Dicas e Truques

[Atualizado] Fire Emblem Engage (Switch): Guia de Paralogues - Parte 1: Conhecendo as origens dos mapas especiais dos Emblems

Nesta primeira parte da série, confira a inspiração para cada paralogue dos 12 Emblems do jogo.

Uma das grandes novidades de Fire Emblem Engage é a presença dos Emblems, heróis lendários de outros mundos que ajudaram Alear a combater o Dragão Caído, Sombron, mil anos atrás. Durante a campanha, nossa missão é ajudar o protagonista a recuperar os 12 Emblem Rings, anéis especiais nos quais os Emblems estão adormecidos.


Agora, chegou a hora de conhecê-los mais a fundo no nosso guia de Paralogues, mapas especiais que, uma vez completados, permitem que esses protagonistas passados alcancem seu verdadeiro potencial. Nesta primeira parte, abordaremos a inspiração por trás deles.

Observação: Os Paralogues dos Emblems do Expansion Pass serão abordados futuramente, quando todos forem lançados. O texto contém spoilers de jogos da série.
Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5 | Parte 6 | Parte 7 | Parte 8 | Parte 9 | Parte 10 | Parte 11 | Parte 12 | Parte 13 | DLC

Conhecendo e entendendo os Paralogues

Durante a campanha, quando recebemos um Emblem Ring, o Bond Level entre personagens e Emblems é maximizado em 10. No entanto, a partir do capítulo 12, começamos a liberar os Paralogues dos Emblems conforme vamos recebendo-os com a progressão da história. 

Apesar de opcionais, esses mapas especiais são uma ótima fonte de grinding, já que os inimigos possuem um nível relativamente alto e também podem derrubar Gold e armas, além de baús, que geralmente contêm itens importantes e que só podem ser obtidos em quantidade limitada na loja de itens em Somniel.

Porém, o principal benefício de completar os Paralogues é liberar o poder máximo dos Emblems, aumentando o Bond Level para 20, desbloqueando a arma-assinatura do Emblem em questão e também skills melhoradas que podem ser aprendidas por meio do sistema de Skill Inheritance.

Em Engage, os Paralogues dos Emblems são baseados em mapas de seus jogos de origem, os quais você pode conferir a seguir. Ou seja, fãs que já acompanham a franquia em seus mais de 30 anos de idade podem revisitar locais marcantes da série, enquanto novatos poderão conhecer mais sobre esses personagens especiais.

Marth, the Hero-King

O Paralogue de Marth é baseado no mapa do capítulo 12, The Ageless Palace, de Shadow Dragon and the Blade of Light (NES) e seu remake, Shadow Dragon (DS). Em Engage, se chama The Broken Castle e é baseado na versão de DS.

Celica, the Caring Princess

O Paralogue de Celica é baseado no mapa da parte 9, Seabound Shrine, de Gaiden (NES) e seu remake, Shadows of Valentia (3DS). Em Engage, se chama Forgotten Shrine e é baseado na versão de 3DS.


Sigurd, the Holy Knight

O Paralogue de Sigurd é baseado no mapa do capítulo 10, Light and Dark, de Genealogy of the Holy War (SNES). Em Engage, se chama River of Light and Dark.


Leif, the Sage Lord

O Paralogue de Leif é baseado no mapa do capítulo 22, Across the River, de Thracia 776 (SNES). Em Engage, se chama Bridges in a Row.


Roy, the Young Lion

O Paralogue de Roy é baseado no mapa do capítulo 21, The Binding Blade, de The Binding Blade (GBA). Em Engage, se chama The Binding Grounds.


Lyn, the Lady of the Plains

O Paralogue de Lyn é baseado no mapa do capítulo 20Bx, The Bow of the Winds, de The Binding Blade (GBA). Em Engage, se chama Plains of Swift Winds.

Eirika, the Azure Twin

O Paralogue de Eirika é baseado no mapa do capítulo final, Sacred Stone, de The Sacred Stones (GBA). Em Engage, se chama Dark Ruins.


Ike, the Radiant Hero

O Paralogue de Ike é baseado no mapa do capítulo 8, Despair and Hope, de Path of Radiance (GC). Em Engage, se chama Fort of Hope.


Micaiah, the Dawn Maiden

O Paralogue de Micaiah é baseado no mapa do capítulo 3-13, Blood Contract, de Radiant Dawn (Wii). Em Engage, se chama Frozen Fortress.


Lucina, the Exalt

O Paralogue de Lucina é baseado no mapa do capítulo 4, Two Falchions, de Awakening (3DS). Em Engage, se chama Arena of the Gods.


Corrin, the Crux of Fate

O Paralogue de Corrin é baseado no mapa do capítulo 6, The Path is Yours, de Fates (3DS). Em Engage, se chama Crossroads of Fate.

Byleth, the Instructor

O Paralogue de Byleth é baseado no mapa do capítulo 11 da primeira parte, Throne of Knowledge, de Three Houses (Switch). Em Engage, se chama Sacred Tomb.



Como você pode ter percebido, Fire Emblem Engage tratou de homenagear as outras entradas da franquia de forma excepcional, sendo um grande presente para os fãs. Você chegou a reparar nesses detalhes? Qual é o seu Paralogue favorito até o momento?

Na parte 2 do nosso guia de Paralogues, abordaremos Lucina, um dos primeiros Emblems que podemos enfrentar no jogo. Até lá!

Revisão: Thais Santos
Capa: Thais Santos

Atualização (25/02/2023, às 15:35 no horário de Brasília): Corrigidas informações a respeito do mapa do Paralogue da Lyn.

Também conhecida como Lilac, é fã de jogos de plataforma no geral, especialmente os da era 16-bits, com gosto adquirido por RPGs e visual novels ao longo dos anos. Fora os games, não dispensa livros e quadrinhos. Prefere ser chamada por Ju e não consegue viver sem música. Sempre de olho nas redes sociais, mas raramente postando nelas. Icon por 0range0ceans
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.