Balanço Nintendo Blast - Novembro/2022

Saiba quais foram os principais destaques do site no mês de novembro.

Não conseguiu acompanhar o que rolou no Nintendo Blast ao longo do mês? Com vários conteúdos sendo publicados diariamente, é impossível não se perder no meio de tanta informação.

Mas não se preocupe: o Balanço Nintendo Blast é seu compilado mensal dos assuntos mais acessados no site nos últimos 30 dias, de notícias a análises e podcasts. Saiba a seguir o que foi discutido em novembro no Nintendo Blast.

Notícias

Os assuntos mais discutidos ao longo do mês foram o novo filme do Mario, Pokémon Scarlet/Violet, The Game Awards 2022 e Brazil Game Awards 2022. 

Análises

A seguir, as análises com maiores notas neste mês, priorizando diferentes redatores em vez de vários textos da mesma pessoa, mesmo que com nota similar ou maior. Aconselhamos a leitura completa do artigo para avaliar se o jogo é indicado para você.


Mario + Rabbids Sparks of Hope vem do sucesso deveras inesperado de um spin-off bastante desacreditado até o momento em que ele se provou como um sucesso. Portanto, ao mesmo tempo em que se esperava muito desta sequência, a impressão era de que não seria preciso muito para repetir o êxito. É sem um pingo de incerteza que eu posso dizer que a Ubisoft acertou em cheio mais uma vez. (Davi Sousa)


De todo modo, para aqueles que apreciam uma história bem construída, mesmo com alguns eventuais furos de roteiro aqui e ali, Persona 5 Royal é um prato cheio em termos de dinamismo e horas e mais horas de jogatina, com personagens carismáticos e uma ótima trilha sonora para embalar as peripécias dos Phantom Thieves.

Ver um jogo rodar de maneira satisfatória no Switch, a qualquer hora do dia e sem prejudicar os momentos de ação, é um grande triunfo, especialmente quando estamos falando de um dos melhores JRPGs de todos os tempos. (Juliana Paiva Zapparoli)


Bayonetta 3 é grandioso, viciante e absolutamente imperdível. O fato de que nem mesmo os seus problemas graves de performance no Switch são o suficiente para interromper uma recomendação genuína é um atestado da qualidade do terceiro jogo de uma das franquias mais interessantes da indústria dos games. Não se permita enganar: para todos os efeitos, aqui está a magnum opus da PlatinumGames e mais um grande acerto da Nintendo. O resultado é que, do Inferno ao Paradiso, todas as realidades agradecem. (Alan Murilo)

It Takes Two (9.5/10)

Entendo perfeitamente quem dá uma maior importância à qualidade gráfica de um jogo, mas esse é um fator que jamais esteve entre as minhas prioridades ao considerar uma compra ou escrever uma análise. Acho que é por isso que foi tão fácil para mim ignorar os problemas visuais de It Takes Two.

Essas falhas são ainda mais evidentes em texturas mais complexas, como fios de cabelo e tecidos de roupa, mas reitero que são praticamente irrelevantes. Apenas chame seu player 2 e vá fundo em uma das jornadas mais enriquecedoras dos videogames. (Davi Sousa)
 

A despeito de alguns probleminhas bem pontuais em audiovisual e gameplay, a maioria das escolhas técnicas foram bem acertadas para Tactics Ogre Reborn, mantendo-o sem nenhuma dúvida como um dos melhores, senão o melhor, em RPG tático.

Observada a complexidade de gameplay, bem com a sofisticação narrativa, a coerência de design e o polimento do conjunto da obra, obviamente este é um título obrigatório a fãs do gênero, e também muito recomendado a quem aprecia histórias sérias e bem escritas em contexto de guerra. Contudo, em relação a novatos em TRPG, embora exista o Chariot Tarot, que deixa o jogo um pouco menos hostil, claramente não é e nem pretende ser muito convidativo para esse público. (Vítor M. Costa)
Outras análises publicadas em novembro:

N-Blast Cast e Revista

Voltamos mês que vem com o Balanço Nintendo Blast de dezembro!
Capa: Leandro Alves

Também conhecida como Lilac, é fã de jogos de plataforma no geral, especialmente os da era 16-bits, com gosto adquirido por RPGs e visual novels ao longo dos anos. Fora os games, não dispensa livros e quadrinhos. Prefere ser chamada por Ju e não consegue viver sem música. Sempre de olho nas redes sociais, mas raramente postando nelas. Icon por 0range0ceans
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google