Pokémon Blast

Competitivo 101: Padrão universal; as regras Pokémon da Smogon University!

Vamos estudar um pouco sobre as regras elaboradas pela Smogon University, que servem de molde para a grande maioria dos metagames de Pokémon competitivo!

Boa tarde treinadores e treinadoras, sejam bem-vindos a mais um Competitivo 101! Após entender os funcionamentos dos membros do seu time e sobre os muitos metagames que permeiam o cenário competitivo de Pokémon, estamos cada vez mais perto do momento derradeiro que montaremos as equipes e iremos para a prática. Todavia, antes disso é preciso de mais um certo domínio teórico, principalmente quando se fala sobre as regras do metagame do qual irá participar. Por este motivo, hoje iremos fazer um breve estudo das regras mais populares no meio competitivo: as regras instituídas pela Smogon University.

Espera, regras de quem?

Como expliquei brevemente na primeira aula, a Smogon University é uma das maiores e mais antigas comunidades de Pokémon competitivo no mundo, e pioneiros quando se trata de estudo do metagame. Boa parte do que sei aprendi lá, e eles são responsáveis pelo simulador online Pokémon Showdown e sua calculadora de dano, Pokémon Damage Calculator. Ambos são ferramentas muito boas para a prática do competitivo e para poder elaborar melhores estratégias de combate.

Além disso, a Smogon University possui um acervo colossal de informações técnicas e estratégias para os mais diversos Pokémon, e eles elaboram sistemas de modo a manter o jogo o mais equilibrado possível, dando a oportunidade para que todos os jogadores possam usar seus monstrinhos favoritos - embora eles também sejam responsáveis pela predominância de determinados Pokémon em todos os metagames conhecidos, o que geram os Smogonfags (também explicados na primeira aula).

E por que eu deveria saber as regras deles?

Pelo simples fato de que suas regras são consideradas um padrão universal em quase todos torneios não-oficiais, e isso inclui os da Liga Organizada Pokémon (LOP). Isso deve-se ao objetivo dessas regras, que visa reduzir ao máximo a influência de fatores abusivos e de sorte no decorrer de um confronto, como poderão ver mais a seguir. Devo advertir também que, embora esse padrão seja usado por praticamente todos os cenários, a Liga Pokémon Blast não está utilizando estes moldes para seus torneios (ao menos até o momento da publicação desta matéria).

O sistema da Smogon University funciona com duas bases: Clauses e Tiers. Enquanto as primeiras predefinem o que é ou não permitido em um combate para que haja máximo aproveitamento das habilidades dos dois treinadores, a segunda é um sistema de ranking pré-estabelecido e avaliado de período em período que aloca determinados Pokémon em diferentes classificações, criando um metagame específico para cada grupo com sua própria lista de banimento, geralmente tendo como base o nível de uso e poder de cada monstrinho.

É sempre bom estar preparado para o metagame predominante nacional!

Regras de conduta em combate

Como já foi explicado, as Clauses determinam um padrão de conduta em combate para que o fator sorte seja reduzido e movimentos excessivamente fortes não possam ser abusados. Essas regras são válidas para todas as Tiers, a não ser que seja dito o contrário em sua descrição. Sem mais delongas, vamos para uma listagem das Clauses que permeiam o metagame Smogon:

Evasion Clause
Descrição: Movimentos ou habilidades que aumentam a evasão de um Pokémon não podem ser usados. Mudanças indiretas na evasão são permitidas.
Exemplos: Os ataques Double Team e Minimize; as habilidades Snow Cloak e Sand Veil.
Motivo: Não há uma forma viável de combater aumento de evasão que não sejam os golpes que nunca erram, e a grande maioria destes são aprendidos por uma quantidade seleta de Pokémon que possuem pouca força. Em contrapartida, muitos Pokémon podem aprender e abusar desses golpes ou habilidades.
Observação: Não se aplica a Tier Ubers.

Sleep Clause
Descrição: É proibido deixar dois Pokémon do time adversário com o status Sleep simultaneamente. Contudo, se o treinador adversário auto-induziu seu Pokémon a esse estado através do movimento Rest, este não é considerado.
Exemplos: Usar Spore em um Pokémon, o adversário trocar e você colocar o novo Pokémon para dormir também.
Motivo: O status Sleep deixa o Pokémon completamente inerte e incapaz de combater, e a única forma de despertá-lo é aguardando que o status acabe, o que pode acontecer no turno seguinte ou três turnos à frente. Deixar diversos Pokémon do oponente incapacitados de combater e a mercê da própria sorte é considerado apelativo.
Fica frio aí: o único status ainda mais perigoso que Sleep para um Pokémon é Freeze. Assim como dormindo, o monstrinho congelado não pode agir, mas diferente do outro caso, ele não tem um prazo fixo para sair deste estado. O Pokémon congelado vai permanecer assim até um golpe de fogo ou de sorte lhe acometer. Nisso muitos perguntam porque existe uma Sleep Clause e não uma Freeze Clause, e a resposta está na forma de causar os dois status; enquanto existem diversos golpes que causam sonolência no oponente (inclusive um com 100% de precisão, Spore), não existe nenhum ataque com mais de 10% de chance de causar o efeito Freeze.
OHKO Clause
Descrição: É terminantemente proibido o uso dos movimentos que causem o nocaute instantâneo do Pokémon oponente.
Exemplos: Os ataques Guillotine, Horn Drill, Fissure e Sheer Cold.
Motivo: Embora todos esses ataques possuam uma precisão baixa (30%), o seu efeito de causar nocaute imediato é extremamente apelativo. Poder ignorar totalmente os atributos defensivos do oponente e contar apenas com a sorte para causar uma derrota que pode ser decisiva no combate é algo que vai contra o metagame tático.

Species Clause
Descrição: É vetado o uso de dois Pokémon que partilhem o mesmo número na National Pokédex na mesma equipe.
Exemplos: Uma equipe não pode ter dois Charizards, pois ambos partilham o número #006.
Motivo: Alguns Pokémon são fortes o suficiente sozinhos. Ter vários deles pode desequilibrar uma partida, além de que alguns Pokémon podem exercer diferentes papéis e isso pode confundir o adversário. Além de tudo, fica sem graça jogar com Pokémon repetidos, não? Bom, o pescador das seis Magikarps pode discordar.

Moody Clause
Descrição: Nenhum Pokémon da equipe pode ter a habilidade Moody.
Exemplos: Bibarel ou Octillery não podem estar portando essa habilidade, tendo de recorrer as suas outras.
Motivo: Moody é uma habilidade caótica. Para quem não sabe, a cada fim de turno, um stat do Pokémon é elevado em dois estágios e outro é reduzido em um. O simples fato dessa habilidade poder deixar um Pokémon exponencialmente poderoso por pura sorte (já que ele pode até mesmo elevar a Accuracy e a Evasion), já explica o porquê dessa Clause existir.

Endless Battle Clause
Descrição: É proibido o uso de movesets e Pokémon que possam criar uma batalha infinita.
Exemplos: Um Slowbro portando uma Leppa Berry e tendo como ataques Block, Heal Pulse, Slack Off e Recycle.
Motivo: Essa é uma Clause nova e relativamente hilária. Ela teve de ser criada pela ascensão de movesets capazes de criar um looping infinito no combate, nunca chegando a um fim. Como o exemplo acima, o oponente não pode trocar de golpe, o Slowbro dificilmente será nocauteado em um só golpe com uma estrutura defensiva e manterá o oponente vivo para sempre com Heal Pulse, mesmo que ele chegue ao Struggle. E se os PPs dele acabarem? Leppa Berry e Recycle. Dificilmente alguém jogará com isso no competitivo normal, mas a grande quantidade de treinadores usando esses sets no Pokémon Showdown forçou a criação dessa regra.

Essas são as Clauses básicas da Smogon University. Vale lembrar que elas são focadas em Single Battles, que é o cenário mais abordado pelos membros da Smogon. Para informações de outros estilos de combate, nós falaremos no futuro. Agora, vamos para a última parte da grande estrutura da Smogon: as Tiers.

Qual o poder de luta do Mewtwo?

A piada seria melhor
se houvesse um
Mega Mewtwo Z
.
"É de mais de 8.000!", você deve ter pensado, e provavelmente está certo. É por esse motivo que ele não pode participar de combates contra meros mortais, porque seria injusto que ele competisse contra Pokémon mais simples. Para ele, o desafio deve estar em vencer outras lendas como Rayquaza e Arceus, não? Afinal, assim o jogo fica equilibrado, pois todos os citados possuem níveis altíssimos de poder. Esse é o princípio básico das Tiers.

O conceito de Tier seria algo como "nível de classificação", em que cada Pokémon é alocado em um determinado nível para que possa competir com outros de Level equivalente. Como eles são escolhidos para cada Tier? Através de pesquisas sobre níveis de uso, estudo dos base stats e movesets em potencial. Se a soma disso tudo for muito boa, o Pokémon será classificado em uma Tier alta, e se não for, uma mais baixa. Ficou confuso? Bom, vamos ver cada uma delas e talvez a situação melhore.

Uber: Embora esteja aqui, Uber não é exatamente uma Tier. Na verdade, um nome mais apropriado seria "banlist", pois aqui estão todos os Pokémon que são fortes demais para participar de confrontos padrões, como a grande maioria dos lendários e alguns monstrinhos que, por algum aspecto, são fortes demais para o metagame comum. Alguns exemplos incluem Darkrai, Blaziken (com Speed Boost) e Mega Kangaskhan, mas nada lhe impede de usar Pokémon de Tiers mais baixas num time Uber!

OverUsed (OU): Os “MuitoUsados”, o metagame padrão é esse. Em suma, todos os Pokémon que não estejam banidos são permitidos nesse cenário, e é em torno dele que giram a grande maioria dos torneios ao redor do mundo. Aqui estão os Pokémon mais poderosos que não são lendários (salvo alguns casos), como é o caso de Scizor, Heatran e Conkeldurr.

UnderUsed (UU): Os “PoucoUsados” estão imediatamente abaixo dos OU, e seus poderes não são tão diferentes, apenas podem existir outros Pokémon que são melhores do que eles para exercerem determinados papéis. Nem por isso os Pokémon do UU devem ser subestimados; para terem uma ideia, Latias e Hydreigon agora fazem parte desse grupo (até o presente momento). Aqui não podem ser usados Pokémon que estejam em qualquer Tier supracitada e alguns outros casos específicos.
Entre o céu e a terra: Existem alguns Pokémon que não se classificam no OU por uso, mas que possuem poder demais para participar de partidas UU. Estes Pokémon são classificados sob o rótulo “Borderline”, ou “BL”, e embora não seja permitido que estejam em um time UU, eles não são considerados OU. É tudo uma questão de capacidade de combate. O mesmo acontece entre as Tiers UU e RU, mas essa lista está sob constante mudança. Então é preciso ficar antenado!

RarelyUsed (RU): A partir dos “RaramenteUsados” a diferença de poder começa a ficar perceptível. Aqui os Pokémon têm um uso bem reduzido se comparado aos astros do OU porque, em geral existem outros que fazem seus papéis de forma muito mais eficaz. Essa é a casa de Drapion, Hitmonlee e até mesmo Moltres!

NeverUsed (NU): Os solitários “NuncaUsados” pouco viram do cenário competitivo. Seus stats muito fracos os impedem de bater de frente contra os peso-pesados das Tiers mais altas, mas nem por isso não deixam de ter seus potenciais e nichos quando usados por aqui. Por incrível que pareça, os combates nas Tiers mais baixas costumam ser bem mais emocionantes!

Little Cup (LC): Essa Tier em específico, diferencia-se das outras pelo fato de que, aqui os combates não são em nível 100, e sim no nível 5. Todos os participantes devem ser Pokémon em seu primeiro estágio evolutivo, já os monstrinhos que não evoluem ou que possuem stats muito altos em suas primeiras formas são banidos. É um cenário divertido de se ver, mas muitas vezes excessivamente centralizado em determinados Pokémon, como costuma ocorrer em Tiers mais altas.

Com isso, ficam explicados todas as Clauses e Tiers da Smogon University. Mais detalhes sobre elas, como a listagem de quais Pokémon vocês vão encontrar em cada uma, podem ser facilmente encontradas nos fóruns (em inglês) da comunidade, além de poderem testar seus times no simulador Pokémon Showdown. Agora preparem seus times, encontrem onde seus parceiros favoritos podem brilhar e se preparem para a próxima aula!

Ask Me-owth

Depois de uma semana de hiato, hoje voltamos com a seção de perguntas e respostas! Novamente gostaria de lembrá-los que eu também respondo perguntas através do Twitter, portanto podem me procurar por lá se a situação for urgente. Agora, se a pergunta for detalhada e achar que outros podem ter a mesma dúvida, não hesitem em perguntar aqui! Com isso, vamos às dúvidas!
Tenho duas perguntas
1ª Quero montar um Tyranitar para o competitivo e pensei no Move Set Crunch, Earthquake, Steath Rock e Dragon Dance, e a distribuição de EV seria: 252 em Attack, 128 em Defense e 128 em Sp.Defense. Ele seria bom assim?
2ª Tenho um Tyrantrum Lv100 com Move Set Ice Fang, Thunder Fang, Fire Fang e Dragon Dance e sua distribuição de EV e a mesma dessa do Tyranitar, mas eu fui ver o base stats dele e vi que a Sp defense e a menor, Você acha que ele ainda aquenta bem em campo? Se não, a Reset Bag salva os stats dele?
— Hudson Lincoln
Então, Hudson, a primeira recomendação é que raramente se deve colocar EVs nas defesas antes de investir em HP. Quando se aumenta a barra de vida de seu Pokémon, é como se estivesse investindo em ambas defesas ao mesmo tempo, então sempre se foque nisso antes de colocar seus pontos em Defense ou Special Defense. Além disso, ambos os Pokémon usam Dragon Dance como Set Up Move, e estão com um moveset de Sweeper, então o investimento deveria ser dedicado à Speed para diminuir as chances do oponente conseguir te passar após o aumento na velocidade. E sim, Reset Bag vai te dar uma segunda chance!

Qual melhor nature para o Zard? X e Y.
— Joelton Junior

Ambos os Mega Charizards veem muito proveito em ter a sua velocidade aumentada, então o mais indicado seria Jolly para X e Timid para Y. Contudo, existem treinadores que preferem fazer uma estrutura de Mixed Sweeper para ambas versões de Mega Charizard, e se for nesse caso, Hasty ou Naive podem ser eficazes por não reduzirem o Special Attack do X e o Attack do Y.

Fiz errado em colocar 2 pokemons adversarios em sleep? ( Ps: só fiz isso pq eram Ubers mas não costumo deixar 2 dormindo) analise por favor CJTW-WWWW-WWW6-34H3
— Bruno De Souza Silva
Essa pergunta foi certeira com o tema de hoje, Bruno! Bom, se você levar em conta as Clauses da Smogon, sim, foi algo errado. Contudo, era uma partida livre e você estava em clara desvantagem por causa do time do oponente. Sua batalha também serve para mostrar que poder não é tudo, e as Tiers não delimitam o que seus Pokémon podem fazer. Mas cuidado, num torneio você poderia ter se complicado!
Er... voltando as minhas dúvidas, pra que q serve o golpe Wonder Room no competitivo? E qual seria o melhores golpes e quais EVs distribuir pra um Darmanitam com Zen Mode? Os stats dele, assim como a aparência mudam drasticamente.
— Ewerton Silva Gomes
Wonder Room é um golpe extremamente curioso pelo fato de trocar as capacidades defensivas do oponente, podendo transformar um Wall físico em especial e complicando suas defesas. Contudo, o custo de ativação (lê-se “perder um turno só pra causar essa mudança) não compensa a longo prazo, por isso não é muito recomendado usá-lo. Existem Mixed Sweepers por aí pra fazer esse trabalho.

Zen... Ze...
Zzz...
Quanto ao Darmanitan, uma forma que eu já testei e aprovo é fazendo-o migrar entre as formas para maximizar sua durabilidade. Começando a partida com Belly Drum, seu Attack será elevado em seis (!) estágios, e Zen Mode será acionado. Nessa forma, os stats defensivos dele aumentam muito, dando maiores chances de sobrevivência a um golpe do adversário. Depois, Rest vai restaurar o estado normal do Darmanitan e, com um Chesto Berry, vai acordar logo no final do turno. Agora basta dar um jeito na velocidade (alguém disse Flame Charge?) e terá uma máquina de destruição em massa pronta pro combate!

O problema da estratégia acima é que ela precisa ser acionada na hora certa, fazer um inimigo criar uma abertura e somente então agir. Se usar Belly Drum no momento errado, seu Darmanitan estará frágil e poderá ser facilmente nocauteado. Por isso, tenha muito cuidado, mas quando der tudo certo poderá prosperar na luta.

Isso conclui a aula de hoje do Competitivo 101. Com as regras da Smogon na ponta da língua, vocês estarão prontos para a maioria dos torneios não-oficiais mundo afora, incluso os mais populares daqui do Brasil. “Mas e os torneios oficiais, professor Fellipe?”, bem, isso é assunto para outra aula
Revisão: Leonardo Nazareth
Capa: Doug Fernandes

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook


  1. Kra adoro esses tutoriais do competitivo 101, espero q um dia vcs lancem uma edição especial compilada, queria muito ter essas aulas em formato apostila, imprimiria aqui e estudaria tudo bem direitinho de boa

    ResponderExcluir
  2. Ensinar padrão Smogon, pra garantir que jamais um brasileiro consiga ser campeão mundial em VGC.

    ResponderExcluir