Pokémon Blast

Dossiê secreto, parte final: Os segredos de Team Plasma

O conceito de bem e mal varia de acordo com nossas experiências e valores morais. Em muitos casos, podemos pensar estar fazendo o bem, o... (por Jameson Sheen em 09/04/2013, via Nintendo Blast)



O conceito de bem e mal varia de acordo com nossas experiências e valores morais. Em muitos casos, podemos pensar estar fazendo o bem, o que é certo, quando, no ponto de vista de outra pessoa, nossas ações não podem ser vistas de outra maneira se não como o próprio mal tomando forma. "Libertar todos os Pokémon do controle dos humanos" é visto por muitos treinadores como insanidade, mas será que é realmente errado? E, se isso é errado, o que é o certo? Hoje conheceremos Team Plasma, os vilões da região de Unova nos jogos Black & White e Black 2 & White 2.


ALERTA: O texto abaixo pode conter spoilers para quem não jogou as versões Black, White, Black 2 e White 2! Leia por sua conta em risco.

Ameaça definida


O que é "plasma", muitos aqui já sabem. De forma semelhante, temos a ideologia desse grupo criminoso, que tem como foco separar Pokémon e treinadores,deixando os monstrinhos livres do domínio de seus atuais donos. Team Plasma segue mais como uma religião do que um grupo criminosa tradicional. Algo mais próximo de uma religião pagã por ter como ídolos os Pokémon, seres naturais. Um curiosidade sobre isso é vista em Black 2 & White 2, quando um cientista de Team Plasma está trabalhando em reanimar o fóssil de Genesect e modificá-lo para torná-lo o Pokémon mais poderoso já existente. N, o líder de Team Plasma, discorda do plano e o cancela, pois ele acredita que os Pokémon não devem ser modificados já que isso remove sua "pureza".

Semelhante à Team Rocket, esse grupo é o único grupo criminoso que aparece mesmo anos depois de sua primeira aparição. No caso de Team Aqua, Team Magma e Team Galactic, as histórias de Ruby & Sapphire são paralelas, tal como de Diamond & Pearl, enquanto as histórias de Emerald e Platinum se passam pouco tempo após as primeiras versões. O que não é o caso de Gold/Silver/Crystal que acontecem anos após Red/Blue/Yellow e Black 2 & White 2 que se passam dois anos após Black & White. E, nesses dois anos, podemos ver algumas mudanças evidentes na estrutura do grupo.

Na história das versões Black & White, Team Plasma planeja liberar os Pokémon de seus donos e sua grande manobra final é quando eles dominam o Pokémon Storage System, sistema responsável por transferir os monstrinho pelo PC de qualquer Pokémon Center, visando liberta-los. Isso seria mesmo um plano maligno? No fim de Black 2 & White 2, Ghetsis revela que não planejava, de fato, realizar isso dois anos atrás. Então, apesar de ter um líder bondoso (ou "rei" como N é conhecido dentro do grupo), muitas das ações de Team Plasma foram regidas por Ghetsis secretamente. Além dos novos uniformes, Team Plasma também é dividida em dois grupos: o grupo de vilões liderados por Ghetsis e Colress, que não escondem terem planos malignos, e um grupo de ex-membros que,  seguindo a filosofia de N,  tentam parar os planos da atual Team Plasma.

Esperança e medo


Já foi possível notar que Team Plasma tem uma temática mais voltada para um contexto religioso do que uma organização criminosa propriamente dita, como uma máfia. Seus membros se vestem de forma semelhante aos templários e o brasão do grupo lembra o Chi Rho (quem não conhece, busque imagens no google) . A abertura dos jogos Black/White já mostram uma cerimônia,  dando uma gostinho do que está por vir. Dentro desse grupo,  há sete homens conhecidos como Seven Sages que funcionam como uma equipe de apoio e aconselhamento ao jovem rei N em sua busca para libertar os Pokémon. Eles costumam evitar combates, tendo os outros membros do grupo para fazer isso por eles, logo eles são um grupo de inteligência, não de combate. Apesar de, em certo momento do jogo, ser possível enfrentar Ghetsis, o líder dos Seven Sages.



O nome de Gorm na versão japonesa é Azula, palavra do latin que significa "azul". Bronius, por sua vez, é chamado na versão japonesa de Sumra palavra arábica para "marrom". Rood é chamado de Rot, o alemão para "vermelho". Giallo mantém seu nome da versão oriental que italiano é "amarelo". Já Ryoku é a versão reduzida de Ryokushi (que vem de ryokushoku, outro nome para verde em japonês além de midori). Além de Ghetsis (que não tem um nome baseado em uma cor do arco-íris), há outro membro do grupo que tem destaque em Black 2 & White 2, Zinzolin. Os outros cinco sábios seguem caminhos diversos após a conclusão do primeiro do jogo e aparecem (mas não todos) apenas como suporte, em muitos casos, contra a atual formação de Team Plasma. Zinzolin ganha um novo uniforme como os outros membros do grupo e até participa de algumas batalhas, munido de seu Cryogonal e Sneasel (que evolui até a última batalha). E como não poderia deixar de ser, o nome original de Zinzolin é Vio nas versões japonesas, obviamente conotando a cor "violeta".

Seven Sages tem uma temática baseada no taoísmo, o que funciona bem nos jogos Black/White justamente pelo popular yin-yang (pelo qual até os dragões Zekrom e Reshiram são conhecidos). Não é tão incomum que um dos sábios recitealgumas passagens da cultura chinesa, nas quais até o tão popular por aqui Sun Tzu (de "A Arte da Guerra") está entre essas citações. Diferente de Team Aqua, Team Magma e Team Galactic, os planos da Team Plasma não envolvem um Pokémon em específico, uma outra semelhança com Team Rocket.

Até onde a escuridão pode levar


Apesar de não ter um nome baseado em uma cor do arco-íris, Ghetsis Harmonia, tem um nome bem interessante na versão oriental: G Cis. Fora de contexto,  pode não significar nada, mas quem conhece música sabe que G Cis  formam um trítono, mais em especial, o que era conhecido como "som do diabo" ou "diabo na música" no século 18 e foi proibido pela igreja. Antigamente, quando não existiam as tonalidades como conhecemos hoje, musicas eram arquitetadas em sequências de tons e semitons. Mas hoje não vamos falar de polifonias mais complexas, mas apenas que o trítono (formado por G Cis) e seu intervalo com os três tons dissonantes era considerado indesejável na música sacra e passou a ser associado ao diabo. E para você que ficou curioso para ouvir essa combinação musical, não se preocupe, pois ela é a base do tema de batalha de Ghetsis. E,  honestamente, ouvindo nos dias de hoje, parece não ser nada demais.



Em contrapartida, temos N, um jovem de passado misterioso e que evitaremos dar spoilers sobre isso aqui, mas ele é o líder de Team Plasma, ou "rei". E para quem considera isso spoiler, é um fato que podemos tomar conhecimento em Nimbasa City, antes mesmo de conseguir a quarta insignia. N é bem próximo de Anthea (Verbana na versão japonesa) e Concordia (Helena na versão japonesa). Antes que vocês liguem seus nomes originais à "The Vampire Diaries", Verbana é um nome para "deusa do amor" e Helena é um nome para "deusa da paz". Assim como N, essas duas são órfãs que foram acolhidas por Ghetsis. N tem a habilidade de entender o coração dos Pokémon (como Ash?) e é um pacificador. Fica evidente que N não é um vilão propriamente dito desde o início da história e talvez alguns de vocês, como eu, ficaram muito chateados quando viram que N fazia parte de Team Plasma e vocês não poderiam mais ser amigos. Apesar da abertura do jogo deixar isso a entender, ainda é uma surpresa quando fica claro.

Apesar de não terem chegado tão perto de realizar seu plano como Team Galactic, esse grupo esteve com tudo preparado no fim da história de Black & White, apenas aguardando o comando de seu líder para executar seu plano final. Desconsiderando a animação televisa e os mangás, Team Plasma é o grupo que tem a história mais profundamente abordada dentro dos jogos. Podemos encontrar NPCs que foram ex-membros que deixam informações curiosas, é possível conhecer melhor a estrutura interna do grupo e sua hierarquia, com direito a intrigas internas e até surpresas no final da história do jogo. 
Perdeu as partes anteriores? Confira elas a seguir:
Parte 1 - Team Aqua e Team Magma
Parte 2 - Team Galactic
Revisão: Rafael Neves
Capa: Daniel Machado


Jameson Sheen é programador e estuda Game Design. Investe seu tempo livre aprendendo novos idiomas e novos instrumentos musicais. Além de análises e outros artigos, escreve para coluna semanal Pokémon Blast. Você pode ler mais sobre Sheen em seu Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook