Phoenix Wright quase foi chamado de "Roger Wright" no ocidente

Em entrevista, o tradutor do primeiro jogo para o inglês disse que "Roger" era sua opção favorita de nomes pro personagem, mas a Capcom preferiu "Phoenix".


Apesar de hoje o nome "Phoenix Wright" soar tão natural para os fãs ocidentais da série Ace Attorney, por pouco que o personagem não recebe outro nome durante a localização do jogo. Em uma entrevista à USGamer, o tradutor do primeiro Phoenix Wright: Ace Attorney e de Apollo Justice: Ace Attorney revelou que tinha um nome bem diferente em mente.

"Minha sugestão original para o nome do personagem foi "Roger Wright". Eu criei uma lista com nomes e sobrenomes, e a mandei para a Capcom. "Phoenix" estava entre esses nomes, mas numa posição bem baixa na lista, com "Roger" no primeiro lugar.

E eu senti que "Wright" era o sobrenome perfeito, ainda mais por causa do trocadilho em japonês... "Naruhodo" foi usado muitas vezes no texto original como piada. Além do mais, é um humor auto-depreciativo, onde o cara cujo sobrenome é algo como "entendi!" simplesmente não entende. Eu precisava de algo inteligente e que fosse "sim, certo, entendi" para que ele pudesse dizer aquilo e meio que ter essa atitude, mesmo que ele não soubesse o que estava fazendo de errado.

Então "Wright" era perfeito, e "Roger" era minha primeira escolha, já que é tão comum o uso de aliteração no nome de heróis. E também, se você já assistiu ao filme Apertem os Cintos... o Piloto Sumiu! em inglês, sabe que "Roger" é uma grande fonte de piadinhas infames, então este pareceu um nome com muito potencial. Eles acaram decidindo por "Phoenix", por o nome soar mais heroico, e por um comentário da equipe japonesa de desenvolvimento (eles acharam que "Roger Wright" soa parecido de mais com "Roger Rabbit")."
A trilogia original de Ace Attorney: Phoenix Wright foi relançada esta semana para a eShop do 3DS nas Américas. Ela pode ser adquirida por RS$59,99 na eShop brasileira, ou por $29,99 na eShop americana e na canadense.

Fonte: GoNintendo
Jefferson Boldrin Cardozo é graduando em Eng. de Computação na USP. Passou a amar video games quando ganhou seu primeiro SNES com Donkey Kong Country e não parou desde então. Quando não está jogando ou em aula, pode ser encontrado no Facebook.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais