Stage Select

Recarregue a lanterna, respire fundo e volte a adentrar as escuras salas da assombrosa Luigi's Mansion (GCN)

Depois de Mario is Missing! , fazia em torno de oito anos que Luigi não brilhava em uma aventura protagonizada por ele mesmo. Sempre sob ... (por Anônimo em 03/11/2013, via Nintendo Blast)

Depois de Mario is Missing!, fazia em torno de oito anos que Luigi não brilhava em uma aventura protagonizada por ele mesmo. Sempre sob a sombra do herói Mario, o encanador azarado teve a chance de conquistar novamente os holofotes em 2001, mas sob uma situação em que ele morre de pavor: arriscando-se em uma mansão lotada de Boos e fantasmas esperando a cada canto para assustá-lo! Confira todos os sustos que Luigi’s Mansion, a Mansão de Luigi, causou no pobre irmão vestido de verde.
Atenção: este texto possui revelações sobre o enredo (spoilers) de Luigi’s Mansion (GCN). Leia por sua conta e risco!

Você é o ganhador!

Localizada no coração de Boo Woods, o bosque dos Boos, a tenebrosa mansão na realidade nunca passou de uma armadilha de King Boo para se livrar dos irmãos encanadores. Para tal fim, ele bolou uma carta que premiava os irmãos com uma enorme mansão em um concurso que eles mal haviam concorrido. Mario é o primeiro a chegar no lugar para se encontrar com seu irmão, mas não é encontrado em nenhum lugar quando Luigi chega lá depois. Ao invés disso, ele descobre que a mansão é mal-assombrada e que Mario foi raptado, e agora deve enfrentar diversos fantasmas prontos para literalmente “matá-lo de susto”!

Nunca acredite tão cegamente em promoções absurdas assim!

Pela porta da frente

A primeira sala que Luigi adentra em busca do seu desaparecido irmão é o vestíbulo da mansão, que se tornou um dos cartões de apresentação do cenário por ser justamente a entrada e por causar uma tremenda de uma primeira impressão. O vestíbulo tem uma importância que vai além do jogo protagonizado por Luigi, já que, geralmente, é a sala a ser usada em outras representações desse assombroso lugar em diversos spin-offs da série do bigodudo.

O cartão-postal da mansão
O vestíbulo também é uma das salas da primeira parte da busca de Luigi mansão adentro, na chamada Area 1. Depois que Luigi conhece o Professor E. Gadd na sala de estar, logo depois do vestíbulo, e descobre através do cientista que a mansão apareceu misteriosamente da noite para o dia, ele recebe a Poltergust 3000 para ajudá-lo no resgate de Mario. A Area 1 é concluída depois que Luigi explora e captura os fantasmas da região superior da mansão, que consiste primariamente em quartos da finada família que (ainda!) vive lá. Depois de capturar o pai Neville e a mãe Lydia, Luigi precisa enfrentar o bebê Chauncey para concluir o capítulo e abrir outras portas da mansão.

Isso que dá mimar demais o bebê
Area 1 destacada em amarelo
A Area 1 engloba os cômodos do vestíbulo, sala de estar, antessala, closet, varanda do 2º andar, biblioteca, quarto mestre e berçário.


Indo mais fundo

A segunda seção da Luigi’s Mansion, entitulada de Area 2, é a que contém o maior número de salas abertas para se explorar. Ela engloba o começo do objetivo adicional de capturar Boos, depois que Luigi os livra, sem querer. E. Gadd explica ao bigodudo que foram os Boos os responsáveis por despertar os fantasmas da casa, e que capturá-los irá ajudar a restaurar os outros fantasmas para sua forma original de retratos, também.

King Boo também é liberto juntamente com seus lacaios por engano
Luigi também pode encontrar o espectro de Madame Clairvoya, uma vidente que o ajuda a localizar seu irmão desaparecido usando itens dele deixados para trás, como seus sapatos e suas luvas. Depois da última previsão, onde é revelado que Bowser está supostamente atrás dos planos do desaparecimento, Madame Clairvoya perde seu poder de vidência de tanto medo e pede para que Luigi a capture e a retorne para a forma original de quadro. Além dela, Melody Pianissima, Mr. Luggs, o mordomo Shivers e o cão Spooky são os fantasmas capturados dessa área. Só então Luigi pode adentrar o cemitério da mansão para enfrentar Bogmire e concluir o segundo capítulo.

Bogmire é um fantasma capaz de se dissolver em sombras
Area 2 destacada em azul
A Area 2 contém os cômodos da sala de jantar, cozinha, lavanderia, quarto do mordomo, conservatório, banheiro, lavabo, quintal, salão de festas, almoxarifado, quarto da vidente, sala do espelho, cemitério e uma sala secreta ligada ao quarto do mordomo.

Saindo para tomar um ar

A terceira seção da gigantesca mansão é marcada pelas primeiras salas e setores ao ar livre durante o capítulo da Area 3. Também é nessa seção que Luigi pode ver, pela primeira vez, onde Mario está preso: dentro de um quadro! Ao explorar melhor as redondezas do quintal, Luigi pode acessar uma passagem secreta que o revela parte do Altar Secreto de King Boo, onde Mario está sendo mantido refém.

O pior de tudo é que isso não é Super Mario 64...
Luigi também deve voltar a explorar alguns setores do segundo andar da mansão e capturar outros fantasmas dos antigos moradores como Biff Atlas, Nana, Slim Bankshot, Miss Petunia e os gêmeos Henry e Orville. Logo após capturar todos as almas penadas, Luigi obtém acesso à grande varanda do 3º andar e deve enfrentar Boolossus, um gigantesco fantasma composto de outros 15 Boos menores.

Area 3 destacada em verde
A Area 3 circunscreve os cômodos da sala de sinuca, sala de cinema, salão de jogos, quintal, quarto de Nana, quarto dos gêmeos, outro banheiro e outro lavabo, sala de chá, salão astral, observatório, sala de safari e a varanda.


Reta final

No início do quarto (e eventualmente último) capítulo, a Area 4, um raio acerta em cheio a mansão e causa um apagão, o que o obriga a procurar o disjuntor da mansão para restaurar a luz das salas concluídas. Para sua infelicidade, a sala do disjuntor está trancada, e ele só consegue recuperar a chave depois de capturar o fantasma do Tio Grimmly. Com a energia de volta, Luigi pode capturar mais Boos e fantasmas de retratos, como Sue Pea, Sir Weston, Jarvis e Clockwork Soldiers antes de encontrar o ateliê de Vincent Van Gore, que pinta quadros de fantasmas para atacar Luigi. Com a derrota desse mini-chefe, Luigi finalmente consegue a chave do altar secreto, onde ruma em resgate de Mario.

É melhor que continue achando que é "só" um aspirador, King Boo.
Lá, Luigi descobre que King Boo bolou todo esse plano por vingança de sua espécie, e é empurrado para dentro do retrato de Mario, onde é colocado frente a frente em um confronto contra Bowser (como Madame Claivoya tinha previsto). Depois da luta, é revelado que Bowser era apenas um monstro mecânico controlado por King Boo, que é capturado e revertido em quadro ao mesmo tempo que Mario passa pelo processo oposto para se livrar de sua prisão de óleo sobre tela.

A luta contra o Bowser mecânico acontece no telhado da mansão
Area 4 destacada em vermelho
A Area 4 da mansão conta com os cômodos da sala do disjuntor, o quarto selado, sala de espera, quarto de visitas, ateliê do artista, sala do relógio, sala do telefone, depósito de armas, estúdio de cerâmica, adega, depósito frio, sala de encanamento e o altar secreto.

Brincando com espíritos

Depois da conclusão de Luigi’s Mansion, Luigi usa o dinheiro arrecadado para reconstruir uma nova mansão, e o tamanho de sua nova moradia depende de quanto dinheiro ele obteve durante o resgate do irmão. Apesar de vários finais diferentes, a sequência Luigi’s Mansion: Dark Moon oficializa a mansão de classe “D” como a construída por Luigi, já que ele aparece morando nela na introdução do jogo.

À direita: a cinematic de introdução de Dark Moon
Não é apenas na sequência da série que a mansão de Luigi reaparece em outra forma, contudo. Ao longo de todos os spin-offs da turma do Mario, a Luigi’s Mansion foi uma das localidades mais presentes para competir ou festejar, por mais estranho que isso soe:

  • Em Mario Kart: Double Dash!!, a versão de classe “A” da nova mansão de Luigi aparece no fundo do circuito de Luigi. Também é possível batalhar com mais jogadores em uma arena baseada na velha mansão assombrada.

  • Já em Mario Kart DS, a mansão se torna uma pista de corrida própria com direito a fantasmagorias e um passeio pelo cemitério. Ela também volta como uma pista Retro em Mario Kart 7.

  • Mario Power Tennis usa o quintal da versão velha e assombrada da mansão como um campo de tênis, incluindo a aparição de fantasmas que atrapalham os competidores.

  • Em Mario Hoops 3-on-3, o vestíbulo da mansão é transformado em uma quadra de basquete, onde os fantasmas podem roubar a bola. Similarmente, Mario Sports Mix também inclui a quadra nas modalidades de basquete e voleibol.

  • Super Mario Sluggers transforma o quintal e o cemitério da mansão em um imenso campo de basebol, onde a grama alta e a penumbra da noite dificultam encontrar a bola.

  • Super Smash Bros. Brawl introduz Luigi’s Mansion como uma arena, mostrando o vestíbulo, o berçário, a cozinha, a biblioteca e o salão de festas como partes da mansão que pode ser completamente destruída durante a luta.

Além de todas as aparições, Luigi’s Mansion também tem diversas menções ao longo dos jogos do encanador, como por exemplo no diário de Luigi em Paper Mario (N64), que revela o medo de Luigi por fantasmas e cita sua vontade de estrelar sua própria aventura (que, na época, já estava sendo paralelamente desenvolvida para o ainda não revelado Nintendo GameCube).
Depois de estrear no jogo que carrega seu nome, Luigi’s Mansion se tornou um dos mais importantes lugares para representar o medroso irmão de Mario. Apesar de não fazer uma grande aparição na sequência da série, ela pode ser revisitada em vários outros jogos do Mario, tendo sua importância equiparada a localidades como Delfino Plaza e até mesmo o castelo de Peach. Seja para jogar tênis ou apostar uma corrida, você ousaria adentrá-la novamente?

Revisão: Ramon Oliveira de Souza
Capa: Hugo H2P

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google