Balanço Nintendo Blast - Dezembro/2022

Saiba quais foram os principais destaques do site no mês de dezembro.


Não conseguiu acompanhar o que rolou no Nintendo Blast ao longo do mês? Com vários conteúdos sendo publicados diariamente, é impossível não se perder no meio de tanta informação.


Mas não se preocupe: o Balanço Nintendo Blast é seu compilado mensal dos assuntos mais acessados no site nos últimos 30 dias, de notícias a análises e podcasts. Saiba a seguir o que foi discutido em dezembro no Nintendo Blast.

Notícias

Em dezembro, tivemos o lançamento das surpresas do filme do Mario no McLanche Feliz, as premiações no Brazil Game Awards 2022, The Game Awards 2022 e Coelho Awards 2022 e também a despedida de Ash na animação de Pokémon.

Análises

A seguir, as análises com maiores notas neste mês, priorizando diferentes redatores em vez de vários textos da mesma pessoa, mesmo que com nota similar ou maior. Aconselhamos a leitura completa do artigo para avaliar se o jogo é indicado para você.


Mesmo em sua origem, Crisis Core tinha seus problemas, superficialidades e limitações em termos de narrativa, sistemas de combate e level design; essas questões permanecem e são mais visíveis quando postas lado a lado com outros jogos nas plataformas atuais. Isso dito, há defeitos muito pontuais naquilo que foi refeito, Crisis Core -Final Fantasy VII- Reunion é uma versão muito superior, principalmente em aspectos audiovisuais, e seu estilo artístico e musical está em sintonia com o remake de Final Fantasy VII. Por outro lado, a gameplay merecia uma reforma mais profunda, bem como mais conteúdo. Apesar de ter pouco apelo por si mesmo, o jogo é recomendado a fãs de Final Fantasy VII, pois contribui para o peso de sua experiência narrativa. (Vítor M. Costa)


“Audemais”, Space Tail: Every Journey Leads Home é um platformer emocionante baseado em acontecimentos reais que consegue cativar com sua belíssima narrativa. No campo audiovisual, não deixa a desejar em nenhum aspecto e, embora a jogabilidade se torne um tanto quanto repetitiva ao longo da campanha, as mecânicas são interessantes o bastante para prender o jogador do começo ao fim. (Juliana Paiva Zapparoli)

Ship of Fools (8.5/10)

Na companhia dos marujos, os jogadores que toparem o desafio de encarar os mares de Ship of Fools certamente terão ótimos momentos, mesmo com o escasso repertório de gameplay. Desse modo, acredito que temos motivos de sobra para dizer que insensato mesmo é quem não resolve embarcar na Nau dos Loucos, que mesmo sem um destino certo, é capaz de render uma aventura em alto-mar extraordinária. (Eduardo Comerlato)


Dragon Quest e a Square Enix continuam bem representados no Switch. Treasures é uma ótima pedida para os entusiastas da série, pois viajar por Draconia, montado em um Great Sabrecat ou voando em um Elysium Bird em busca de baús contendo itens capazes de provocar sorrisos e nostalgia, é uma das melhores experiências do ano.

Para os que não possuem intimidade com as obras anteriores, por sua simplicidade e diversão proporcionada, Dragon Quest Treasures se trata de uma boa porta de entrada para conhecer esse vasto e incrível universo. (Lucas Oliveira)


Picross X: Picbits vs Uzboross traz um conceito muito diferente do usual do gênero, incorporando uma proposta arcade baseada em alta velocidade. Ela desfigura tudo aquilo que Picross costuma oferecer para criar um outro tipo de experiência. Para o jogador aberto a essa proposta de raciocínio rápido, porém, trata-se de uma experiência de puzzle essencial e que renderá muitas horas de diversão sem sombra de dúvidas. (Ivanir Ignacchitti)
Outras análises publicadas em dezembro:

N-Blast Cast e Revista

Ranque de vendas da Famitsu


Voltamos no mês que vem com o Balanço Nintendo Blast de janeiro!

Capa: Leandro Alves

Também conhecida como Lilac, é fã de jogos de plataforma no geral, especialmente os da era 16-bits, com gosto adquirido por RPGs e visual novels ao longo dos anos. Fora os games, não dispensa livros e quadrinhos. Prefere ser chamada por Ju e não consegue viver sem música. Sempre de olho nas redes sociais, mas raramente postando nelas. Icon por 0range0ceans
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google