Hands-on

Qual o lugar de Pikmin 3 perante os incríveis títulos anunciados para Wii U? Fomos lá na E3 descobrir

em 18/06/2013

Pikmin 3 (Wii U) está entre aqueles títulos que parecem gostar de nunca serem lançados. Depois de uma longa jornada que começou com um ... (por Rafael Neves em 18/06/2013, via Nintendo Blast)


Pikmin 3 (Wii U) está entre aqueles títulos que parecem gostar de nunca serem lançados. Depois de uma longa jornada que começou com um anúncio para Wii, o terceiro capítulo dessa série de estratégia em tempo real está mais próxima do que nunca de ancorar no Wii U. Com quase todas as novidades anunciadas, testamos a versão mais recente do título na E3 2013 e trazemos em primeira mão o que achamos de Pikmin 3. Afinal, um game mais tranquilo e modesto como esse tem espaço em meio a Super Mario 3D World (confira o que achamos desse título também) e The Wind Waker HD? Ao longo dessa matéria (que inclui também um exclusivo vídeo do gameplay com áudio do jogo), vamos tentar descobrir.

Um pouco de definição nunca é demais

Pikmin e Pikmin 2 já eram bonitos no GameCube, mas suas versões de Wii mostraram que os gráficos já estavam datados. Com Pikmin 3, o universo em microscópico da série fica exorbitante, algo que já havíamos notado na E3 2012. As texturas estão muito mais detalhadas, as animacões mais bem feitas e os efeitos de luz ótimos. Dá pra ficar alguns minutos só admirando as paisagens, contudo não pudemos testar as aventuras subterrâneas, nas quais os gráficos parecem ser ainda melhores. A trilha sonora, embora só a tenhamos ouvido em meio a muito barulho, é charmosa como sempre.


Miyamoto subiu ao palco animado para falar sobre Pikmin 3, e nós não deixamos a oportunidade passar para tirar dúvidas sobre as novas funcionalidades do título

Novo Pikmin, novos Pikmins

Tal qual a primeira sequencia de Pikmin, Pikmin 3 estreia novos tipos de Pikmin, que agora não mais por cores são definidos: o Rock Pikmin e o Winged Pikmin. Ambos eram o foco da demonstraçao da E3, e não deixamos de testá-los. O Rock Pikmin é ótimo para destruir cristais, enquanto o Winged pode voar, o que permite que levante barreiras ou transporte itens por cima de obstáculos. Além desses dois, todas as outras espécies dessas criaturinhas de Pikmin e Pikmin 2 estão confirmadas, sem falar nos novos três capitães jogáveis (Olimar, Louie, onde estão vocês?). Com tantas unidases para se utilizar, a troca entre os tipos de Pikmin e os capitães que serão lançados pelo jogador agora é feita de forma mais prática, basta apertar o botão C.

Com o renovado modo multiplayer, o trabalho em equipe está de volta em Pikmin 3
Apesar das inúmeras maneiras com as quais Pikmin 3 pode ser jogado, só pudemos experimentar a combinação Wiimote + Nunchuk (idêntica à versão de Wii) e com o GamePad mostrando o mapa. Não era possível designar ordens aos capitães pela tela de toque, como foi mostrado nos trailers, mas dava para testar a nova habilidade dos Pikmin: concentrar todos em uma investida fatal. Além disso, temos um novo dash utilizado com o direcional digital, que permite evitar golpes rapidamente. Em suma, Pikmin 3 é bem familiar a veteranos na série, mas traz, sim, algumas melhorias pontuais

É pra ficar de olho?

Sim, com certeza. Pikmin é uma série jovem, e é bom vê-la disputando terreno com as franquias jurássicas da Nintendo. É um game que envolve mais inteligência, então provavelmente não será tão popular quanto Mario Kart 8 ou Donkey Kong Country Tropical Freeze. Ainda assim, não tem como não ficar atento para como Pikmin 3 poderá nos impressionar. Pelo que pudemos testar, provavelmente valerá muito a pena incluí-lo em sua coleção de Wii U.

Já decidiu se vai se juntar a Alph, Brittany, Charlie e seu exército de criaturinha alienígena fazem-tudo?

Revisão: Jaime Ninice
Capa: Douglas Fernandes

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.