Produtor de The Legend of Zelda é nomeado Cavaleiro das Artes e Letras na França

Eiji Aonuma entra para pequeno grupo de pessoas da indústria dos games com a honraria.

Eiji Aonuma, produtor da série The Legend of Zelda, foi nomeado para l’ordre des Chevaliers des Arts et des Lettres ("a ordem dos Cavaleiros das Artes e das Letras", em tradução livre). O anúncio foi feito na última quinta-feira (2) pela ministra da Cultura da França, Rima Abdul-Malak.


O título é concedido às pessoas que "contribuíram significativamente para as artes, literatura ou a propagação destes campos". Aonuma está na franquia desde o clássico The Legend of Zelda: Ocarina of Time (N64), quando atuou como líder de design. Seu mais recente trabalho é na produção de The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom (Switch).

Aos 60 anos, o produtor se junta a outros nomes da indústria que já foram condecorados com a honraria, como Julie Chalmette, diretora geral da Bethesda França; Michel Ancel, criador de Rayman e gerente criativo da Ubisoft; Peter Molyneux, criador do game Populous; e Shigeru Miyamoto, criador de Mario, Pikmin e diversas outras franquias da Nintendo.

De acordo com a publicação francesa Le Figaro, haverá uma cerimônia presencial para entrega do título, mas uma data ainda não foi definida.


Nascido no mesmo dia que Manoel Bandeira (mas com alguns anos de distância), perdido em Angra dos Reis (dos pobres e dos bobos da corte também), sob a influência da MPB, do rock e de coisas esquisitas como a Björk. Professor de história, acostumado a estar à margem de tudo e de todos por ser fora de moda. Gamer velho de guerra, comecei no Atari e até hoje não largo os mascotes - antes rivais - Mario e Sonic.


Disqus
Facebook
Google