Nintendo Switch terá produção reduzida em 20% devido a falta de componentes, segundo Nikkei

Publicação japonesa afirma que, no ano fiscal vigente, a Nintendo fabricará 24 milhões de consoles no total.

Nintendo Switch

O veículo japonês Nikkei, especializado em negócios e tecnologia no mercado asiático, publicou, nesta terça-feira (02), uma matéria em que afirma que o Nintendo Switch terá sua produção afetada devido à falta de componentes eletrônicos que atinge diferentes indústrias pelo mundo. Fontes afirmaram à publicação que a Big N reduziu em 20% a quantidade de consoles produzidos até o final do ano fiscal vigente, que se encerra em março de 2022.


O plano original de fabricar 30 milhões de unidades do hardware foi reduzido para 24 milhões. A reportagem afirma que, embora tenha inicialmente previsto uma produção recorde para aproveitar a presença das pessoas em casa devido à pandemia de Covid-19, a Nintendo teve que revisar suas ações quando gargalos na produção começaram a aparecer no segundo trimestre deste ano, provocados pela escassez de componentes essenciais, como microcomputadores.

Um porta-voz da gigante japonesa confirmou que a fabricação está sendo afetada, dizendo: "Estamos avaliando o impacto em nossa produção". Segundo a Nikkei, os fornecedores da Big N já foram avisados sobre os cortes na fabricação.

No início de outubro, a Nintendo lançou o Nintendo Switch - Modelo OLED no mercado asiático. De acordo com dados da publicação Famistu, essa nova versão vendeu cerca de 140 mil unidades no Japão em seu fim de semana de lançamento.

Fonte: Nikkei

Jornalista, analista de mídias e entusiasta de games desde que jogou Pokémon Azul no Game Boy Color nos anos 90. De lá para cá, tenta aproveitar ao máximo todos os consoles no pouco tempo que a vida adulta permite. Se não está escrevendo para o Blast ou demorando anos para zerar um jogo, está no Twitter (@DanielMorbi) e no Instagram (@daniel.skm)


Disqus
Facebook
Google