Game Music

Game Music: Super Mario World (SNES)

Saudações gamísticas! Na coluna Game Music de hoje, faremos a análise da trilha sonora de um jogo que com certeza ocupa um lug... (por Alan Murilo em 16/03/2012, via Nintendo Blast)

Saudações gamísticas! Na coluna Game Music de hoje, faremos a análise da trilha sonora de um jogo que com certeza ocupa um lugar de destaque tanto no rol de obras-primas da Big N como em nossos corações. Sim, estou falando de Super Mario World (SNES). Então, se acomode em sua cadeira, aumente o volume, e prepare-se para reviver os bons momentos passados no Super Nintendo em busca da princesa Peach! 


O início


Super Mario Bros. (NES), lançado em 1985, foi revolucionário ao apresentar elementos inéditos para a época e que existem até hoje no universo dos jogos eletrônicos, como o movimento Side Scrolling (onde a tela acompanha os movimentos do jogador), e as Warp Zones, que permitiam ao encanador pegar “atalhos” para encurtar a aventura. A aventura foi aclamada por público e crítica, e seu sucesso garantiu duas continuações (três para o mercado japonês): Super Mario Bros. 2, em 1988, e Super Mario Bros. 3, em 1990, ambos para o NES.

Porém, dentro de uma indústria que começava a caminhar a passos largos e a pedir por evoluções técnicas, nosso querido NES já dava sinais de que sua hora havia chegado. Eis que em 1991 é apresentado ao mundo o seu sucessor, acompanhado de um jogo que tinha a função dupla de mostrar a potência do novo console e ditar quais seriam os rumos da era 16-bit. Felizmente, Super Mario World conseguiu não só isso, mas também marcar aquela geração e (por que não?) a vida de quase todos que puderam aproveitá-lo.

Música para os ouvidos


Pam-pam-pam, param-pam! Tudo bem, tudo bem, aqui não tem como. Mas vamos combinar que jogo sem músicas bacanas não dá. A trilha sonora é importantíssima na construção de uma narrativa por fazer parte da ambientação e por ajudar na imersão. Para entendermos melhor como esses dois fatos ocorrem, podemos pegar o exemplo de um filme. Você consegue imaginar aquela cena de suspense com um pagode de tema de fundo? Pois é. Muito da impressão que nós temos de algo devemos à trilha sonora. Mais um exemplo? Você pode não ter visto o filme Tubarão, de 1975. Ou Psicose, obra-prima de Hitchcock e também conhecida como Psycho. Mas provavelmente sentirá um arrepio ao ouvir algum trecho das músicas principais desses dois filmes.





E a Nintendo sabia dessa importância que as músicas possuem para o decorrer de uma história. Super Mario Bros. já apresentava essa sintonia, com melodias alegres em fases tranquilas e passagens dissonantes em momentos tensos. No entanto, tudo estava limitado pelo hardware de som precário do NES. Agora em uma nova plataforma, que contava também com um sistema de áudio mais robusto, Koji Kondo pode finalmente liberar a sua criatividade. O resultado? Algumas das mais memoráveis composições da história dos videogames, e que dão o ar da graça até hoje em novos arranjos nos games mais recentes do bigodudo.

Excelência Técnica



Talvez a maior qualidade de Super Mario World seja a já citada sintonia. Desde um simples pulo de Mario até a companhia do nosso querido Yoshi, praticamente tudo o que acontece no jogo tem reflexos na trilha sonora. Um exemplo desses (muitos!) pequenos efeitos é o "tilintar" quando pegamos as moedas e a nota musical que ouvimos ao pisotear um Koopa ou um Goomba. São pequenos adereços que você talvez nem tenha notado, de tão naturais que soam no decorrer da experiência, mas que ajudam muito na imersão.

E quando trocamos o nosso foco para as músicas propriamente ditas, chegamos à cereja do bolo. Praticamente todo jogador que experimentou Super Mario World lembra dos temas que embalam a aventura. Ou vai me dizer que você não lembra do sorriso que deu ao descobrir pela primeira vez o mapa Special? E da música, você lembra?


Uma curiosidade sobre esse tema em especial (opa, trocadilho) - A partir dos 30 segundos, é possível ouvir um remix do tema original de Super Mario Bros!

Lembra da imersão já citada anteriormente? Ela só acontece porque a música combina perfeitamente com o que acontece na narrativa. Dentre muitos exemplos (que certamente demandariam mais de uma coluna), vamos citar alguns: Em fases tranquilas, ouvimos o tema Overworld, que é alegre e vibrante. Em estágios subterrâneos, o Underground, que se caracteriza pela melodia menor e tensa, e ajuda a aumentar a sensação de mistério do lugar. Debaixo d'água, ouvimos a valsa conhecida por Swimming. E na casa assombrada, o tema Haunted House, que, oscilante, chega a dar arrepios como o estágio. Relembre:

Overworld Theme -




Underground Theme -




Swimming Theme -




Haunted House Theme -




Outros legados


A trilha sonora de Super Mario World já recebeu diversas homenagens de fãs músicos. Uma delas, em especial, se destaca: a de Martin Leung, pianista que ficou famoso ao postar vídeos na internet nos quais tocava as músicas do jogo de olhos vendados e com uma destreza impressionante. Se você ainda não viu, vale a pena conferir:




Super Mario World marcou a história dos jogos eletrônicos, e a sua trilha sonora perfeitamente adaptada ao jogo contribuiu muito para isso. E você? Que lembranças guarda desse grande jogo e de suas músicas? Não deixe de comentar!
Revisão: Mateus Pampolha


Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook


  1. tenho esse jogo até hoje funcionando no super nintendo, meu filho tambem vai jogar ele

    ResponderExcluir
  2. esse e o maior de todos os marios!!! e olha q tem jogos espetaculares do mario hj >< esse sem dúvida é o melhor jogo de plataforma da história!!! love mario ♥

    ResponderExcluir
  3. mario musics: soo beautiful....

    ResponderExcluir
  4. Sempre esquecem do Athletic e do Castle...

    ResponderExcluir