Top 10

Os dez melhores indies nos consoles da Nintendo

Vamos falar sobre verdadeiras obras de arte feitas com recursos limitados e uma grande dose de criatividade, todos disponíveis nas plataformas da casa do Mario.


Nos últimos dias recebemos não um, mas dois anúncios da Nintendo focados inteiramente em jogos independentes. Não é novidade o grande apoio que a Big N costuma dar aos pequenos estúdios, chamando-os carinhosamente de Nindies e colocando-os em posições de destaque em alguns materiais de marketing.



Apesar do Wii U possuir uma boa lista de títulos indie, eles são muito mais populares no PC e também foram no PS Vita. Com o lançamento do Switch, parece que eles encontraram uma nova casa, sendo frequentes as notícias de grandes vendas, aliado a boa recepção pelo público e crítica de suas características junto a proposta on-the-go do console. Podemos considerar que projetos deste porte começaram a aparecer com mais frequência para os nintendistas a partir do Wii, devido ao início da popularização da distribuição digital nesta época, criando novas oportunidades para os pequenos estúdios.

Para aqueles não familiarizados com o termo, jogos independentes ou indies, são geralmente assim classificados por serem criados por pequenas equipes, e/ou sem um grande apoio financeiro. Por conta das condições, geralmente os desenvolvedores acabam apostando em soluções criativas ou focando em nichos de público incomuns para a grande indústria, gerando experiências únicas e diferenciadas para os jogadores em relação ao “feijão com arroz” encontrado na maioria dos jogos AAA.

Dito isto, vamos relembrar os dez jogos independentes mais marcantes nos consoles da Nintendo lançados até o momento:

10- Iconoclasts

Desenvolvedora: Joakim “Konjak” Sandberg/MP2 Games
Plataformas: Switch
Categoria: Ação, Aventura, Plataforma, Puzzle

Começamos com o que talvez seja o mais recente da lista, já que foi lançado ainda este mês no Switch. Iconoclasts pega emprestado aspectos de metroidvania para contar uma incrível história sobre uma mecânica que luta contra um governo teocrático e totalitário, e ajudar pessoas fazendo uso de suas habilidades é um dos piores crimes possíveis. Há personagens incríveis, animações detalhadas e uma trilha sonora marcante. Curiosamente, o game foi feito por apenas uma pessoa, e o resultado é impressionante.

9- Rocket League

Desenvolvedora: Psyonix
Plataformas: Switch
Categoria: Esporte

Rocket League é um verdadeiro fenômeno indie. Esqueça o futebol realista dos simuladores lançados todo ano e entre numa divertida experiência colocando veículos em campo. Apesar da proposta aparentemente simples, ideal para os mais casuais, o game conta com grande enfoque em suas físicas, com atualizações e melhorias de qualidade constantes, tornando-o bastante competitivo e ideal para campeonatos. É um game popular que está crescendo na cena de eSports, provando que o universo independente pode ser apenas o início de um grande projeto de sucesso.

8- SteamWorld Heist: Ultimate Edition

Desenvolvedora: Image & Form
Plataformas: Switch
Categoria: Estratégia baseada em turnos

Diferente das posições anteriores, este jogo se encontra também no 3DS e no Wii U. No entanto, a versão mencionada chegou ao Switch incluindo uma campanha extra e todas as DLC’s lançadas até o momento. No game nos juntamos a equipe da capitã Piper Faraday, recrutando novos robôs a vapor para a tripulação, enquanto abordamos e saqueamos outras espaçonaves, em busca de água e demais recursos necessários. Além da movimentação em turnos, o jogo possui um sistema de mira manual que beneficia a criatividade do jogador. É possível também realizar melhorias, encontrar diversas armas e uma coleção de chapéus para personalização.

7- Stardew Valley

Desenvolvedora: ConcernedApe
Plataformas: Switch
Categoria: RPG, Simulação

Stardew Valley é aquele jogo que você pensa em se divertir por apenas algumas horas, e quando percebe já investiu dezenas ou até centenas delas para deixar a sua fazenda bonita, lucrativa e impecável. Toda a ambientação torna a jogatina viciante e gratificante. Isso inclui belos gráficos em pixel art, uma trilha sonora relaxante e muito a se explorar e descobrir além dos limites da fazenda. Em uma comunidade cheia de problemas e oportunidades, cabe ao jogador realizar suas decisões, vivendo momentos incríveis e se tornando parte essencial da história do vale.

6- SteamWorld Dig 2

Desenvolvedora: Image & Form
Plataformas: 3DS, Switch
Categoria: Ação, Aventura, Plataforma, Puzzle

SteamWorld Dig (Multi) foi um jogo pensado para a primeira versão do 3DS, e portanto, os desenvolvedores precisaram simplificar algumas mecânicas para que rodasse bem naquele hardware. Mesmo assim o jogo chamou a atenção pela sua qualidade. A sequência chegou no início da vida do Switch como um grande anúncio entre os indies, expandindo as idéias do primeiro jogo e aproveitando as novas capacidades para criar uma aventura mais imersiva e completa. Após os eventos do primeiro jogo, nos colocamos na “lataria” de Dorothy dessa vez, a fim de descobrir o que aconteceu com Rusty. O game recebeu uma versão para 3DS também.

5- INSIDE

Desenvolvedora: Playdead
Plataformas: Switch
Categoria: Aventura, Plataforma, Puzzle

“Caçado e sozinho, um garoto se vê atraído para o centro de um projeto sombrio”. Esta é a única informação presente na sinopse do jogo. E isso tem um motivo: INSIDE é um jogo sobre interpretação, ou seja, é necessário experimentar e descobrir por si mesmo o que ele é e como funciona. Seja nos puzzles, que são simples e naturais, seja para aprender sobre a história, contada sem nenhum texto ou diálogo, a partir do gameplay e ambientação do obscuro universo do jogo. É conhecido principalmente como uma “sequência espiritual” de Limbo (Multi), pois o estúdio usou o aprendizado de seu jogo anterior para criar uma experiência ainda mais marcante neste novo projeto.

4- Dead Cells

Desenvolvedora: Motion Twin
Plataformas: Switch
Categoria: Ação, Plataforma

Dead Cells é um caso raro em que um jogo ficou um bom tempo em early access, e a partir do feedback da comunidade, a desenvolvedora foi elevando cada vez mais a qualidade até o lançamento oficial do game. Descrito como um “roguevania”, mistura de metroidvania com características de roguelike, feita de forma consistente e refinada: seus cenários por exemplo são criados a mão, e apenas interconectados de forma procedural. Além disso, Dead Cells é primeiramente um jogo de ação, entregando combates frenéticos e controles precisos, que premiam o jogador que consegue masterizar suas habilidades, passando rapidamente pelos cenários.

3- Celeste

Desenvolvedora: Matt Makes Games Inc.
Plataformas: Switch
Categoria: Aventura, Plataforma

Nesta aventura, acompanhamos Madeline em sua jornada de provação e autoconhecimento pela montanha que dá nome ao jogo. Com características simples de plataforma e um enorme desafio, capaz de fazer com que os melhores jogadores precisem morrer várias vezes para passar alguns cenários. Porém o jogo não é injusto, seus controles são precisos e apenas exigem bons reflexos e um aprendizado constante. Portanto não há vidas e toda a progressão e reinício de áreas acontece de forma ágil. O esforço e persistência necessários se mescla a detalhes da narrativa, criando uma experiência profunda e marcante. Uma curiosidade sobre ele é que a parte artística foi feita pelo estúdio brasileiro Miniboss.

2- Hollow Knight

Desenvolvedora: Team Cherry.
Plataformas: Switch
Categoria: Ação, Aventura, Plataforma

Um grande sucesso de financiamento coletivo que estava inicialmente previsto para o Wii U, e acabou migrando para o Switch, sendo lançado apenas este ano. Hollow Knight pega emprestado alguns dos melhores recursos de jogos metroidvania, atualizando alguns pontos e mesclando outras referências para criar uma obra prima. Além dos belos gráficos desenhados a mão, o game entrega uma trilha sonora marcante, uma boa dose de desafio, controles precisos, uma grande variedade de inimigos e de chefes. É bastante conteúdo de qualidade, por um preço muito baixo. Vale a pena desbravar este universo!

1- Shovel Knight: Treasure Trove

Desenvolvedora: Yacht Club Games
Plataformas: Wii U, 3DS, Switch
Categoria: Ação, Aventura, Plataforma

Mais um sucesso absoluto do Kickstarter, Shovel Knight se tornou praticamente um popstar indie. O jogo já saiu para tudo quanto é plataforma, sempre muito elogiado e querido por fãs e crítica, já que ele parece ter se inspirado nos melhores exemplos de jogos de plataforma de toda a história da indústria. Sobre a popularidade do cavaleiro, podemos citar várias aparições como personagem jogável e participações especiais em outros jogos independentes.

Os personagens principais de Shovel Knight possuem até amiibo, e recentemente, o guerreiro foi confirmado como um assist trophy em Super Smash Bros. Ultimate (Switch), sendo a primeira vez que um personagem indie chega a este patamar. A versão citada possui além da campanha principal, outras duas aventuras completas, com mais uma terceira campanha adicional adiada para 2019, e falando em Smash Bros, um novo modo de batalha parecido também foi confirmado recentemente. Treasure Trove é a versão definitiva, deste indie que já se tornou um futuro clássico dos games.

Menção Honrosa

É incrível como todos os jogos da lista possuem uma versão para o Switch. O console realmente funciona muito bem como “indie machine”, mas há várias outras obras que poderiam integrar a lista caso ela fosse feita em vários outros momentos. A criatividade dos desenvolvedores independentes parece não ter limites, e outras maravilhas também merecem ser lembradas. Sendo assim, segue uma lista com outros vários bons jogos e as plataformas Nintendo onde eles estão disponíveis:

  • World Of Goo (Wii/Switch)
  • Cave Story /  Cave Story 3D / Cave Story + (Wii/3DS/Switch)
  • Art of Balance / Art of Balance TOUCH (Wii/Wii U/3DS)
  • Guacamelle! Super Turbo Championship Edition (Wii U)
  • Axiom Verge (Wii U/Switch)
  • Gunman Clive 1 e 2 / Gunman Clive HD Collection (3DS/Wii U)
  • Shantae and the Pirate’s Curse (3DS/Wii U/Switch)
  • Shantae Half-Genie Hero (Wii U/Switch)
  • Mutant Mudds / Mutant Mudds Deluxe (3DS/Wii U/Switch)
  • Freedom Planet (Wii U/Switch)
  • Deemo (Switch)
  • Ikaruga (GameCube/Switch)
  • Enter the Gungeon (Switch)
  • Golf Story (Switch — Exclusivo)
  • Fast Racing Neo / Fast RMX (Wii U/Switch)
  • Nine Parchments (Switch)
  • Overcooked Special Edition (Switch)
  • Overcooked 2 (Switch)
  • The Binding of Isaac: Rebirth (Wii U)
  • The Binding of Isaac: Afterbirth + (Switch)
  • Super Meat Boy (Wii U/Switch)
  • Dandara (Switch)
  • Owlboy (Switch)
  • Little Nightmares Complete Edition (Switch)
  • Yoku’s Island Express (Switch)
  • West of Loathing (Switch)
  • The Banner Saga 1, 2 e 3 (Switch)
  • Pode (Switch)
  • Severed (3DS/Wii U/Switch)
  • Salt and Sanctuary (Switch)

Revisão: Pedro Franco
Capa: Lucian Helan
Lucian Helan é formado em Redes de Computadores, mas gosta mesmo é de pilotar uns Karts por aí, atirar plasma com seu mega buster, correr em loops a toda velocidade e derrotar crocodilos ladrões de bananas. Seus sonhos incluem, pilotar uma X-Wing, andar no recreio com o Peter Parker e conseguir um tempo para se dedicar ao seu Instagram.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook