Nintendo comenta sobre a disponibilização de jogos clássicos em consoles modernos

Segundo Shigeru Miyamoto, apesar de ser mais fácil criar ambientes retrocompatíveis atualmente, o foco da Nintendo é criar novas experiências.

Arte que mostra gameplay de jogos de NES no Nintendo Switch via Nintendo Switch Online

Durante sessão de perguntas e respostas com acionistas após a divulgação de seus resultados financeiros para o ano fiscal vigente, nesta quarta-feira (09), a Nintendo comentou sobre sua visão a respeito da retrocompatibilidade, ou a capacidade de jogar games antigos em plataformas novas.


Ao ser perguntado sobre a opinião da empresa referente à preservação de conteúdos por múltiplas gerações de hardwares, assim como no mercado audiovisual, o diretor representativo da companhia, Shigueru Miyamoto, disse que, atualmente, tornou-se mais fácil criar ambientes em que games do passado estejam disponíveis em consoles recentes.

No entanto, o criador de Super Mario enfatizou que o foco da Nintendo está na criação de novos tipos de entretenimento que não podem ser materializados em hardwares atuais.

Confira o trecho da coletiva retirado do documento disponibilizado pela Big N:
Vocês anteriormente reconheceram o desafio nos negócios de plataformas dedicadas a videogames quando a geração de hardwares muda. O software antigo não é mais jogável no novo hardware, necessitando um começo do zero. No entanto, utilizando as Contas Nintendo ou mantendo retrocompatibilidade no novo hardware, agora parece possível que conteúdos durem por gerações de hardwares, similar ao tratamento dado a conteúdos visuais. Acho que há vantagens e desvantagens quando hardwares recém-lançados mantêm retrocompatibilidade com hardwares passados, mas que tipo de discussões internas vocês tiveram sobre o assunto?

Shigeru Miyamoto: No passado, construímos um serviço chamado Virtual Console como uma forma para jogadores aproveitarem jogos clássicos em hardwares mais modernos. Em termos de compatibilidade, conteúdos visuais têm uma vantagem porque podem ser desfrutados continuamente enquanto você tiver um ambiente de reprodução. No entanto, direitos legais para conteúdos visuais podem se tornar bem complicados, então eu mencionei anteriormente que a Nintendo está progredindo com conteúdos visuais com um controle firme dos direitos.

Anteriormente, desenvolvimento de softwares para sistemas dedicados a videogames era conduzido em ambientes de desenvolvimento dedicados a cada plataforma de hardware. Isso significava que esses ambientes não podiam ser transportados quando o hardware mudava e se tornaria impossível jogar software lançado para hardwares anteriores sem fazer mudanças.

No entanto, os ambientes de desenvolvimento de software foram recentemente se integrando gradualmente. Então, em linhas gerais, tornou-se mais fácil de implementar um ambiente em que softwares lançados para hardwares passados possam ser jogados em novos hardwares.

Dito isso, a força da Nintendo está em nossa criação de novos entretenimentos, então quando nós lançarmos novos hardwares no futuro, planejamos continuar a oferecer jogabilidade nova e única, que não pode ser realizada em hardwares existentes.

Atualmente, usuários de Nintendo Switch podem jogar títulos selecionados de NES, SNES, Nintendo 64 e SEGA Mega Drive por meio de diferentes assinaturas do serviço Nintendo Switch Online. Uma série de empresas também lançaram seus jogos clássicos por meio da eShop.

Fonte: Nintendo


Jornalista, analista de mídias, PcD e entusiasta de games desde que jogou Pokémon Azul no Game Boy Color nos anos 90. De lá para cá, tenta aproveitar ao máximo todos os consoles no pouco tempo que a vida adulta permite. Se não está escrevendo para o Blast ou demorando anos para zerar um jogo, está no Twitter (@DanielMorbi) e no Instagram (@danielmorbi_)


Disqus
Facebook
Google