Balanço Nintendo Blast - Junho/2023

Saiba quais foram os principais destaques do site no mês de junho.

Não conseguiu acompanhar o que rolou no Nintendo Blast ao longo do mês? Com vários conteúdos sendo publicados diariamente, é impossível não se perder no meio de tanta informação.
 
Mas não se preocupe: o Balanço Nintendo Blast é seu compilado mensal dos assuntos mais acessados no site nos últimos 30 dias, de notícias a análises e podcasts. Saiba a seguir o que foi discutido em junho no Nintendo Blast.

Notícias

Em junho, o grande destaque foi a transmissão do Nintendo Direct no dia 21.

Análises

A seguir, as análises com maiores notas neste mês, priorizando diferentes redatores em vez de vários textos da mesma pessoa, mesmo que com nota similar ou maior. Aconselhamos a leitura completa do artigo para avaliar se o jogo é indicado para você.


Ghost Trick: Phantom Detective continua sendo um grande título de aventura que merece atenção graças à sua forma inventiva de lidar com a capacidade de exploração e agência de um fantasma. Junte a isso as reviravoltas loucas bem-escritas do criador e temos aqui um jogo imperdível de volta aos consoles atuais. (Ivanir Ignacchitti)


Fitness Circuit é uma obra que cumpre incrivelmente bem o que se propõe a fazer, entregando uma boa variedade de exercícios físicos em um menu extremamente simplificado e acessível a qualquer pessoa. As suas únicas ressalvas ficam por conta da ausência de legendas em português e a impossibilidade de leitura dos movimentos das pernas. (Lucas Oliveira)


We Love Katamari REROLL + Royal Reverie alegra novamente os donos de Switch, que, ao contrário de outras plataformas, estava bem carente de outros títulos da série. Suas mudanças não alteram a jogabilidade prática justamente porque não havia qualquer necessidade, e o conteúdo verdadeiramente inédito, ainda que fraco em quantidade, compensa pelo bom nível de desafio. (Davi Sousa)
 
Cassette Beasts (8/10)

Cassette Beasts, em sua essência, amplia as mecânicas da IP da Nintendo e dá ao jogador uma vasta gama de customização aliada ao conceito de mundo aberto que vários jogos oferecem atualmente. Embora a apresentação audiovisual possa não agradar a todas as pessoas, este RPG cativa com sua história bem-executada e diversos elementos que evocam a nostalgia dos anos 1980 e 1990.

É verdade que o port para Switch merecia mais polimento em aspectos técnicos, mas Cassette Beasts não decepciona ao expandir as mecânicas introduzidas por Pokémon. Decerto, o jogo é um acerto em cheio para quem gosta de colecionismo e várias criaturinhas divertidas e fofinhas. (Juliana Paiva Zapparoli)

IDEA (7,5/10)

IDEA é, em suma, uma ótima pedida em termos de gameplay agradável para momentos descontraídos e para jogadores que buscam preencher um tempinho com uma obra que possui qualidade tanto auditiva quanto visual. No entanto, para um jogo com um objetivo maior de prover mais interatividade entre os jogadores, a ideia parece perdida, talvez pela frustração e repetitividade que muitos podem sentir em alguns momentos. Com tudo isso em mente, acredito que a experiência ainda seja válida e que os pontos positivos sejam suficientemente atraentes para aqueles que estejam abertos a novas ideias. (Thais Santos)
Outras análises publicadas em junho:

Também conhecida como Lilac, é fã de jogos de plataforma no geral, especialmente os da era 16-bits, com gosto adquirido por RPGs e visual novels ao longo dos anos. Fora os games, não dispensa livros e quadrinhos. Prefere ser chamada por Ju e não consegue viver sem música. Sempre de olho nas redes sociais, mas raramente postando nelas. Icon por 0range0ceans
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google