se mudando para Ryme City, a cidade em que seu pai, Harry, vivia após o seu misterioso desaparecimento em um acidente de carro. Chegando lá, ele conhece um Pikachu e descobre que consegue escutar o que ele fala e que ele se intitula um grande detetive. 

Em pouco tempo, os dois percebem que possuem o mesmo objetivo: buscar pistas sobre o paradeiro de Harry Goodman, que também era parceiro do Pikachu. Para poder fazer isso, a dupla se une e começa a trabalhar para a Baker Detective Agency e a investigar casos misteriosos que o pai de Tim estava conferindo.

Conforme a trama avança, esses casos vão demonstrando ter conexões misteriosas e aos poucos revelando uma trama sinistra que ameaça acabar com a paz de Ryme City. Porém, sem entrar em muitos detalhes, é importante ter em mente que o jogo de 3DS não apresenta uma conclusão para o caso de Harry nem explicando por que Pikachu passou a conseguir falar após o acidente.

Por conta dessas pontas soltas muito notáveis, já era esperado que o título teria uma continuação, que foi oficialmente anunciada em 2019 apenas como “novo Detective Pikachu”. Finalmente agora o jogo está prestes a sair e temos mais informações sobre a proposta, sendo o mistério do desaparecimento do pai de Tim um dos seus principais ganchos, embora seja nítido que a demora para o seu lançamento já tenha reduzido consideravelmente o interesse em Returns.

Os novos casos e o método de investigação

Pelos últimos dois anos, Tim e Pikachu têm continuado sua investigação, mas não parecem ter encontrado mais pistas desde o fim do primeiro jogo. Porém, em Detective Pikachu Returns, um misterioso roubo de joias dá início a uma nova série de crimes que usam Pokémon, um fator aparentemente incomum mesmo em uma região na qual eles convivem com humanos em harmonia.

Para desvendar o que aconteceu, Tim e Pikachu terão que vasculhar as cenas dos crimes buscando evidências do que realmente aconteceu. Além de provas físicas, será necessário conversar com potenciais testemunhas e suspeitos. Isso inclui não apenas pessoas, como também Pokémon, que felizmente podem conversar com o Pikachu, que então repassa as informações para Tim.

Juntos, a dupla consegue ser mais habilidosa do que um detetive humano normal, complementando um ao outro e rendendo uma coleta de informações mais abrangente em um bloco de notas. Eles também discutem o que descobriram sobre os crimes em uma dedução colaborativa, com Pikachu levantando questões que precisam ser respondidas para avançar o caso.

Uma novidade importante é que será possível contar com a ajuda de alguns Pokémon para as investigações. Até o momento foram revelados Growlithe, Galarian Darmanitan e Luxray, mas é possível que haja outras criaturas auxiliares não reveladas. Cada uma delas possui habilidades específicas úteis para revelar novas pistas: a Growlithe tem um excelente olfato, o Darmanitan é capaz de quebrar pedras com seus punhos e Luxray permite enxergar através de paredes.

A expectativa é que essas adições ajudem a dar um pouco mais de variedade à gameplay e ajudem a explorar mais possibilidades únicas do que significa uma investigação criminal no mundo de Pokémon. Tendo em vista o jogo original, também se espera que Detective Pikachu Returns seja uma porta de entrada tranquila para novatos em aventuras investigativas, com detalhes bem óbvios sendo amplamente discutidos e a possibilidade de solicitar ajuda para Pikachu caso o jogador fique perdido.

A principal preocupação é a forma como vão resolver o caso do desaparecimento de Harry, tendo em vista que o original tinha um final pouco satisfatório. Seria muito difícil justificar a ausência de uma conclusão adequada em Returns.

Aceita um cafezinho?

Detective Pikachu Returns tem a oportunidade de expandir a proposta de investigação criminal no mundo de Pokémon. Embora a demanda tenha reduzido consideravelmente devido à demora para o lançamento do jogo desde seu anúncio em 2019, a expectativa é a de um jogo de aventura criminal de fácil entrada para novatos e que finalmente resolva as pontas soltas do jogo original.

Detective Pikachu Returns — Switch
Desenvolvedora:
Creatures Inc.
Gênero:
Aventura
Lançamento:
6 de outubro de 2023
Expectativa:
4/5

Revisão: Vitor Tibério
Referências: Serebii, Bulbapedia, Site oficial em inglês, eShop


é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não tenha em mãos um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google