PerfilPokémon Blast

Misty, a sereia de Cerulean

Saiba mais sobre a Líder de Ginásio que foi de oponente nos games a co-protagonista do anime, marcando época nas fases iniciais da franquia Pokémon.



Após vencer o primeiro desafio da jornada — o ginásio chefiado por Brock, na cidade de Pewter City —, nosso protagonista de Pokémon Red & Blue (GB) atravessa a primeira caverna do jogo (Zubats! Zubats!) rumo à próxima cidade. O objetivo principal que o aguarda do lado de lá é o ginásio aquático liderado por Misty, apresentada no game original como a “tomboyish mermaid” (algo como a “sereia moleca”) de Cerulean City.

Facilmente reconhecida tanto por fãs quanto por não-fãs da série, a treinadora estava destinada a ter um papel mais amplo do que o de ser uma das oito líderes de ginásio da aventura de estreia — tanto é que seu retorno recente em Pokémon Let’s Go Pikachu/Eevee! (Switch) pode ser considerado parte integrante do pacote saudosista de Kanto oferecido pelo game, tendo sido celebrado inclusive com um novo retorno ao anime.



Concebida como a segunda Líder de Ginásio das aventuras originais, a treinadora do tipo aquático Misty (chamada de Kasumi [カスミ], no original) estaria destinada a ser uma das personagens mais reconhecidas e facilmente associadas à franquia.


Isso porque, passando de oponente à co-protagonista, Misty se tornou a primeiríssima companheira de jornada de Ash Ketchum no anime — o qual teria um papel importante em propagar a fama dos monstros de bolso por todo o mundo. Com isso, a jovem treinadora se tornou provavelmente a personagem feminina mais conhecida de toda a série.

A especialista do tipo água

Suas origens remontam ao planejamento dos games originais, sendo que seu mais antigo design conhecido é um rascunho simples de Ken Sugimori, o qual inspirou sua primeira versão icônica em pixel art. O primeiro artwork oficial completo da personagem para os games apareceria em Pokémon Yellow — embora ilustrações para o jogo de Estampas Ilustradas (Trading Card Game) e o próprio anime já tivessem a apresentado em mais detalhes e “à cores”, incluindo aí seu cabelo ruivo, uma das principais marcas da personagem.

Criada para ser o segundo desafio do jogo, a personagem parece ser uma das mais jovens líderes de ginásio de Kanto e, juntamente a Brock, faz parte de uma dupla inicial de chefes mais “amigáveis”, os quais procuram inspirar positivamente o protagonista a melhorar suas habilidades — precedendo os desafios intimidadores de Lt. Surge, Koga e Sabrina e os experientes Erika e Blaine, por exemplo.

Quando desafiada por Red, Misty revela um pouquinho de seu lado determinado ao afirmar para o desafiante que todo treinador deve ter bem claro para para si qual seu estilo estratégico. O dela, como a temática do ginásio já sugere, é uma ofensiva coordenada com pokémon do tipo aquático.


Em suas aparições originais em Red & Blue e nos remakes Pokémon Fire Red & Leaf Green (GBA), essa ofensiva é caracterizada pela dupla de pokémon em forma de estrela: Staryu e sua evolução, Starmie. Em Pokémon Yellow (GBC), mesmo com o intuito de aproximar o universo do game ao anime, seu time permanece o mesmo, ficando ausentes seus parceiros conhecidos do programa televisivo como Goldeen e — o maior famoso de todos — Psyduck. Curiosamente, Let's Go Pikachu/Eevee! decide fazer juz ao pobre pato incompreendido, substituindo Staryu na dupla de defensores do ginásio.

Após ser derrotada, a treinadora (um tanto relutantemente) presenteia o treinador com a Cascade Badge, acompanhada do que declara ser seu TM favorito. Curiosamente, essa predileção muda de jogo para jogo: do TM11 (Bubble Beam) em Red, Blue & Yellow ao TM03 (Water Pulse) em FireRed & LeafGreen, até chegar ao mais recente TM29 (Scald) em Let's Go, Pikachu/Eevee!.



Em pokèmon Let's Go, Pikachu/Eevee!, a treinadora pode ser desafiada uma vez a cada dia no sistema de rematches contra líderes de ginásio. Seu time — a versão mais atual dos games até agora — é composto por Golduck, Dewgong, Vaporeon, Starmie e Gyarados.

A inclusão de Gyarados é interessante, já que o pokémon marca presença como um dos principais pokémon da treinadora em alguns mangás (tanto em Pokémon Adventures quanto em The Electric Tale of Pikachu). Por sua vez, sua versão do anime revela, no segundo episódio da sub-série especial Pokémon Chronicles, que a treinadora possuia um grande medo de Gyarados devido a uma experiência traumática de infância — que ela finalmente conquista já em um ponto mais avançado de sua carreira no ginásio.




Em seu retorno em Pokémon Gold & Silver (GBC) — e nos respectivos remakes Pokémon HeartGold & SoulSilver (NDS) — Misty aparece com um visual renovado, marcando a passagem de três anos entre as aparições. Seu time passa a incluir Golduck, Starmie, Lapras e uma adição de Johto, Quagsire

O protagonista Ethan acaba interrompendo sem querer um encontro romântico da jovem no Cerulean Cape, o que a início de conversa a deixa revoltada. Após saber que se trata de um campeão de Johto, a treinadora prontamente organiza o duelo valendo a Cascade Badge.


A treinadora, assim como ocorre com todos os líderes de ginásio de Kanto, marca presença também em Pokémon Stadium (N64) e em sua sequência Pokémon Stadium 2 (N64). Como é de praxe, no desafio Gym Leader Castle ela recebe times mais completos de seis pokémon — incluindo alguns trunfos que fogem de sua diretriz central de tipos água. Merecem destaque Psyduck e Togetic, que marcam referência aos companheiros icônicos da garota em sua versão do anime.

Já em Pokémon Black 2 & White 2, a líder de ginásio marca presença nos desafios do World Tournament em sua versão mais amadurecida de Gold & Silver, com times variados que incluem Starmie, Lapras, Golduck e Quagsire, além de adições de Unova como Jellicent, Swanna e Carracosta.


Em busca da bicicleta perdida

Excetuando os breves diálogos pré e pós-batalhas e algumas cutscenes esparsas, as principais pistas que temos da personalidade da treinadora nos jogos se dão através da função Fame Checker de Fire Red & Leaf Green. 

Os boatos da cidade mostrados no aplicativo dão conta de que Misty idolatra Lorelei, da Elite Four; tem altas expectativas a respeito de encontrar o par perfeito para um encontro no Cerulean Cape (desejo que, como vimos, seria realizado dentro de no máximo três anos) e pensa em um dia sair em viagem pelo mundo para aprimorar suas habilidades. Essas características se fazem presente em praticamente todas as versões da personagem (ao contrário do que ocorre com outros, como é o caso de Lt. Surge ou Koga, que mudam totalmente de caracterização de acordo com o universo em questão).

Nas adaptações dos games para outras mídias, a personagem consegue ter mais tempo de exposição para se desenvolver, sendo que muito do que é mostrado parece se alinhar perfeitamente com o que sabemos do universo dos jogos. A versão mais conhecida de Misty é aquela do anime — não por menos, já que a personagem data do primeiríssimo episódio da série, "Pokémon, eu escolho você!". 




Abordada por Ash em meio a uma crise com um grupo enraivecido de Spearow, a garota tem a bicicleta roubada pelo treinador iniciante nos arredores de Pallet, e passa a segui-lo com a justificativa de que precisa cobrá-lo pelo veículo destruído. Com o tempo, fica claro que a insistência no caso não passa de uma desculpa para encobrir  sua vontade de viajar junto a Ash e ao outro companheiro de jornada, Brock. 

A dificuldade em admitir sua vontade dá indícios de sua natureza teimosa e um tanto obstinada. Contrastando radicalmente com a abordagem "cabeça fresca" de Ash e com o estilo relaxado de Brock, a jovem frequentemente protagoniza ótimas cenas de comédia. Também não é raro que as tramas da série indiquem que há um interesse romântico da parte da garota em Ash — que, como não poderia deixar de ser, permanece totalmente por fora da situação.


No início, Ash e Brock viajam com a garota sem saberem se tratar de uma líder de ginásio. Posteriormente, descobrimos que nessa versão do anime Misty é na verdade a irmã mais nova do trio de Irmãs Sensacionais, nadadoras profissionais encarregadas do ginásio aquático de Cerulean. No episódio 007, "As flores aquáticas da Cidade de Cerulean", descobrimos um pouco mais sobre o que Misty fazia longe de casa: após mais uma desavença com as irmãs (que a provocam por não se interessar ou não ter habilidades no nado sincronizado), a jovem decidiu ir atrás de seu sonho e partiu em uma jornada pokémon, procurando aprimorar suas habilidades.

Revoltada pelo fato de as irmãs não estarem aceitando desafios no ginásio (distribuindo a Cascade Badge sem qualquer pré-requisito), Misty desafia Ash para uma batalha pela insígnia — que é devidamente impedida de chegar à conclusão graças à Equipe Rocket. Após ajudar as irmãs a repelir o ataque, Ash se dá por satisfeito, aceita a insígnia e continua sua jornada. O episódio ajuda a cimentar (um pouco) a relação de Misty com os dois amigos, e a garota segue jornada com eles por toda Kanto e Johto, deixando o grupo para cuidar do ginásio, agora como uma treinadora mais experiente.

A sereia de Cerulean

A personagem não poderia ficar ausente das outras adaptações dos jogos da primeira e segunda geração de Pokémon. Uma das mais importantes é a do universo de mangá Pokémon Adventures (Pokémon Special, no original, publicado apenas como Pokémon pela Panini Mangás no Brasil). Em uma leitura do universo dos games que se diferencia em vários pontos do anime, a série explora o caráter "amigável" dos dois primeiros líderes de ginásio e os coloca em contraste contra os outros — a maioria deles caracterizados como verdadeiros vilões.

Misty acaba sendo assim uma das primeiras aliadas de Red em sua jornada pokémon, aparecendo nos já nos capítulos iniciais de Red & Blue. Após conhecer a jovem em uma crise envolvendo a Equipe Rocket (que realizou experimentos terríveis com o Gyarados da jovem líder de ginásio), Red acaba se aliando a ela contra os vilões e acompanhando-a até Cerulean.

Nesta versão, Misty não parece dividir o ginásio com as irmãs, e curiosamente parece ser uma milionária, recebendo Red em uma mansão com um jantar luxuoso. Assim como ocorre no anime, o protagonista desconhece inicialmente a real identidade da garota, que também parece igualmente complexada a respeito de provar sua capacidade como treinadora. 

Após "tocar o terror" sobre Red com um ataque noturno (na tentativa de "baixar sua bola"), a dupla acaba realizando o desafio oficial no qual Red sai vitorioso. Misty assume mais rapidamente sua real intenção, e com isso passa um tempo treinando junto de Red, antes de partirem em caminhos diferentes. Posteriormente, Misty retribui a ajuda contra a Equipe Rocket ao auxiliar Red em um momento crucial de sua aventura, salvando o jovem de morrer afogado tentando obter o HM Surf (!?).



A treinadora volta a aparecer nos volumes de Yellow, coordenando um coletivo de "líderes de ginásio do bem" contra o avanço de uma vilanesca Elite Four — que se prova pior do que a própria Equipe Rocket! Sua aparição nos volumes de Gold, Silver & Crystal segue um pouco do que é mostrado nos respectivos jogos. Assim, sua caracterização é uma das que menos diferente entre o anime e o mangá Adventures — embora não é difícil imaginar que a versão do anime seja relativamente mais "encrenqueira" do que a Misty (um pouco) mais esportiva de Adventures.



Algo interessante de se notar, além de todo o carisma da personagem — que é característico dos personagens da franquia, e ajudaram a garantir o nível de imersão e o charme deste universo desde as primeiras entradas — é que em todas as suas versões, Misty é apresentada como uma jovem treinadora que, apesar do status de líder de ginásio, possui um objetivo muito próximo ao do protagonista Red: viajar pelo mundo e se tornar uma treinadora grandiosa. 

Se Brock atua como o "irmão mais velho" (inaugurando talvez o modelo do "rival bonzinho"), Misty precedeu de certa forma as protagonistas femininas da série, que só marcariam na geração seguinte com Pokémon Crystal (GBC). Justamente por conta disso, fica a torcida para que a personagem marque presença em títulos futuros de forma ainda mais marcada do que na revisitação saudosista de sua primeira aparição. Afinal de contas, a sereia de Cerulean merece mais do que só ser derrotada dia após dia por uns trocados, não é mesmo?




é gamer pra todo jogo, mas tem predileção por títulos retrô e um bom e velho JRPG. Sonic, Donkey Kong Country, Ratchet & Clank, Final Fantasy e Disgaea são algumas das séries que formaram a paixão pelos games, desde que ganhou seu Mega Drive, muitos (nem tantos!) anos atrás. Além de escrever para o Nintendo Blast e Game Blast, pode ser encontrado tagarelando no Plano Crítico.

Comentários

Google
Disqus
Facebook