Microsoft descartou Wii como concorrente para Xbox 360 em 2005

Microsoft achava que GameCube havia sido um desastre de qual a Nintendo não se recuperaria.

Durante a realização de um podcast para o portal IGN, o ex-diretor da Microsoft, Peter Moore, atualmente executivo da Eletronic Arts, revelou um polêmico pensamento dos bastidores do mercado de consoles de uma década atrás. De acordo com Moore, o foco da Microsoft estava apenas em derrotar o novo PlayStation 3 da Sony, descartando a Nintendo como concorrência. Durante a preparação para o lançamento do Xbox 360:
Tivemos três dias de reuniões [...] onde nós fizemos algumas simulações sobre a guerra de consoles que viria a frente, e, eu, na verdade, incorporava a postura de Ken Kutaragi [executivo da Sony]. Fizemos uma espécie de consultoria, foi bastante divertido. Mas houve algo que esquecemos completamente... [...] nós descartamos completamente a Nintendo. Isto pois eles estavam saindo do GameCube, e ele foi um desastre. [...] e no final, ela destruiu nós e a Sony!
Apesar de ter sido o console menos vendido da história da Nintendo, desonra que o Wii U caminha a passos largos para obter, em relação ao Xbox original, não houve "desastre". Com marcas de 24 milhões para a Microsoft e 22 para a Nintendo, e ainda 11 milhões para a Sega, "desastre" seriam todos esse contra o PlayStation 2 e suas 150 milhões de unidades vendidas.

Lucas Palma Mistrello é historiador, mestre pela Universidade Federal de São Paulo. Redator nos Blasts desde 2012, começou com os games com o Atari 2600 e é eclético em gênero e temas: vai de COD e Medal of Honor a Pokémon e Zelda com a mesma vontade. Sempre está de olho nos comentários das postagens.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais