Nintendo mira maior lucro anual dos últimos nove anos

Big N espera um crescimento de 26,7% em seu lucro operacional para o próximo ano, com mais 20 milhões de consoles vendidos no mesmo período.


A Nintendo está nadando em moedas douradas! A empresa anunciou nesta quinta-feira em seu relatório de final de ano fiscal que espera – com o contínuo sucesso do Nintendo Switch – que o lucro operacional aumente 26,7% até o próximo mês de março, podendo chegar a 225 bilhões de ienes (aproximadamente 2,06 bilhões de dólares), contrastando os 177 bilhões (1,62 bilhão de dólares) em média dos últimos oito anos. Se atingida, esta será a melhor marca da Nintendo desde março de 2010.



Em seu melhor momento a gigante japonesa alcançou descomunais 555 bilhões de ienes (aproximadamente 5,1 bilhões de dólares) no ano até março de 2009, quando conseguiu, com Wii e Nintendo DS, atingir fatias de mercado que foram muito além dos gamers tradicionais. Em pouco mais de um ano o Nintendo Switch já atingiu a marca de 17,8 milhões de unidades vendidas, e a estimativa para o ano vigente (até Abril de 2019) é que mais 20 milhões de Switchs cheguem às mãos de felizes jogadores pelo mundo. Números estes que animam quem espera que o novo console híbrido da empresa possa chegar perto dos mais de 100 milhões de unidades vendidas do fenômeno Nintendo Wii.

Depois de alguns anos difíceis com as baixas vendas do Wii U, parece que o bom momento da Nintendo não tem data para acabar. O recém lançado Nintendo Labo já é um sucesso, jogos first-party importantes como Donkey Kong Country Tropical Freeze e Super Smash Bros. estão chegando e ainda há muita expectativa sobre novos anúncios e parcerias que podem surgir na próxima E3, em junho.



Na mesma reunião para investidores – na qual foi apresentado o relatório anual – a Nintendo anunciou que seu atual presidente, Tatsumi Kimishima,  deixará o cargo no dia 28 de junho. Kimishima será substituído por Shuntaro Furukawa, que atualmente é membro do conselho tanto da Nintendo quanto da The Pokémon Company. Furukawa está desde 1994 na Nintendo, e vinha representando a empresa no Japão e na Europa.

Por fim, Satoro Shibata, presidente da Nintendo na Europa, volta para o Japão para desempenhar um papel maior na sede da Big N em Kyoto.

Fonte: Reuters


Carlos Eduardo Cirne escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook