Yoshi's Crafted World (Switch): dossiê dos vilões

Conheça mais sobre os meliantes que vivem para tocar o terror na ilha dos dinossaurinhos.


Desde que surgiu como spin-off da franquia Mario, a série própria de Yoshi trabalhou no sentido de diferenciar as aventuras do dinossaurinho das entradas mais tradicionais estrelando o bigodão. Importando criaturas e cenários já conhecidos dos arredores de Mushroom Kingdom e mesclando-os com novas criações, Yoshi foi recebendo um elenco de personagens e power-ups que acabaram se tornando marca registrada de seus títulos.


Com os vilões, não poderia ser muito diferente. Dizem que a qualidade de um herói tem relação direta com a qualidade de seus antagonistas, e isso é plenamente constatável em Yoshi's Crafted World (Switch) — pelo menos no que diz respeito ao critério de fofura, já que os oponentes da trupe jurássica apresentam-se em adoráveis construções ao estilo de arte artesanal. Confira nosso dossiê para saber mais sobre as principais criaturas maléficas do game e a história por trás de seus alvos para ovos favoritos.


Peixes pequenos

Ah, os capangas! Esses são os pequenos incômodos que comumente abordam nossos heróis ao longo de sua jornada. No caso de Yoshi, muitas vezes acabam ou convertidos em Ovos de Yoshi ou do lado mais dolorido de um lançamento de um deles.

Shy Guy


Vindo diretamente das profundezas do obscuro Yume Kōjō: Doki Doki Panic, título do Nintendinho que seria repaginado como Super Mario Bros. 2 no Ocidente, o eternamente tímido Shy Guy acabou trilhando um caminho pouco provável rumo ao estrelato após contracenar com Mario e seus amigos na versão mais bem-sucedida do jogo japonês. Embora não tenha feito nenhuma aparição subsequente na série principal do encanador — com a exceção de um traje de Mystery Mushroom em Super Mario Maker (Wii U) — esse carinha se tornou figura marcada em dezenas de spin-offs da série, ganhando o papel inclusive de ser o "bucha de canhão" oficial da série principal de Yoshi.

Embora pouco se saiba sobre este ser misterioso, uma coisa é certa: em Crafted World eles mostram sua versatilidade talvez como nunca antes. Desde os já tradicionais Fly Guys movidos a hélices até os mórbidos Zombie Guys — versões reanimadas que vagam sem rumo por um parque mal-assombrado —, passando pelos Ninja Guys sorrateiros lançadores de shurikens, o arsenal de abordagens desses caras é admirável. 

Piratas, vampiros e guerreiros tribais também se juntam ao exército implacável, mostrando que eles são capazes de fazer bem melhor do que o tradicional truque de se esconder em meio a flores de papel. Uma pena, no entanto, que mesmo com tanta variedade, todos costumem acabar do mesmo jeito: servindo como combustível para os ovos ricocheteantes de nossos dinossauros heroicos.

Seu design carismático é tão simplista que sua versão artesanal praticamente não se diferencia do que estamos acostumados a ver em outros games: tecido colorido, uma máscara branca sólida e uma tirinha de couro para sustentá-la. 

Fat Guy


Primos mais corpulentos dos Shy Guys, os Fat Guys estrearam já no primeiro Yoshi's Island (SNES), na icônica fase Lakitu's Wall. Desde então, eles se mantiveram praticamente exclusivos à série, com a única exceção do Gourmet Guy de Paper Mario (N64). Enquanto tradicionalmente a nutrição adicional garantia aos dinossauros a criação de um ovo gigantesco, aqui eles são convertidos em seis ovos regulares. 

Como poderíamos imaginar, sua participação se dá, por exemplo, na glutonesca Poochy's Sweet Run, onde aparecem atacando nossos heróis com gigantescos biscoitos recheados. Já na fase Haunted Maker Mansion, os caras aparecem num momento mais zen, relaxando em sofás que começam a se mexer caso eles sejam derrotados. Como é que eles conseguem ficar numa boa assim naquele clima sombrio, eu já não saberia explicar!

Bullet Bill

As balas nervosas estrearam no primeiríssimo Super Mario Bros. (NES) e, desde então, fizeram parte das linhas de defesa de Bowser quase tanto quanto os próprios Koopa Troopas. Ao contrário das variantes mais macias que deram as caras em Yoshi's Woolly World (Wii U/3DS), os Bullet Bills aqui parecem ter voltado ao bom e velho metal para fazer frente ao avanço de nossas pelúcias. 

Com seu próprio Costume representando-os no mais glorioso corta-e-cola de papelão, eles se tornam técnicamente jogáveis pela segunda vez no console híbrido, após terem sido feitos de bobo pelo Cappy em Super Mario Odyssey (Switch).

Cheep Cheep


Sem a presença ilustre da transformação de Yoshi em sereia, o peixão que nos acompanha desde Super Mario Bros. (NES) acaba reduzido aqui ao papel de se jogar para fora da água contra nossos heróis na tentativa de complicar ainda mais suas travessias aquáticas em fases como Bombs Away on Pirate Island e Slip-Slide Isle

Clawdaddy


Um legítimo inimigo de Yoshi, Clawdaddy é uma criatura que se concentra na rixa pessoal com a dinossaurada, aparecendo exclusivamente em títulos da série. Estreando no primeiro Yoshi's Island como um dos lacaios de Prince Froggy, esse crustáceo casca-dura costuma atacar em uma investida rápida e violenta com suas pinças cortantes.

Enquanto sua versão em Woolly World adotou um adorável modelo combinando bolsinhas de moedas e tesouras de costura, a mais recente encarnação do caranguejo se proteje das investidas de Yoshi com uma esponja de banho, enquanto toca o terror nas praias de Chilly-Hot Isles.

Cybo


Os Cybos são uma nova criatura que faz sua estreia aqui em Crafted World. Esses funcionários automatizados são responsáveis por operar as portas e elevadores da estação espacial de Space Hub Hubbub. Portanto, normalmente eles podem ser considerados aliados, já que são seres cibernéticos bem intencionados apenas cumprindo seu trabalho. No entanto, colisões de asteróides com a estação espacial são capazes de deixar todos os sistemas do lugar em pânico — o que inclui os pobres Cybos, que deixam suas funções de lado e partem para a ignorância sem pestanejar.


Chompagobblers


Outro dos estreantes de Crafted World, esse ser fantasmagórico chegou disposto a fazer parte dos pesadelos de Yoshi para sempre. Assombrando as salas de Haunted Maker Mansion, os Chompagobblers atacam rápido e sem piedade, abocanhando os Yoshis que vêem sem pestanejar. Imunes a todo e qualquer tipo de ataque, só resta uma opção: correr!

Fooly Flowers



Também conhecidos como Dizzy Dandies, esses mestres do disfarce infernizam nossos heróis desde o primeiro Island, aproveitando-se de sua incrível semelhança com as sempre cobiçadas Smiley Flowers. Aqui, elas normalmente dão as caras em grandes grupos nas sequências bônus, ocultando uma das plantinhas bem humoradas entre elas.

Flutter


Os Flutters são uma espécie de forma evoluída dos Wigglers, as simpáticas centopéias que estrearam em Super Mario World (SNES). A sequência focada em Yoshi foi quem introduziu essa variante mais pacífica, na fase Go! Go! Mario!. No entanto, esse pacifismo todo tem limites: caso sejam atacados, os borboletões ficam cheios de raiva e prontos para descontar tudo em Yoshi.

Gargantua Blarggs & Nep-Enut


Esses monstros invencíveis de lava são uma versão mais bonitinha dos Blarggs que tradicionalmente residem nos poços de lava dos castelos de Bowser. Invencíveis a qualquer ataque, esses monstros de lava se dissipam com um golpe de ovo por tempo suficiente para Yoshi escapar do encontro desastroso entre lava vulcânica e artesanato em Poochy's Magma Run. Sua versão aquática, Nep Enut, que povoava os subsolos de Yoshi's Island, também dá as caras, em versão de "gel de maquete", na fase Pirate Pier.


Goonies


Essas gaivotas fofíssimas estrearam no primeiro Island e desde então marcaram presença por toda a franquia de Mario. Sua versão artesanal parece feita de uma espécie de isopor, o que traz um problema de design: asas facilmente destacáveis. 

Bom, para dizer a verdade, esse problema sempre assolou a espécie  — e olha que os coitados ainda por cima mais ajudam do que atrapalham, servindo como meio de condução aérea por toda Windward Way, por exemplo.

Koopa Troopa


Os mais antigos e frequentes vilões de Mario dispensam quaisquer apresentação. Sua aparição aqui é bastante tímida - ostentando visuais de pelúcia ao estilo de Yoshi (mas com cascos ainda bem sólidos), eles até tocam um pouquinho de terror, mas cedem mais espaço aos secundários Shy Guys como é de praxe na série.

Little Mouser 

Esses roedores ladrõezinhos estrearam no primeiro Island, usando-se de sua velocidade para roubar os ovos de Yoshi. Sua versão artesanal se ocupa de passatempos ainda mais fofos, desta vez brincando com imãs e moedas ao longo de Mousers and Magnets.

Aparentemente interessados em acumular pequenas riquezas, um deles acaba roubando a gema azul da Sundream Stone, dando baile tanto em Yoshi quanto na dupla Kamek e Baby Bowser. Cheios de medo, os   Little Mousers se apavoram com qualquer coisa  —  são tão adoráveis e inofensivos que você se questiona se o vilão na verdade não é você.



Mel


Outro estreante de Crafted World, esses bolinhos apetitosos se utilizam de uma estratégia clássica dos Goombas e Shy Guys para tentar parar o avanço dos Yoshis em Poochy's Sweet Run: o ataque em formação de torre. Infelizmente lara eles, o truque acaba sendo tão eficiente quanto costuma ser nos outros casos, ainda mais quando nossos heróis contam com a ajuda de um Poochy faminto. Ninguém fica no caminho entre Poochy e seus doces - muito menos se você próprio for um doce!

Monty Moles


Essas toupeirinhas infernais estrearam junto com o próprio Yoshi em Super Mario World (SNES), embora seu design  empreste muito dos Rocky Wrenches de Super Mario Bros. 3 (NES). Ao melhor estilo do jogo de whack-a-mole (aqueles fliperamas de martelar a toupeira), eles costumam servir de alvo em minigames ao longo das fases, além de povoarem o tiroteio de ovos de Monty-Mole-B-Gone.

Piranha Plant



Ao lado dos Koopa Troopas e recém alçadas à categoria seleta de lutadores jogáveis em Super Smash Bros. Ultimate (Switch), as icônicas plantas carnívoras também marcam presença ao longo dessa mais nova jornada em diferentes versões, inclusive com uma variante gigantesca servindo como guardiã de um dos fragmentos da Sundream Stone. A versão aérea e roxa Bungee Plant também dá as caras, vindo diretamente de Yoshi's Island DS.



Raven


Outro adversário tradicional de Yoshi, esses corvinhos não praticam o vôo, preferindo tradicionalmente passar o tempo gravitando em torno de superfícies esféricas. Sua versão artesanal tem um aspecto mais liso, parecendo ser feita a partir de uma bexiga preta invertida.

Skelesaur


Esse fóssil vivo não se importa com os laços de espécie que o aproximam de um parentesco com Yoshi, causando destruição sem critérios nem limites em Skelesaur Wrecks.

Ukikis


Esses macaquinhos estrearam como ladrões de bebês no primeiro Island. Sem a presença de seu alvo habitual, suas versões de pelúcia dividem o tempo entre ajudar os Yoshis e a tentativa de assassiná-los: por vezes eles aparecem lançando ovos, mas na maior parte do tempo bombardeiam a fase com mísseis de brinquedo que explodem de verdade.

Intermediários

Esses sub-chefes são inimigos especiais que tocam o terror ao final de algumas fases, mas não chegam a ser os chefes propriamente ditos, já que não são batalhas pelos fragmentos da Sundream Stone.

Yarrctopus


Esse polvo pirata é o primeiro chefe de toda a aventura, atacando os Yoshis ao final de Pirate Pier com uma estratégia bombástica, mas não muito eficaz.

The Shogun


A mente estrategista por trás das armadilhas de Ninjarama aguarda Yoshi escondido em uma sala cheia de puzzles ao final de The Shogun's Castle. Infelizmente para ele, o cara manda bem mal no quesito do combate corpo-a-corpo!

Mestres do Mal

Criações de Kamek para conter os avanços dos Yoshis (ou atender às birras de Baby Bowser)

Tin Can Condor


A primeira criação de sucata de Kamek surge após um Little Mouser espertinho chegar antes de todo mundo e roubar a gema azul para si. Feito da combinação inusitada entre uma lata de café e bexigas, essa ave ataca com aviõezinhos de papel, projéteis e ataques aéreos diversos. A sorte de Yoshi é poder contar com os imãs dos Mousers para nivelar um pouco as coisas!



Spike the Piranha


Essa versão monstruosa da Piranha Plant surge na busca pelo próximo fragmento da Sundream Stone, após um mal-entendido envolvendo uma espécie de pinhata temática da planta carnívora. Contando com material orgânico das pinhas e avelãs de Acorn Forest, o bichão ataca com padrões diversos e depende do uso estratégico das pinhatas para ser vencido.



Burt the Ball


Essa nova encarnação de um vilão recorrente da série surge de uma discussão inusitada entre Yoshi e Baby Bowser na piscina, tratando a respeito das habilidades do governante Koopa em se equilibrar em uma bola de praia. Aptamente criado a partir de uma bóia esférica gigantesca, essa versão continua a trazer o velho problema com as calças. A batalha aquática que se segue envolve muitas bolas quicantes e equilíbrio em uma plataforma flutuante.



Gator Train


Esse trem de brinquedo amaldiçoado surge de um ataque de birra de um Baby Bowser cada vez mais impaciente, frente a um Kamek proporcionalmente desiludido com suas atividades de babá. Com inveja do trenzinho de Yoshi, o monarca ordena ao mago que crie um brinquedo que combine a maquinaria pesada com a ferocidade do crocodilo. O resultado, como não poderia deixar de ser, é uma perseguição bombástica sobre trilhos.


. . .


E quanto aos "cabeças do esquema", a dupla dinâmica Kamek & Baby Bowser? Confira em breve em nosso perfil especial sobre esse time de facínoras!

é gamer pra todo jogo, mas tem predileção por títulos retrô e um bom e velho JRPG. Sonic, Donkey Kong Country, Ratchet & Clank, Final Fantasy e Disgaea são algumas das séries que formaram a paixão pelos games, desde que ganhou seu Mega Drive, muitos (nem tantos!) anos atrás. Além de escrever para o Nintendo Blast e Game Blast, pode ser encontrado tagarelando no Plano Crítico.

Comentários

Google
Disqus
Facebook