Top 10

Dez jogos para o Switch que gostaríamos de ver na conferência da Nintendo durante a E3 2018

Lista traz grandes franquias que ainda não deram as caras no console híbrido da Nintendo.



A Electronic Entertainment Expo é o evento anual mais importante para a indústria dos videogames, é onde as produtoras apresentam as novidades em suas conferências antes dos portões serem abertos para o público em geral. No período que antecede a E3, surgem muitas expectativas e especulações dos gamers para os anúncios dos títulos que serão lançados no decorrer do ano e no ano seguinte para suas plataformas preferidas.

Como em outras E3 passadas, a Nintendo apresentará um vídeo por streaming nos moldes do Nintendo Direct, ao contrário das outras produtoras que optam por uma apresentação no palco ao vivo para apresentar seus novos títulos e divulgar as novidades para seus consoles. Seguindo a mesma estratégia dos anos anteriores, a Big N focará em apenas um jogo, que será Super Smash Bros., inclusive haverá um torneio do game no dia da conferência da Nintendo após o campeonato mundial de Splatoon 2.

Neste torneio, competidores do mundo inteiro se enfrentarão no novo game da Nintendo de forma similar ao Super Smash Bros. Invitation do Wii U, que aconteceu na E3 de 2014. Na época foram selecionados 16 competidores da cena profissional para o torneio, mas com alteração nas regras para demonstrar as novas features do jogo, neste ano foram oito jogadores escolhidos.

Os únicos títulos confirmados na E3 2018 pela Nintendo são Super Smash Bros. e Splatoon 2. Muitos fãs da empresa gostariam de ser surpreendidos com novos títulos para o Switch e nós não somos diferentes, por isso listamos os dez jogos que gostaríamos de ver na conferência da Big N. Será que seremos agraciados com muitas novidades este ano?

10. Yoshi




Quando foi apresentado na conferência de 2017, o novo jogo do Yoshi foi uma agradável surpresa para os fãs, pois Yoshi Woolly World foi e continua sendo um ótimo título para o Wii U, e muitos jogadores queriam poder continuar desfrutando desse mundo colorido e simpático do “cavalinho do Mário”, mas a Nintendo apenas divulgou o ano de lançamento, transmitiu um vídeo na treehouse e depois não se falou mais de Yoshi.

Sua primeira aparição foi em 1991 no game Super Mario World, no qual Yoshi é um nativo na terra dos dinossauros, depois o personagem começou a ganhar mais destaque e protagonizou seus próprios jogos e spin-offs com Mario e sua turma. O jogo apresentado para o Switch foge das lãs de Woolly World e entra em um mundo construído em papelão em que o personagem pode explorar os dois lados dos cenários. Esperamos que a Nintendo divulgue mais informações sobre o game junto com o seu nome definitivo que até o momento não foram divulgados.

9. Animal Crossing




O popular e bem sucedido jogo de “simulação de vida”, Animal Crossing, faz um bom tempo que não aparece em um console de mesa da Nintendo, o último lançamento foi para o Nintendo Wii em 2008. Apesar de a série fazer muito sucesso no 3DS, onde o Animal Crossing: New Leaf vendeu mais de 11 milhões de cópias, nos consoles caseiros da Big N não teve nenhuma novidade, apenas um spin-off para o Wii U em 2015 que não agradou os fãs da franquia por mudar completamente o gameplay.

A série sempre parte da mesma premissa, um personagem recém-chegado a uma nova cidade procura por uma nova casa. O que difere Animal Crossing de outros simuladores é a jogatina em tempo real, o jogo utiliza o calendário e a data armazenada no console, portanto alguns eventos só estarão disponíveis em certos períodos do dia, inclusive datas comemorativas como o Natal. Surgiram alguns rumores que o game estava em produção para o Switch, só nos resta esperar e torcer para que seja verdade.

8. Mario Party




A aclamada série spin-off do Mario e companhia, Mario Party, sempre esteve presente em todos os consoles da Nintendo, desde o N64, incluindo os portáteis da empresa, sendo Mario Party: The Top 100 lançado em 2017 para o 3DS, seu último lançamento. Como em um jogo de tabuleiro, os participantes jogam seus dados e de acordo com o número tirado, avançam em busca de estrelas.

Existem vários minigames que premiam os jogadores com moedas. São disputados em 1 vs 3, 2 vs 2 e 4 vs 4, além dos itens que o jogador coleta ao longo do percurso para o ajudar durante a disputa. No Nintendo Switch, o game seria muito bem vindo, pois, com a tecnologia do Joy-Con, os minigames poderiam ser bem melhor aproveitados, visto que poucos jogos utilizam todas as funções dos controles do Switch e para o Mario Party seria ideal. Acreditamos que a Nintendo tenha planos para esse game e nos mostre algo no dia da conferência.

7. Fire Emblem




O jogo foi anunciado em janeiro de 2017 por meio de um Direct focado em Fire Emblem, mas depois a Nintendo não mencionou mais nada sobre o game. O teaser com cerca de 30 segundos não deu nenhuma pista sobre os personagens nem detalhes do novo Fire Emblem, apenas o ano de lançamento, o que frustrou muitos entusiastas pela série ao redor do mundo.

A série Fire Emblem consiste em jogos de RPG e estratégia baseado em turnos e tem como uma de suas características “a morte permanente”, ou seja, quando um personagem reduz seu HP a zero, o mesmo não continuará na campanha, excluindo os personagens principais em que os danos resultam em game over, diferentemente de outros jogos que apenas impossibilitam o personagem temporariamente.

O último título lançado para um console de mesa foi Fire Emblem: Radiant Dawn para Wii em 2008, depois apenas os portáteis receberam versões do game. Aguardamos um anúncio que Marth, Ike e Roy retornem com maestria para o Switch e não somente brilhem em Smash Bros, mas também em sua série principal.

6. Pikmin 4




Na E3 de 2015, Shigeru Miyamoto deu uma declaração para a Eurogamer dizendo que: “Pikmin 4 estava próximo de ser concluído”, os anos se passaram e novamente o criador da série comentou durante a E3 2017 que: “o jogo ainda estava em andamento”, após o comentário de Miyamoto, a Nintendo confirmou o desenvolvimento do game e que não poderia dar nenhuma informação no momento. Mais um ano se passou e ainda não existem informações sobre Pikmin 4 para o console de mesa da Nintendo.

A série teve seu início em 2001 para o GameCube, retratando a odisseia de Olimar para voltar para casa quando sua espaçonave cai em um planeta desconhecido habitado por criaturas hostis, logo o capitão também conhece seres amigáveis que ele denomina de Pikmin porque se assemelham com as cenouras de seu planeta chamada de “pikpik”. A franquia conta com três jogos lançados para consoles caseiros, sendo Pikmin e Pikmin 2 lançados para GameCube e posteriormente portados para Wii com New play control!, Pikmin 3 lançado para Wii U e 1 título para portátil que é Hey! Pikmin, torcemos para que o jogo esteja concluído e que Olimar junto a sua tropa colorida dê as caras em 2018.

5. GTA V




Um fenômeno absoluto, GTA V vendeu mais de 90 milhões de unidades desde seu lançamento em 2013, o jogo cuja longevidade é indiscutível devido a seus conteúdos adicionais disponibilizados com frequência figura o top 10 de vendas há quatro anos consecutivos. Aclamado pela crítica, o game ostenta sua pontuação de 97 no Metacritic, além de ser vencedor de vários prêmios dedicados aos videogames.

Quando o Switch foi lançado, a Nintendo divulgou uma lista dos estúdios apoiadores do console, entre elas está a Take-Two, que é a proprietária da franquia Grand Theft Auto. Surgiram enormes expectativas para o lançamento do game para o console da Nintendo, inclusive depois que foi anunciado o jogo L. A. Noire para o Switch, apareceram rumores que o próximo game seria o GTA V.

Um jogo Sandbox com inúmeras possibilidades de interação, em que o jogador controla três protagonistas que podem ser alternados a qualquer momento,  tanto para cumprirem as missões principais, secundárias ou apenas para vagar pela enorme área de San Andreas. Seria uma ótima adição à biblioteca do Nintendo Switch, além de ser um excelente título e com a liberdade de jogar em qualquer lugar no modo portátil.

4. Super Smash Bros.



A única novidade anunciada para a E3 2018 é Super Smash Bros. Revelado no final da Nintendo Direct de março deste ano, o game será o destaque da empresa no evento. A franquia foi concebida para o Nintendo 64 em 1999 e teve uma boa aceitação pelo público desde seu lançamento e esteve presente em todos os consoles caseiros da Nintendo desde então.

Em uma época que o N64 carecia de títulos de luta, o crossover da Nintendo se encaixou perfeitamente nessa lacuna, trazendo mecânicas novas de combate em que o lutador só é derrotado quando sai completamente do cenário. Outra novidade acrescentada ao jogo foi a substituição da tradicional barra de vida por números percentuais: quando o personagem leva dano, esse número aumenta e quanto mais elevado a porcentagem, maior a probabilidade do próximo golpe o arremessar para fora da arena.

Por ser o jogo principal da Nintendo este ano na E3, certamente conheceremos um pouco mais desse título para o Switch. Estamos ansiosos para saber mais dos lutadores escolhidos para essa versão e torcendo para que seja incluído um modo aventura semelhante ao Super Smash Bros. Brawl para jogar co-op local e online. Tomara que aconteça!

3. Bayonetta 3



Um dos jogos third-party exclusivo mais aguardado para o Nintendo Switch, Bayonetta 3 foi divulgado no evento The Game Awards 2017 de surpresa, fazendo a felicidade dos fãs da bruxa mais sexy dos videogames. Os jogos anteriores da franquia tiveram uma boa vendagem no Wii U, sendo que o primeiro foi a versão definitiva do game e o segundo foi um exclusivo para a plataforma.

O hack and slash da Platinum Games conta com um gameplay frenético na qual a bruxa enfrenta uma horda de seres celestiais, a protagonista tem a sua disposição diferentes armas e habilidades que vão ajudar em sua jornada para recuperar sua memória. Bayonetta é especialista em Bullet arts — um estilo de luta que combina combate corpo-a-corpo com armas de fogo, a umbra witch utiliza duas pistolas nas mãos e nos pés que são primordiais para abater os inimigos — ela também possui a habilidade de invocar demônios para auxiliar nas batalhas.

Muito pouco foi divulgado a respeito de Bayonetta 3, apenas um trailer informando que o jogo estava em desenvolvimento e sua exclusividade para o Nintendo Switch, o que causou revolta entre os fãs de outras plataformas, inclusive o diretor do jogo Hideki Kamiya comentou sobre o assunto em seu Twitter. Quem sabe a Nintendo traga mais informações sobre o game na E3 deste ano.

2. Metroid 4



Na E3 de 2017, apenas um teaser com o logo do jogo foi suficiente para deixar os fãs extasiados. O retorno da aclamada franquia da Nintendo para o Switch com  Metroid Prime 4, a série que não aparecia em um console caseiro há nove anos, foi um dos principais anúncios da Big N naquele evento, mesmo sem fornecer nenhuma informação adicional sobre o game.

A franquia Metroid teve seu início em 1986 quando foi lançado para o periférico Famicom Disc System, um acessório para o Famicom no Japão, no ano seguinte a América do Norte recebeu a versão do jogo em cartucho. No ano de 2002, 16 anos após o lançamento do primeiro título, a franquia passou por uma reformulação e nasceu Metroid Prime, no qual o game passou de um jogo de side scrolling 2D para um game de aventura 3D em primeira pessoa, mantendo sua essência na jogabilidade e na exploração.

A série protagonizada por Samus Aran é muito influente na indústria dos jogos eletrônicos, no entanto virou um subgênero de jogos de ação e aventura junto com Castlevania, formando assim o “Metroidvania”, que tem como objetivo principal a exploração para a obtenção de artefatos que são essenciais para a progressão no game. Estamos ansiosos para receber mais notícias desse clássico da Nintendo.

1. Pokémon



O jogo mais esperado para o Nintendo Switch na E3 de 2018 sem dúvida nenhuma é Pokémon. O game da série principal nunca apareceu em um console de mesa da Nintendo, apenas os jogos spin-offs da franquia, ao contrário, nos portáteis da empresa os “monstrinhos de bolso” reinam soberanos. A série Pokémon vendeu mais que 300 milhões de cópias ao redor do mundo juntando os jogos principais e spin-offs, tornando-se a segunda franquia de jogos mais vendida, perdendo apenas para os jogos do Mario.

O novo jogo da série principal foi anunciado na E3 de 2017 pelo presidente e CEO da The Pokémon Company, Tsunekazu Ishihara,  que disse: “A Game Freak deu início ao desenvolvimento de um RPG Pokémon para Switch, o seu lançamento pode ainda estar longe, mas espero que estejam ansiosos para jogá-lo!”. Esse pronunciamento foi o suficiente para alimentar o hype dos fãs da franquia.

Todo o conteúdo de Pokémon é dividido por gerações, quando é lançado um game principal da franquia, são apresentados novos Pokémon que dão início à geração, então, a partir desse lançamento, todos os produtos da The Pokémon Company são atualizados com os novos bichinhos, sejam filmes, desenhos ou spin-offs apresentadas. Atualmente estamos na sétima geração de Pokémon, com a versão do Switch talvez será apresentada a oitava geração dos “monstrinhos de bolso”, e nós do Nintendo Blast estamos muito ansiosos para conhecer essa nova geração. Não sabemos se será nessa E3 que a Nintendo divulgará mais novidades, só nos resta aguardar e cruzar os dedos.

Menções Honrosas


O console híbrido da Nintendo é uma excelente plataforma e certamente queríamos ver mais jogos anunciados para o console, recentemente surgiram alguns rumores de jogos que supostamente seriam anunciados no eventoStar Fox como um jogo de mundo aberto, F-Zero que muitos fãs da Nintendo esperam por anos e um novo Donkey Kong seriam gratas surpresas se não fossem apenas rumores e fossem anunciados, mas existem outros títulos que seriam muito bem-vindos para o Switch como Beyong: Good and Evil 2, Dragon Ball FighterZ, Call of Duty, dentre outros.

A E3 2018 acontecerá do dia 12 a 14 de junho no centro de convenções de Los Angeles, a conferência da Nintendo será transmitida no dia 12 de junho às 13 h no horário de Brasília.

E você, quais jogos gostaria de ver nessa E3 para o Nintendo Switch? Diga nos comentários.
Revisão: Luigi Santana
Pierre Oliveira é formado em letras e skatista nas horas vagas, fascinado por jogos eletrônicos desde que se conhece por gente. Acredita que o melhor videogame lançado até hoje foi o Super Nintendo, embora seja apaixonado pelo seu Playstation 3. Seus jogos prediletos são Donkey Kong Country 2 e Heavy Rain, pode dificilmente ser encontrado no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook