Jogamos

Análise: Pokémon Masters (Android/iOS) traz batalhas em tempo real e mecânicas conhecidas

O jogo se destaca com ótimos gráficos e trilha sonora, já as lutas mantêm a mecânica utilizada em outros títulos da série mas de forma bastante simplificada.



Chegou aos dispositivos móveis o mais novo jogo da série Pokémon. Pokémon Masters foi lançado no dia 29 de agosto e foi aguardado por muitos fãs pois, desde que foi apresentado, os trailers mostravam que o título teria uma premissa diferente de qualquer outro jogo mobile da franquia. Percebe-se que o foco da Pokémon Company e DeNA foi de trazer uma experiência mais próxima dos jogos de RPG da série lançados para console, mas em uma versão bem descomplicada e mais focada nas batalhas.

A companhia nos contemplou com um game que traz uma nova região a ser explorada, personagens e líderes de ginásio conhecidos, mas também alguns novos, como um novo rival, professor e um personagem principal que pode ser customizado à sua preferência. Quem cresceu com os jogos da franquia, pode se sentir confortável com parte do jogo que traz golpes e efeitos de batalha já vistos anteriormente, destacando até a inclusão da Mega Evolução e gráficos que se assemelham com Sun e Moon. Porém, algumas novidades podem causar estranheza aos mais conservadores.

Seja bem-vindo (a) à região de Pasio!

Uma nova região


Quem jogou os jogos anteriores lançados para portáteis da Nintendo sabe que em Pokémon temos uma jornada a percorrer desde que nos despedimos da nossa “mãe”, capturando monstros, fazendo amizades, descobrindo e explorando um vasto mapa até coletar todas as insígnias requeridas para poder ingressar na liga Pokémon. Lá é onde sua verdadeira força será testada. Tudo isso acontece em uma região que difere em cada título e tem suas próprias regras. Em Pokémon Masters, Pasio é uma ilha artificial onde a regra é o seguinte: cada treinador tem um parceiro, sendo este, o seu Pokémon mais confiável. Juntos, eles são considerados um Sync Pair.

As batalhas podem ser feitas em até, no máximo, time de 3 contra 3. Isto significa que seu personagem vai poder carregar apenas um Pokémon, assim como os outros treinadores desta ilha, mas ao mesmo tempo, vai poder jogar com outros monstros também! Pois, afinal, você pode criar times de até 3 Sync Pairs e controlar cada um. Inclusive, não é obrigatório que seu personagem principal esteja sempre na equipe! Faça trios de Sync Pairs com quaisquer treinadores que se aliaram a você na sua jornada, podendo eles serem conquistados através do modo história ou utilizando Gems, um tipo de pedra que você ganha cumprindo missões ou ganhando batalhas.

A região de Pasio possui um mapa explorável cheio de treinadores querendo desafiar sua força. Eles são de diversas classes que incluem Ace Trainers, Hikers, Pokémon Fans, Rangers, e vários outros. Não há Pokémons selvagens, por isto não há opção de captura. A maior cidade de Pasio é a Centra City, local onde concentra um Pokémon Center que também é praticamente o HUB do jogo, pois lá é possível comprar e trocar itens, recrutar novos Sync Pairs e gerenciar seus times, mudando a formação ou aplicando melhorias.


Cada parte da região tem um líder, chamado de PML Leader. Eles são semelhantes aos líderes de ginásio pois você os enfrenta após passar por todos os desafios da cidade dele. São cinco insígnias no total para, por fim, conseguir entrar na PML (Pokémon Masters League). Sua jornada não será fácil pois além deles, há um time que vai fazer de tudo para ser uma pedra em seu caminho: O Team Break. Eles são a equipe de vilãs que agem como parasitas na região, pois sua intenção é roubar Pokémons fortes de outros treinadores e perturbar a PML. Obviamente você vai se opor a isso, e então, eles vão sempre querer mostrar que têm a razão através de batalhas em cada cidade.

Não pense que Pasio não atrai a atenção de especialistas em Pokémon! Você vai conhecer a Professora Bellis. Ela vai se apresentar logo no começo de sua jornada e vai relevar que é especialista sobre a relação entre os Pokémons e as Sync Stones.

Primeiros passos


Assim que iniciar o jogo pela primeira vez, Blue, o famigerado rival da primeira geração, vai te dar boas-vindas ao universo de Pokémon Masters. Com uma expressão orgulhosa na cara, ele diz ser um tanto importante ali. Então, vai querer te conhecer. Hora de inserir seu nome e personalizar seu personagem principal, podendo escolher entre ambos os sexos. Assim que sua identidade é definida, você vai parar no Pokémon Center de Centra City. Um lugar seguro onde treinadores descansam com os seus Pokémons. Três garotas trabalham ali: Trista, a recepcionista; Tricia, vendedora; e Trinnia, do café shop. Abaixo da tela, há atalhos para cada um, pulando as cenas de diálogo.

Na recepção, onde o atalho é representado por “Explore”, você é levado à aventura. As opções a seguir incluem: Main Story, onde acontece a história principal do jogo, dividida em capítulos; Events, local usado para jogar missões secundárias quando disponíveis; Sync Pair Stories, feito para que converse e conheça um pouco de cada Sync Pair que juntou-se ao seu time, podendo também participar de lutas de evolução; e Training Area, importante seção usada para fins de treino e obtenção de itens distintos. Nem todas as opções estarão disponíveis logo no início. Elas vão aparecendo dependendo do seu progresso na aventura principal.

A loja do jogo, representada pelo atalho de “Shop”, é o local onde você pode comprar e trocar itens e conseguir mais personagens. A primeira opção, Sync Pair Scout, é a seção de recrutamento. Consiga novos Sync Pairs ao seu time trocando suas Gems e torça para que venha aquele treinador que você mais gosta. Cada Sync Pair é representado por uma quantidade de estrelas, sendo cinco a mais forte.


Para que não se confunda, há dois tipos de Gems: as que você compra com dinheiro de verdade, chamadas de Paid Gems, e as que você consegue como recompensas do jogo, as Non-Paid Gems. Ambas podem ser usadas para recrutar novos personagens sortidos, mas as chances de conseguir um Sync Pair de cinco estrelas é garantido com as Paid Gems.
Quanto mais você recruta, mais pontos você recebe em Scout Points, localizado na parte superior direita da tela. Troque esses pontos por qualquer Sync Pair do jogo quando você chegar a marca de 400 Scout Points.

A outra opção da loja, Purchase Gems, é onde você compra Gems com o seu cartão de crédito. Há opções em promoção e você pode até optar em receber notificações push quando houver baixa de preço. Se caso houver uma interrupção de rede durante a compra e você tiver problemas, não se preocupe, pois, há a opção Complete Purchase para que sua compra seja restaurada e por fim concluída. A última opção, Exchange Items, é onde você troca suas moedas e diversos itens do jogo por outros. Itens importantes como os de evolução encontram-se ali.


O café shop do jogo é, nada mais, onde você gerencia sua equipe e os Sync Pairs individualmente. É representado pelo atalho “Team”, e o uso é obrigatório para que você possa fortalecer o time. A primeira opção dele é Edit Team. Aqui, você cria o time formando-o em um trio com quaisquer Sync Pairs desejar. É possível criar até 18 times e organizar na ordem que preferir, sendo possível até nomear cada um.

Caso queira algo mais rápido na seleção do trio, use a opção Optimize para que o jogo possa sugerir os melhores Sync Pairs do seu banco de personagens de um tipo específico. Essa área sempre vai aparecer para você antes das batalhas, portanto, não é necessário acessá-la manualmente sempre que for fazer tais alterações. A segundo opção do menu é o Level Up, usado caso você queira aumentar o nível dos Sync Pairs. Para isto, você troca itens específicos chamados de Level-Up Manual. Esta é uma forma rápida de subir nível pois também é possível ganhando XP em batalhas.

Quando o Sync Pair sobe de nível, o Pokémon eleva suas estatísticas de poder. A distribuição dos pontos de atributos específicos mantém a característica de cada Pokémon, como nos outros jogos da série. Aos jogadores assíduos, não comparem as consequências competitivas de usar Rare Candies dos outros jogos. Em Pokémon Masters, não há diferenças em elevar o poder do Pokémon com XP de batalhas ou com o uso do Level-Up Manual.

Em Moves & Skills, você pode gerenciar os movimentos dos Sync Pairs. É possível ter até 4 para cada. Essa é a única área onde você pode ensinar ataques novos pois eles não ganham automaticamente ao subir de nível. Para ensinar, é necessária uma quantidade específica de itens que cada movimento requer. Cada Sync Pair tem até 4 movimentos fixos, sendo que um deles pode ser o uso de um item. Por exemplo, o Brock e o Onix vêm com “Rock Throw” e “Potion”. Os outros movimentos que são desbloqueáveis é o “Rock Tomb” e “Rock-Hard Determination!”. Não há mais que isso.


Causa estranheza no começo, principalmente ao fato de que um dos movimentos é a utilização de um item. Lembre-se de que em Pokémon Masters, é o treinador e o Pokémon que participam das batalhas. Além do mais, os golpes são bem distribuídos para cada Pokémon. Ele sempre vai ter um golpe fraco e um forte. Cada um, assim como nos outros jogos de Pokémon, tem seu tipo, categoria, poder, precisão e efeitos. Por exemplo, o Bullet Seed do Treecko do Brendan é do tipo Planta, golpe físico, tem o nível 15 de dano/poder, precisão 100% e efeito contínuo. Nesta mesma página, há uma descrição sobre o que cada movimento faz para que você conheça melhor cada um.

Não somente movimentos, mas você também pode desbloquear uma habilidade para o Pokémon! Chamadas de Passive Skill, ou, habilidade passiva em português, elas trazem uma condição específica na batalha quando o Pokémon entra. A do Onix mesmo, por exemplo, é de melhorar a defesa ocasionalmente após o uso de um movimento. Alguns Pokémons possuem mais de uma, mas nenhuma já vem desbloqueada. É necessário trocar determinados itens para tal.

Saindo da área de movimentos, a opção Unlock Level Cap serve para aumentar o limite de nível de cada Sync Pair. Cada Sync Pair tem um limite de até qual nível ele pode chegar. Ao chegar nesse nível, ele não ganha mais XP nas batalhas pois não vai mais poder evoluir, exceto se você aumentar essa capacidade. Ao fazer isso, ele consegue subir de nível novamente até alcançar um novo limite e, portanto, o método ocorre sucessivamente. Felizmente, pelo menos no começo, aumentar a capacidade do limite não requer muitos itens.

A última opção da lista do Café Shop é Increase Potential. Lembra-se que cada Sync Pair possui um número de estrelas que determina sua força? Aqui, você pode atribuir uma estrela a mais a um deles, podendo chegar até cinco estrelas no máximo. Isto requer um item chamado 5 Stars Power-Up, adquirido na loja do jogo.


Agora que entendemos as três áreas principais do Pokémon Center, vamos para o Poryphone! Trata-se de um dispositivo eletrônico usado pelos treinadores em Pasio que te dá acesso a várias funcionalidades e informações. É acessado no canto inferior direito e vai te trazer um ambiente um pouco familiar pois seu estilo se assemelha com os menus dos jogos de Pokémon de outras plataformas onde você tem acesso à mochila, dex, time e outras coisas.

Portanto, aqui é possível ver seu cartão de jogador e aparência, tabela das missões do jogo e suas recompensas, lista de amigos, itens e conteúdo da mochila, uma dex que mostra todos os Sync Pairs, além de ajustes e informações do jogo. Sim, é possível adicionar amigos que também jogam Pokémon Masters através do ID deles e participar de batalhas cooperativas.

Batalhas em tempo real


Durante o jogo, você terá eventos de exploração, diálogos e batalhas. Sempre que concluir, você será recompensado com itens e gems. É possível retornar a eventos anteriores caso quiser elevar o level do seu time e repetir lutas, ou conseguir mais itens.

As partidas, como foi mencionado anteriormente, podem ser jogadas em equipes de até 3 Sync Pairs. A primeira coisa a se notar é que aqui, a luta não ocorre por turnos, mas sim, em tempo real. Quando você escolhe um golpe ou ação, ela é feita imediatamente, ao menos que outra ação esteja sendo realizada no momento.

Então, você começa aplicando uns golpes no oponente, e percebe que às vezes você é impedido de fazer isso. Isto significa que sua energia está baixa. Os golpes só podem ser deferidos quando você tiver energia o suficiente para usá-lo. Não se trata de algo complicado. Há um campo abaixo da tela que vai preenchendo várias barras de energia. Em cada golpe, é mostrado o quanto de energia é necessário.

Golpes fracos geralmente usam uma barra, golpes médios duas e os mais fortes, três. É necessário estratégia para usá-los pois se você espera soltar só golpes fortes, significa que vai ter que esperar mais tempo para que três barras se preencham. Enquanto isto, você dá uma enorme abertura pro oponente utilizar outros movimentos contra você. Golpes fracos obviamente causam menos danos, mas é muito mais rápido de aplicá-los.

Quando um dos movimentos é o uso de item, não se usa o sistema de acúmulo de energia. Pode usar quando quiser. Assim como também os movimentos de efeitos, que dão um reforço na batalha com melhorias de status temporárias ou alteração do status do oponente. Entretanto, os itens e movimentos de efeitos são extremamente limitados e podem ser usados poucas vezes. Ainda assim, são extremamente úteis. Não se preocupe, a CPU não sai privilegiada com isto pois ela também usa um campo de energia para liberar os golpes e lida com as mesmas limitações.


Cada vez que você usa um movimento ou golpe, não importa se ele for deferido com êxito ou não, uma contagem no meio da lista de movimentos é reduzida. Estamos falando do Sync Move, outra exclusividade do jogo. Quando a contagem chega a zero, você pode usá-lo.

Os Sync Moves são ataques extremamente poderosos, que chega a lembrar o Z-Move visto em Sun e Moon. O jogo exibe uma bela animação do Pokémon, às ordens do seu mestre, realizando um golpe de bastante efeito contra um Sync Pair do oponente. Assim que realizado, serão necessários 9 movimentos de sua equipe para que o Sync Move esteja disponível para uso novamente. O mais interessante é que alguns Sync Moves levam o Pokémon a mega-evolução. Eles então permanecem assim até o final da luta, com novos golpes e atributos melhorados.

Os Sync Move é algo que todos os Sync Pairs possuem. Não precisa desbloquear, mas é possível deixá-lo ainda mais forte caso você acidentalmente acabe conseguindo recrutar o mesmo personagem na loja. Quando ele fica disponível para você, é possível escolher durante a batalha com qual Pokémon da sua equipe você quer usar pois os efeitos do Sync Move correspondem ao tipo dele. Se o Pokémon for, por exemplo, do tipo água, o Sync Move dele será um ataque de água.


A CPU também desfere Sync Moves, mas, desta vez, com grandes diferenças. Primeiramente, a contagem para liberar o Sync Move da CPU é menor. Segundo, o Sync Move da CPU é realizado contra todos os seus Pokémons na batalha! Mas, para equilibrar as coisas, a CPU só pode fazer o Sync Move com o seu Sync Pair mais forte. Quando ele é derrotado, você pode respirar aliviado pois a CPU não vai mais poder usar o Sync Move. Nas batalhas, a CPU sempre posiciona seu Sync Pair mais forte no meio do trio. Além do mais, ela nem sempre vai ter apenas três Pokémons contra você. No caso da CPU, cada treinador consegue ter até dois Pokémons, aumentando ainda mais o desafio.

Antes de cada batalha, a tela de editar o time aparece. O detalhe é que acima o jogo te dá uma dica com símbolos dos elementos que correspondem a fraqueza da CPU. Por exemplo, se mostrar o elemento fogo, recomenda-se colocar um Sync Pair do tipo fogo no time para que possa ter vantagem na luta.

Podemos perceber que em Pokémon Masters, a CPU tem suas vantagens, mas você também tem as suas.

Aventura na palma da mão


Embora há mudanças no sistema de luta, limitações, alterações aqui e ali, as mecânicas de Pokémon Masters se parecem com outros jogos da franquia, mas de um modo mais simplificado e básico. Os gráficos são ótimos, repleto de animações e efeitos. A trilha sonora conta com músicas excelentes que segue o estilo do universo dos jogos da franquia, e efeitos sonoros diversos, com os sons de cada Pokémon e algumas vozes dos personagens.

Não há opção do idioma português e requer conexão com a internet o tempo todo. Nada que atrapalhe a diversão, mas a bateria do celular acaba sofrendo bastante. Há um grande número de Sync Pairs presente no jogo e conseguir todos será uma tarefa bem difícil que envolve persistência. O jogo poderia ter mais opções multiplayer e/ou mais interações com sua lista de amigos, pois assim, traria mais diversão ao usuário final. Esperamos que ganhe atualizações e otimizações interessantes e consiga manter o sucesso que vem fazendo, já que vem recebendo grandes lucros.

Prós

  • Gráficos e animações;
  • Mecânica fiél a outros jogos da franquia;
  • Música e efeitos sonoros;
  • Quantidade de Sync Pairs disponíveis.

Contras

  • Consome bastante bateria;
  • Jogável apenas com internet;
  • Poderia ter mais interações multiplayer.
Pokémon Masters - Android/iOS – Nota 8.5
Versão utilizada para análise: Android

Revisão: André Carvalho

Redator, revisor de textos, tradutor e intérprete. Atualmente reside na região de Embu das Artes, SP.

Comentários

Google
Disqus
Facebook