Perfil

A Princesa do Reino do Cogumelo revelando seus segredos. Conheça a Princesa Peach

Esta é a  Princesa Peach , também conhecida como Princesa Toadstool nos primeiros jogos da série Mario . É a meiga princesa do Reino do ... (por Unknown em 15/09/2013, via Nintendo Blast)


Esta é a Princesa Peach, também conhecida como Princesa Toadstool nos primeiros jogos da série Mario. É a meiga princesa do Reino do Cogumelo que vive em apuros, pois quase sempre é raptada pelo malvado Bowser e sua tropa de Koopas. Possui um temperamento amável e se mostra delicada e requintada ao longo de seus quase 30 anos de carreira. Uma personalidade que merece ser lembrada quando o assunto é Nintendo, tanto quanto Mario ou Luigi, já que a donzela em perigo está presente na série desde Super Mario Bros. (NES). Porém, esta meiga e adorável jovem esconde alguns segredos. Venha conosco nessa jornada pelo Reino do Cogumelo pra relembrar e descobrir momentos importantes de sua história.

Uma breve retrospectiva

A Princesa apareceu pela primeira vez lá no longínquo Super Mario Bros. para NES em 1985. Raptada por Bowser, a jovem vê todos os habitantes de seu Reino serem transformados em objetos e blocos e pede socorro para Mario e Luigi. Nos primeiros jogos da série, Peach, ou Toadstool como era chamada, tinha um papel bem claro: o de sempre ser raptada. Mas isto mudou em Super Mario Bros. 2 (NES), jogo em que fora utilizada no lugar de um dos personagem do game original Yume Kōjō: Doki Doki Panic (NES) e ganhou um destaque maior, tendo a habilidade de voar. Porém seu sucesso durou pouco e, a partir de Super Mario Bros. 3 (NES), Peach volta a ser a donzela em perigo novamente sequestrada pelos Koopas, desamparada na torre de um castelo ou dentro de um navio voador. E desde então este vem sendo seu papel em diversos jogos da série, pelo menos nos jogos da linha principal.


Com o passar dos anos, estilos de jogos foram aparecendo dentro do universo Mario, e Peach voltou a ganhar destaque com os jogadores. Em jogos de esportes, por exemplo, Peach mostrou ser habilidosa não só no quesito de ser raptada, mas que também é boa de kart, golf, tênis, baseball e, até mesmo, em natação e ginástica rítmica. Peach foi mostrando aos jogadores que não era só mais um rostinho bonito que servia apenas como desculpa para a aventura dos jogos em plataforma se desenrolar, mas que podia ser valente sem deixar de ser feminina. O auge de sua carreira aconteceu em 2005 com o lançamento de Super Princess Peach (DS).

De vítima a heroína

A princesinha de vestido cor-de-rosa saía em um passeio por seu reino em um dia ensolarado de verão. Porém, Bowser põe mais um de seus planos malignos em ação! Mas desta vez não é a princesa quem é sequestrada. Bowser e sua tropa conquistam o castelo encurralando Mario e os demais heróis, pensando que assim conseguiria o sucesso que há anos procura. Peach, sabendo do ocorrido, muda de papel e vai em busca de seus amigos. Mal sabia Bowser no que estava se metendo ao mexer com uma mulher, não é mesmo garotas?

Peach mostrando que não são só os rapazes que podem ser heróis

Quando Peach se posiciona como heroína, ela mostra que é dura na queda e, aproveitando-se de suas emoções, dá um couro nos inimigos com ajuda dos Toads e de Perry, seu guarda-sol. Realmente não podemos falar da Princesa sem citarmos este excêntrico game que merece ganhar uma pausa e ser analisado.

Peach e suas emoções à flor da pele!

Carisma único

Hoje Peach não é mais vista apenas como a princesinha indefesa que sempre que pode é raptada pelos inimigos. Tanto é que retornará como personagem jogável em Super Mario 3D World (Wii U). Assim como todos os outros personagens da série vem ganhando destaque, seu papel vem sendo melhor definido a medida que os jogos evoluem. Mesmo mostrando-se capaz, nos jogos mais recentes da linha principal, ela ainda é a donzela em perigo, papel que desempenha muito bem e não reclama, pois sabe que sempre teremos jogadores dispostos a salvá-la das garras do Mal. Então, hora de pegar seu Super Smash Bros. e sair dando "bundadas" em seus adversários para mostrar que com Peach, ninguém mexe! E o Fox aprendeu isso da pior maneira possível:


Revisão: Luigi Santana 
Capa: Hugo Henriques


Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google