Da simplicidade ao vício: como a Praça Mii se tornou uma mania no 3DS

Quando o 3DS foi anunciado, estava claro que a proposta era aprimorar a conectividade que vimos no DS. Mesmo com o campo online ainda pre... (por Rafael Neves em 15/08/2013, via Nintendo Blast)


Quando o 3DS foi anunciado, estava claro que a proposta era aprimorar a conectividade que vimos no DS. Mesmo com o campo online ainda prejudicado pelos imortais Friend Codes, a troca de informações à curta distância parecia ser a grande inovação do aparelho. Simplório, o StreetPass não era um recurso que chamava muita atenção... até começarmos a usar a Praça Mii. O aplicativo nativo do 3DS funciona por pequenas interações entre os seu Mii e os avatares de quem você encontra na rua e, mesmo sendo um recurso simples, tornou-se mania no 3DS. O LED verde do 3DS já é considerado sinônimo de alegria.



A praça é nossa

Basicamente, a Praça Mii é o centro de interações sociais entre os donos do atual portátil da Nintendo. Basta deixar a conexão local ligada no 3DS, aproximar-se de outro aparelho nas mesmas condições e *puf* o Mii de outro dono de 3DS será recebido pelo seu personagem em sua Praça Mii. Após trocar pequenas mensagens com o visitante e avaliar seu visual, ele ingressará sua praça. Com o Mii "intruso", você, inicialmente, poderia trocar peças dos quadros do Troca-Puzzle e utilizá-lo como guerreiro no Mii Resgate. 

Obviamente, a Nintendo fez com que se tornasse possível obter peças e guerreiros sem a necessidade de usar o StreetPass - mas sim as Moedas de Jogo, adquiridas pelo pedômetro do 3DS. Contudo a eficácia do uso da conectividade é muito superior.

Falou em StreetPass, falou em Praça Mii
Vendo a finitude destes dois games, a Nintendo logo começou a disponibilizar atualizações para ambos. O Mii Resgate ganhou uma continuação, que rende ainda mais chapéus aos já variados acessórios para se colocar sobre a cabeça de seu Mii. Há chapéus dos mais esquisitos tipos possíveis, e muitos são inspirados nas franquias Nintendo. Já o Troca-Puzzle recebe periodicamente novos quadros, que ajudam a divulgar os novos lançamentos da Nintendo. A Praça Mii também recebeu mudanças em seu layout, e a maior delas expandiu o local virtual para caber ainda mais quatro novos mini-games. Entre essas atualizações, também veio a busca pelos "Méritos" (análogo às Conquistas e Troféus do Xbox e PlayStation, respectivamente). Algumas conquistas, como "encontrar 5 personagens femininas seguidas", são bem complicadas de se galgar.

As atualizações da Praça Mii deixam-na cada vez mais interessante e funcional

É nos menores frascos que estão os melhores perfumesApesar de estar constantemente sendo incrementada, a Praça Mii nunca deixou de ser um aplicativo muito simples. Não é algo que leva alguém a adquirir um 3DS, mas, uma vez entrando em contato com ela, torna-se um vício. Aqui no Brasil, é difícil cruzar na rua com outros donos de 3DS, tanto pela insegurança em levar o portátil para todo lugar quanto pelo menor número de usuários brasileiros. 

Dessa forma, a mania dos Meetups, iniciada pela própria Nintendo, ganhou forças em nossas terras. De Norte a Sul do país, seja em encontros mensais, através das Ligas N-Blast, lançamentos de games ou mesmo em eventos de cultura japonesa, reunir vários donos de 3DS para enfim fazer o StreetPass valer a pena virou mania. É estranho pensar que, com tantos jogos com interações StreetPass mais complexas (como Fire Emblem: Awakening) e multiplayers robustos (como Mario Kart 7), a Praça Mii é o principal fenômeno da socialização do 3DS.

Demorou para nossas praças ficarem assim cheias

Simples e prático
Quando estivemos na E3 2012 e recentemente na de 2013, ficou claro que o vício não é endêmico do Brasil. O maior evento de videogames do mundo, que obviamente reúne jornalistas e gamers de todas as partes do planeta, é uma festa do StreetPass. Basicamente, a entrada de sua praça fica lotada após alguns segundos de caminhada pela feira. Mesmo o PS Vita, que tem o aplicativo Near (muito mais complexo do que o correspondente no 3DS) não alcançou a adesão do público que vimos no portátil da Nintendo. A Praça Mii prova que a Big N sabe como manter os jogadores conectados através dos seus aparelhos de bolso, embora nem tudo seja um mar de rosas...

Muita gente já deve ter percebido que a música da Praça Mii é alterada sutilmente de vez em quando. A mudança de instrumentos musicais não é aleatória, ela acontece quando você atinge números cada vez maiores de Miis em sua praça. As alterações acontecem quando galgadas as quantidades vinte, cinquente, cem, trezentas, quinhentas e... mil.

Os vexames da praça

Como qualquer outro aspecto relacionado à conectividade da Nintendo, há sempre um aspecto negativo. Inicialmente, a pior parte da Praça Mii era justamente a praticamente obrigatória interação entre os jogadores. E, graças à complexidade do Mii Resgate II e das peças roxas do Troca-Puzzle, já é essencialmente impossível aproveitar a Praça Mii sem o StreetPass. Embora o foco seja justamente esse, é fato que quem vive onde não há oportunidades de encontrar outros donos de 3DS acaba se prejudicando. 

Um suporte a trocas online poderia ajudar, ainda que tirasse um pouco do aspecto "local" da proposta. Vimos uma guinada neste sentido com a recente atualização do firmware do 3DS, que permite fazer StreetPass com jogadores que passaram pela mesma Nintendo Zone que você - o que não ajuda em nada o lado dos brasileiros.

Outros problemas reportados são estranhos bugs na Praça Mii e no StreetPass. Já ocorreu de quadros novos simplesmente não chegarem por SpotPass a alguns jogadores, que simplesmente ficaram privados de completar a coleção. Esse é um problema que provavelmente a nova opção de atualizar o aplicativo manualmente poderá resolver essas anomalias da automaticidade do SpotPass. Quanto ao StreetPass, não é raro dois portáteis simplesmente não trocarem informações ou demorarem a interagirem.

Constantemente, celebridades da Nintendo como Reggie Fils-Aime e Satoru Iwata fazem visitas à Praça Mii dos jogadores conectados à internet.

Quem tem a honra de hospedar esses figurões em suas praças, além de receber informações de novidades relacionadas aos lançamentos da empresa, ainda pode desfrutar do grande acervo de peças de quadro do Troca-Puzzle e dos elevados níveis no Mii Resgate desses Miis.


Vem pra praça você também

No mais, a Praça Mii é um aplicativo bem interessante para o 3DS. Embora esteja longe de ser um fator decisivo da compra do aparelho, ele surpreende pela simplicidade e vício, que levam desde o dono de um Nintendogs + Cats (3DS) até o marmanjo jogador de Resident Evil: Revelations (3DS) a trocar peças de quebra-cabeça e a enfrentar o mais simples dos RPGs já vistos. A adoração pela Praça Mii foi tanta que seus quatro novos mini-games comprados através da eShop geraram em poucos dias uma receita de 4 milhões de dólares - e não param de aumentar os zeros.

Quem sabe o que o Miiverse poderá trazer à Praça Mii, já que a rede social nativa do Wii U está prevista para ancorar no 3DS até o fim do ano?

Revisão: Jaime Ninice

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


  1. Essa horas que é chato morar em cidade pequena, não tem ninguém pra fazer o streetpass :(

    ResponderExcluir
  2. Antes eu tinha muita dificuldade de achar pessoas e acabava achando nas Fnacs, Saraivas e outras. Quando eu terminei meus puzzles e o resgate secreto, desencanei. Mas agora, especialmente depois de Batalha Mii, vôlei a está minha rotina.

    ResponderExcluir
  3. Antes eu tinha muita dificuldade de achar pessoas e acabava achando nas Fnacs, Saraivas e outras. Quando eu terminei meus puzzles e o resgate secreto, desencanei. Mas agora, especialmente depois de Batalha Mii, vôlei a está minha rotina.

    ResponderExcluir
  4. Eu fui no anime friends e vi muitas pessoas com 3ds, deu até para completar dois quadros. Nunca tinha recebido tantas pessoas na minha praça :D Essa intereção com outros donos de 3ds é muito boa. ^^

    ResponderExcluir
  5. Eu trabalho em um local onde circula milhares de pessoas por dia, no coração da cidade, e o meu meio de locomoção entre outros é o metrô. Geralmente eu consigo fazer pelo menos um streetpass por dia... Nos dias mais bons consigo fazer até 6.

    Mas nos meetups... Aah aí é outra história! :) é bacana ver a luzinha verda acendendo o tempo inteiro!

    Bom... De grão em grão já passei dos mil Miis na praça! Espero conseguir cada vez mais! Hahaha

    ResponderExcluir
  6. Quem quer meu codigo de amigo do 3ds?

    e meu miiverse do 3ds na nova atualização?

    Minha identificação de NN (nintendo network) é Gui(estrela)PD

    ID:guiabaete

    ResponderExcluir

Disqus
Facebook
Google