Dragon Warrior V/Dragon Quest VI (SNES) foi traduzido, localizado, mas cancelado

Jogo estava pronto para lançar quase que simultaneamente com o Japão, mas filial da Enix nos Estados Unidos foi fechada antes.

As localizações dos jogos japoneses no ocidente nos anos 1980 e 1990 sempre deram pano para a manga na história dos games, especialmente nos gêneros mais identificados aos orientais, como os RPGs. No entanto, esse não era o caso inicialmente da série Dragon Quest, nomeada por aqui como Dragon Warrior. Apesar de alguns anos de atraso, todos os títulos do Famicom lançados no Japão da série desenhada por Akira Toriyama, fizeram a travessia mundial para o NES, e tiveram relativo sucesso comercial (impulsionado também pela localização do desenho animado da série, batizado no Brasil de Fly: O pequeno guerreiro).

Pois bem, apesar de todo esse sucesso e das boas relações iniciais, a série simplesmente desapareceu do ocidente entre 1992 com Dragon Warrior IV: Chapters of the Chosen (NES) e 2001 Dragon Warrior VII: Warriors of Eden (PS). E isso tem uma razão. Nesse período a subsidiária da Enix nos Estados Unidos foi fechada pela Enix japonesa devido supostamente às baixas vendas de seus jogos na América.

A grande vítima desse fechamento foi a série Dragon Quest/Warrior, que não teve nenhum dos dois jogos de Super Famicom lançados no ocidente. O quinto título original da série, Dragon Quest V: Hand of Heavenly Bride (1992/SNES) não viria ao ocidente de qualquer jeito, a Enix alegou que teve dificuldades na programação do jogo localizado, que ficaria caro demais. Sendo assim, a desenvolvedora decidiu lançar. o então futuro, Dragon Quest VI: Realms of Revelation (1995/SNES) como Dragon Warrior V (SNES) para os jogadores ocidentais, mas que, no entanto, nunca chegou a ver a luz do sol poente.
Dragon Quest 6 seria lançado como Dragon Warrior 5 nos Estados Unidos, o Dragon Quest 5 original se mostrou trabalhoso e caro demais para justificar a localização. 
O antigo produtor da Enix dos Estados Unidos, Robert Jerauld, falou sobre o assunto em entrevista portal Gaming.moe. Segundo o desenvolvedor, Dragon Warrior V estava traduzido e localizado, pronto para ser lançado, mas a Enix japonesa decidiu fechar a filial estadunidense antes mesmo do lançamento programado para Japão do título (como Dragon Quest 6).
Nós localizamos ele, estava pronto para ser lançado. [...] DQ6 [Dragon Quest VI, no Japão] estava completamente traduzido e pronto para sair como DW5 [Dragon Warrior V, nos EUA]
Na época, mas principalmente depois, o boato que se popularizou era de que Dragon Warrior V (ou DG6) era um jogo muito "feio" para o momento e a Nintendo da América não quis mais bancar o lançamento do jogo (que culminaria no fechamento da Enix America). Àquela altura jogos com gráficos de 32 bits, como Donkey Kong Country (SNES), já haviam sido lançados, ampliando os horizontes visuais do Super Nintendo. Jerauld desmente:
Nós estávamos com o jogo traduzido e ele já estava pronto para se lançado no japão [final de 1995]. Naquele momento era um dos RPGs mais bonitos que eu já tinha visto. Tinha um estilo mais clássico do RPG da série. A Enix não estava concorrendo com a Square tentando desenvolver personagens mais realistas e cut-scenes mais apelativas visualmente. A fórmula da Enix sempre foi focar na jogabilidade antes, ter qualidade nisso e depois criar os visuais ao redor da jogabilidade. Até onde sei, a Nintendo sempre apoiou MUITO a série Dragon Quest, e continua assim. 
Dragon Warrior 5 simplesmente não foi lançado a tempo antes da Enix America ter fechado. Não tinha nada a ver com a qualidade visual e tudo a ver com a Enix America não estar lá para lançar. Como disse, o jogo estava praticamente terminado e pronto para ser lançado, mas não tivemos o tempo necessário para aparar as arestas e terminar os testes. Eu realmente escutei depois boatos que a NOA [Nintendo of America] estava procurando por jogos baseados em polígnos naquele momento, mas nunca vi ou escutei nada sobre isso enquanto trabalhava na Enix. A NOA queria o jogo, mas não estávamos mais lá para lançar. 

Dragon Quest V: Hand of the Heavenly Bride e Dragon Quest VI: Realms of Revelation (que seria o Dragon Warrior 5) foram finalmente lançados no ocidente, com seus nomes e números originais, em 2009 e 2011, respectivamente, com remakes feitos para o Nintendo DS.

Fonte: Gaming.moe
Lucas Palma Mistrello é historiador, mestre pela Universidade Federal de São Paulo. Redator nos Blasts desde 2012, começou com os games com o Atari 2600 e é eclético em gênero e temas: vai de COD e Medal of Honor a Pokémon e Zelda com a mesma vontade. Sempre está de olho nos comentários das postagens.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais