O que podemos esperar da Nintendo na E3 2016

As opções para o corrente ano não são muitas, mas ainda assim é possível que a Big N consiga nos agradar com o que tem preparado.

Se a matemática nos permitisse fazer operações com palavras, quando somássemos “Nintendo” com “E3” certamente obteríamos “atipicidade”. Desde 2013 a empresa fugiu das tradicionais conferências megalomaníacas que as produtoras de jogos costumam fazer nos palcos do evento e, em vez disso, optou por um formato que ela já utilizava em outras épocas do ano, o Nintendo Direct. Agora, em 2016, a Big N muda mais uma vez seus padrões para se focar exclusivamente no Nintendo Treehouse, um formato que deu certo em 2015 e que consiste em mostrar os desenvolvedores jogando as novidades da empresa e respondendo a perguntas sobre as obras mostradas.


Tá faltando jogo

Antes de oficializar o formato para este ano, muitos especulavam sobre o que a Nintendo mostraria na E3, afinal, poucos jogos estavam anunciados para suas plataformas atuais — 3DS e Wii U. Sobrava, então, fazer anúncios fortes na feira, ou finalmente acabar com o mistério que cerca a próxima plataforma da empresa, o NX. Ou ambas as opções, claro.

No entanto, a decepção veio para quem esperava informações sobre o NX, pois a Nintendo afirmou que nada sobre a plataforma será revelado na feira. Pelo visto isso ficará para algum Direct especial, ou alguma feira futura, como o Tokyo Game Show, que acontecerá entre os dias 15 e 18 de setembro de 2016.

Quanto a surpresas, dificilmente veremos alguma, já que há informações oficiais dos games que aparecerão na E3. Para o maior evento de jogos eletrônicos do planeta ficam, então, jogos já anunciados, como Monster Hunters Generations e Dragon Quest VII: Fragments of the Forgothen Past, para o 3DS, e Tokyo Mirage Sessions #FE, para o Wii U. A surpresa, neste caso, fica para a falta de detalhes de Paper Mario: Color Splash, do Wii U.

Apesar das informações oficiais divulgadas, a esperança é a última que morre, não é mesmo? Esta semana, a Nintendo da Europa publicou no Twitter que “boas coisas vêm para aqueles que esperam”, usando a hashtag #MK8 e uma imagem da pista Kalimari Desert do Mario Kart 64. Será que a ideia de levar novos conteúdos a Mario Kart 8 continua de pé? Vamos torcer!




Mas, se você não se empolgou com os títulos cotados até aqui, prepare-se para saltar da poltrona com o prato principal.

Vai ter Pokémon sim

Uma nova geração da franquia dos monstrinhos de bolso está chegando ao 3DS. Após iniciar a sexta geração ao portátil com X/Y, e preparar um remake caprichado com Omega Ruby/Alpha Sapphire, mais uma dupla de jogos chegará para encantar os fãs.

Intitulados como Sun/Moon, os games se passarão na ilha fictícia de Alola, baseada no arquipélago onde se localiza o Havaí. Pelo que já podemos ver até o momento, os gráficos foram polidos e os jogos ficaram bem mais bonitos, em comparação com as versões anteriores. Especula-se também que as fusões entre treinador e Pokémon, algo presente no anime X/Y/Z, marcarão presença, uma vez que, além desta aparição marcante na animação, pela primeira vez veremos os treinadores no campo de batalha juntos dos monstrinhos.

Além disto, finalmente veremos o provável maior matador de franquia de dados móveis da história, Pokémon GO. Preparado para sair com seu smartphone por aí capturando Pokémon e batalhando com outros treinadores?

As novidades serão reveladas e comentadas pelos produtores, apenas. Pokémon Sun/Moon e Pokémon GO não estarão jogáveis na feira para dar lugar a uma obra que, sejamos sinceros, vem causando uma expectativa bem maior — ao longo de anos.

Que venha a maior lenda da história

The Legend of Zelda estará na E3, e não apenas como parte da programação do Nintendo Treehouse. O game — que ainda não tem nome oficial revelado — será o único título jogável disponível para o público.

O que mais chama atenção para Zelda U é que, além de se tratar de um Zelda, sabemos muito pouco sobre ele até o momento. Após dois pequenos vídeos (um na E3 2014 e outro em um Nintendo Direct em novembro de 2015), um vídeo de gameplay (no The Game Awards de 2014) que não mostrava quase nada e duas artworks depois, só nos restou especular sobre o futuro de Link e Zelda.




Já debatemos sobre dez coisas que queremos ver no próximo título, sobre o conceito de mundo aberto (e que será enorme) que Aonuma tenta passar e sobre o futuro da franquia. Além disso, rumores não faltaram sobre o jogo, então já chegou a hora de saber quais estavam certos, né? Se seria o tamanho de apenas uma dungeon comparável ao Hyrule Field inteiro do Ocarina of Time, se seria uma sequência direta de Twilight Princess ou se o game possuiria falas dubladas, entre outros boatos, claro.

Importante dizer que, infelizmente, o Zelda U que estava programado para 2015 e passou para 2016 foi novamente adiado, desta vez para março de 2017, para acompanhar o lançamento do NX — sim, Zelda U também pode ser provisoriamente chamado de Zelda NX.

Marque no seu calendário

A participação da Nintendo na E3 2016 começará no dia 14 de junho, próxima terça-feira, às 13h, começando com o Treehouse sobre Pokémon Sun/Moon. Logo após, um bom tempo será dedicado ao aguardado próximo The Legend of Zelda, com muito gameplay e comentários sobre a produção do game.

No dia seguinte, 15 de junho, às 14h, conheceremos mais sobre Pokémon GO através de uma sessão de perguntas e respostas com os produtores do aplicativo móvel. Logo após haverá demonstrações jogáveis de Monster Hunter Generations, Dragon Quest VII: Fragments of the Forgotten Past e Tokyo Mirage Sessions #FE.

Os horários desta matéria são do horário de Brasília. Fiquem ligados e tenham uma ótima E3!
Vitor Tibério escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais