Os games brasileiros disponíveis no Nintendo Switch

A industria nacional tem feito um ótimo trabalho no híbrido da Nintendo. E novidades já estão a caminho...


Uma pesquisa rápida na loja virtual da Nintendo revela que quase 1700 títulos já estão disponíveis para o Switch, isso contando apenas a eShop americana. A GDC (Game Developers Conference) publicou recentemente um relatório que mostra que o híbrido já alcançou o primeiro lugar entre os consoles em relação ao interesse dos desenvolvedores em trazer seus produtos para ele. Em outra esfera, um texto publicado em dezembro no website da ANCINE (Agência Nacional do Cinema) informa que “o Brasil é atualmente o 13º maior produtor de games do mundo, ao mesmo tempo que tem a terceira maior população de jogadores do planeta, com 66 milhões de pessoas”, enfatizando a importância do investimento no setor, que já é considerado o segundo maior no ramo de entretenimento.

Desenvolver e publicar um videogame não é uma tarefa fácil. Mesmo com o crescimento do mercado, os custos ainda são altos, bem como a forte concorrência que dificulta que bons projetos que nem sempre possuem capital necessário para realizar uma grande divulgação tornem-se conhecidos do público. Então, como fãs da Nintendo e acompanhando um pouco mais de perto esse universo, ficamos muito felizes quando recebemos notícias de jogos brasileiros chegando até o nosso console favorito, como os recentes anunciados Oniken: Unstoppable Edition e Odallus: The Dark Call, da produtora JoyMasher, que contarão com versões em mídia física e possuem data de lançamento estimada para 8 de fevereiro. Esperamos que isso se torne cada vez mais comum e que mais títulos nacionais façam sucesso em todas as plataformas em que estiverem disponíveis.

É também muito satisfatório poder dizer que os jogos brasileiros no Switch possuem um ótimo padrão de qualidade. Inclusive, muitos chamaram a atenção da mídia internacional, conseguindo a atenção do mundo e distanciando-se do crescente grupo de shovelware — jargão de computação pejorativo que refere-se a pacotes de software mais notáveis pela sua quantidade do que sua qualidade — disponível na eShop, que não agregam muito à biblioteca do console e apenas estão lá tentando dar sua mordida em uma fatia da crescente base instalada. No momento há mais de dez títulos nacionais já disponíveis na plataforma. A lista segue a data de lançamento, e não faz distinção sobre nenhum deles ser melhor que o outro. Vamos conhecê-los:

Rocket Fist

Bitten Toast Games — Lançado em 10 de outubro de 2017

O primeiro game a fincar a bandeira brasileira no solo fértil do Switch, curiosamente é o único da lista que chegou ainda em 2017, no primeiro ano de vida do híbrido. Rocket Fist é um jogo que pode ser considerado uma fusão entre os estilos de jogabilidade de Super Bomberman R (Multi) e qualquer jogo de dodgeball. Em um verdadeiro “battle royale de queimada”, o jogador assume o controle de um robô que recolhe socos-foguete no mapa para acertar seus adversários. O game possui muitos elementos em comum com a clássica série dos bombardeiros e diverte igualmente até quatro jogadores. Há ainda um desafiador modo aventura para um jogador, com 25 fases e três níveis de dificuldade, contando com inimigos diversos e batalhas contra chefes. Trata-se de uma experiência simples, mas também uma excelente escolha de party-game para se divertir no sofá com os amigos!

Dandara

Long Hat House — Lançado em 06 de fevereiro de 2018

Inspirados pela história de Dandara dos Palmares, os mineiros da Long Hat House desenvolveram a profunda história de uma heroína que nasceu para libertar o povo da opressão. O game transfere essas ideias para um mundo fictício, mas é possível encontrar boas referências ao nosso país, como, por exemplo, uma personagem inspirada na pintora Tarsila do Amaral. Outro ponto que chama a atenção em Dandara é o fato de ser um metroidvania em que a personagem não anda, mas precisa se mover através de saltos precisos entre plataformas. Essa característica incomum e inovadora foi muito bem realizada e somada à qualidade geral do material fez com que o jogo chamasse atenção e recebesse seu devido reconhecimento. Se houver uma oportunidade, vá conhecer o mundo de Sal!

Spacecats with Lasers

Bitten Toast Games — Lançado em 22 de fevereiro de 2018

Quem domina mais a internet do que gatinhos? E dê-me um bom motivo para não dominarem também o seu console… Melhor do que gatos são gatos com lasers! E é exatamente o que lhe aguarda em Spacecats with Lasers. O game pode ser visto como uma reimaginação do clássico Asteroids (Arcade/Atari 2600), mas aqui a ideia central consiste em livrar o universo dos malignos Spacerats. Obviamente, um toque de glamour cai muito bem e por isso é possível customizar o seu gato com itens desbloqueados no caminho. Engraçado, criativo e direto ao ponto, é o segundo game com o jeitinho brasileiro da Bitten Toast na lista!

Knights of Pen and Paper +1 Deluxier Edition

Behold Studios — Lançado em 29 de maio de 2018

Um game de RPG sobre jogar RPG ou uma aventura na qual o seu grupo de personagens participa de um inventivo e descontraído jogo de RPG de mesa com lápis e papel. O título conta com belos gráficos minimalistas, muito bom humor, sistema de batalha simples e funcional, grande variedade de classes, boas referências à cultura pop e o mais legal de tudo: um d20 — dado de 20 faces muito utilizado em RPGs de mesa. Comece conhecendo o peculiar vilarejo de Vila Qualquer, e a partir daí participe de uma curiosa aventura de papel e caneta, nesta que provavelmente é a versão definitiva desse clássico indie. Aliás, Behold, estamos aguardando ansiosamente um anúncio oficial de Chroma Squad (Multi) no Nintendo Switch… (já é algo considerado pela equipe).

No Heroes Here

Mad Mimic — Lançado em 28 de junho de 2018

Combinando o gênero tower defense com o típico cooperativo caótico e destruidor de amizades de Overcooked! 2 (Multi), nasceu No Heroes Here. Na história do game, o reino perdeu todos os seus heróis, restando ao povo defender o castelo dos invasores. As mecânicas são simples, mas a complexidade dos cenários fica cada vez mais desafiadora, resultando em uma experiência interessante para até quatro jogadores, mas não tão legal para se curtir sozinho. Esteja você no controle de uma princesa ou até mesmo um bobo, recarregue suas armas e certifique-se de harmonizar com sua equipe para derrotar o exército inimigo!

Ninjin: Clash of Carrots

Pocket Trap — Lançado em 04 de julho de 2018

Animais antropomórficos ninjas, cenouras suficientes para pele nenhuma ficar sem vitaminas e uma frenética e inovadora experiência de ação que combina os gêneros beat em’ up e shoot em’ up. Esta é a fórmula de Ninjin: Clash of Carrots. Toda a colheita da vila Usagi foi roubada pelo exército do Xogum, e agora cabe ao coelho Ninjin e a raposa Akai perseguirem os malfeitores, derrotando hordas de inimigos cada vez mais poderosos e chefes diferentões, enquanto adquirem acesso a uma coleção de novas armas, equipamentos e poderes. Os gráficos são criativos e a história é bem desenvolvida, contando com personagens carismáticos e diálogos engraçados.

99Vidas - Definitive Edition

QuByte Interactive — Lançado em 27 de novembro de 2018

99Vidas é um beat ‘em up clássico, com belíssimos gráficos em pixel art, relembrando os tempos áureos das muitas fichas perdidas nos fliperamas. Na história, os heróis — que são os integrantes do podcast 99Vidas — falharam em proteger um item que lendas diziam tratar-se de um artefato de imortalidade. Com o objeto em mãos erradas, cabe aos guardiões espancarem todos os vilões que aparecem em seu caminho e derrotarem alguns chefes, com tudo que um game do gênero tem direito, como poderes especiais, melhorias nas habilidades, armas aleatórias e até o bom e velho frangão de rua, até finalmente salvar o mundo. A versão definitiva inclui todo o conteúdo adicional para se divertir sozinho ou com até mais três amigos.

Horizon Chase Turbo

Aquiris Game Studio — Lançado em 28 de novembro de 2018

O único jogo de corrida da lista é também um dos melhores do gênero no Nintendo Switch. Se você gosta de Top Gear (SNES), Horizon Chase é um game obrigatório. Se você não conhece Top Gear e é fã do gênero, vá jogá-lo e depois jogue Horizon. O que lhe espera no game brasileiro é um gameplay refinado e divertido, gráficos belíssimos, bastante conteúdo, controles precisos e um excelente uso do HD Rumble. E é claro que não podemos esquecer da excelente trilha sonora composta por Barry Leitch e o melhor veículo de todos os tempos: o carro da firma!

Mônica e a Guarda dos Coelhos

Mad Mimic — Lançado em 04 de dezembro 2018

Mônica e a Guarda dos Coelhos possui basicamente a mesma estrutura de gameplay de No Heroes Here, substituindo os cidadãos comuns pela icônica turminha das histórias de Maurício de Souza. A história também é bem simples. Uma estrelinha caiu do céu e não conseguiu retornar por conta das nuvens de sujeira que a impediam de encontrar seu caminho de volta. Agora Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Chico Bento e diversos outros personagens precisam derrotar o exército de sujeira para ajudá-la. Nada que um bombardeio de Sansão não possa resolver.

Mana Spark

QubicGames — Lançado em 22 de dezembro de 2018

O mundo já não é mais o mesmo. Os humanos restantes, a única raça sem acesso a energia conhecida como mana, são caçados e escravizados, mas há sempre aqueles que resistem e lutam por dias melhores, como o arqueiro Ellis. Mana Spark é um rogue-like, ou seja, um game com morte permanente em que sua progressão consiste principalmente em melhorar sua vila, descobrir novas armas e personagens, e também um RPG de ação que possui mecânicas de combate fortemente inspiradas na série Souls. O game chama a atenção pela maneira como agem os inimigos, podendo ferir uns aos outros ou unir-se contra você. É um prato cheio para jogadores que procuram um bom desafio!

Necrosphere Deluxe

Cat Nigiri — Lançado em 31 de janeiro de 2019

Quando o agente Terry Cooper vai parar na "Necrosfera" — que de acordo com o universo do game é onde você vai após a morte aguardar a eternidade, sendo bom ou ruim —, ele descobre sobre portais que podem levá-lo de volta ao mundo dos vivos, e começa sua jornada para escapar do local. Necrosphere é game de plataforma estilo metroidvania, que abusa da dificuldade e utiliza um "inovador" sistema de dois botões. Simples e objetivo, o mais recente brasileiro no Switch encerra a nossa lista.

O que vem pela frente

Esperamos que o mercado brasileiro de videogames continue crescendo e que cada vez mais vejamos situações incríveis como em dezembro, quando pudemos assistir ao vivo integrantes do Miniboss Studio subirem ao palco do evento The Game Awards para receber a premiação por seu incrível trabalho de arte no aclamado Celeste (Multi) — Lembrando que eles também trabalharam na arte de Towerfall (Multi), mais um game presente no Nintendo Switch. Outros "Switch nindies" que contaram com forte atuação de brasileiros em seus processos de produção foram Wargroove (Multi), Full Metal Furies (Multi), Chasm (Multi) e Momodora: Reverie Under the Moonlight (Multi), que passou de um projeto majoritariamente nacional nos títulos anteriores para ganhar colaborações internacionais na aventura recente.

Antes de finalizar, existe ainda mais alguns jogos anunciados que devem chegar ao híbrido ainda em 2019, então já é importante ficar de olho. Vasara Collection, da QUByte Interactive, trará os clássicos dos arcades japoneses com direito a mídia física, edição de colecionador e conteúdo extra, com previsão para desembarcar ainda no primeiro trimestre do ano. Nossa equipe inclusive falou com o produtor do jogo sobre o projeto.

Blazing Chrome, da JoyMasher, é outro título que pode dar as caras a qualquer momento no console, pois foi prometido para o início do ano. Inspirado em clássicos Run and Gun como Contra III: The Alien Wars (SNES), o game de ação coloca os personagens Mavra e Doyle em uma frenética batalha contra um poderoso exército de robôs assassinos. Muitas variações de jogabilidade, inimigos incríveis e gráficos estilo 16 bits aguardam os guerreiros que desejam unir-se a esta luta, que pode ser totalmente aproveitada em dois jogadores.

Garden Paws (PC) é o projeto atual da Bitten Toast Games, disponível no momento apenas na Steam, mas que foi financiado com sucesso via Kickstarter com uma versão prometida para chegar em algum momento de 2019 ao Switch. O título trata-se de um RPG de simulação multiplayer, no estilo fazendinha, em que você deve cuidar da plantação, de animais, explorar cavernas e gerenciar sua loja. A experiência inclui belos cenários e várias opções de customização para os fofos personagens jogáveis.

Por fim, a Gameloft anunciou recentemente que estará trazendo Modern Combat Blackout para o Switch já nas próximas semanas. Trata-se de um port do FPS (Tiro em primeira pessoa) Modern Combat 5: Blackout, já disponível no PC e em dispositivos mobile.

Pelo visto a bandeira brasileira continuará tremulando na eShop da Nintendo. E você leitor, já se divertiu com algum dos jogos dessa lista? Sentiu vontade de adquiri-los para conhecer melhor? Espera que algum outro game nacional também chegue ao Switch? Conta pra gente nos comentários!

Revisão: Luigi Santana

é formado em Redes de Computadores, mas gosta mesmo é de pilotar uns Karts por aí, atirar plasma com seu mega buster, correr em loops a toda velocidade e derrotar crocodilos ladrões de bananas. Seus sonhos incluem, pilotar uma X-Wing, andar no recreio com o Peter Parker e conseguir um tempo para se dedicar ao seu Instagram.

Comentários

Google
Disqus
Facebook